conecte-se conosco



Política MT

Vereadores debocham do povo e parabenizam CDMCA após cancelamento da eleição de Conselheiro Tutelar em VG

Publicado

em

Alguns vereadores de Várzea Grande parecem que estão mesmo de “gozação” com a cara do povo. Simplesmente subiram na tribuna da Câmara durante a sessão ordinária desta quarta-feira (09), para defender o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDMCA), responsável pela eleição de Conselheiro Tutelar no município que foi cancelada no domingo, após desorganização e troca das urnas que causou revolta em eleitores e candidatos.

O vereador Icaro Reveles parabenizou o trabalho do Conselho nos últimos anos e ressaltou a importância da instituição, sem aprofundar no episódio do cancelamento do pleito eleitoral, o parlamentar sugeriu a criação de uma comissão composta por vereadores para acompanhar os trabalhos da nova eleição que será realizada.

Já o vereador Clayton Nassarden, o Sardinha (PTB), disse que de certa forma foi positiva a anulação da eleição, pois muitos candidatos com pouco poder aquisitivo não teriam  como transportar os eleitores para as poucas sessões eleitorais como estava definido.

Em seguida, Sardinha voltou atrás e sugeriu que os vereadores pedissem a “cabeça” da secretária de Assistência Social, Flávia Omar,  novamente se contradizendo ele subiu a tribuna e pediu que a secretária compareça na próxima sessão para dar explicações sobre o ocorrido na eleição que foi suspensa.

Os vereadores Jânio Calistro (PSD) e Rogerinho da Dakar (PV) registraram a indignação e cobraram uma posição dos organizadores.

Calistro afirmou que espera que os responsáveis se manifestem e apresentem os devidos esclarecimentos.

Já Rogerinho, pediu que o Ministério Público seja enérgico e que haja punição a todos os envolvidos. Dakar lembrou que está a segunda eleição consecutiva cancelada no município.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Motoristas deverão passar por validação facial para renovar CNH

Publicado

em

Reconhecimento facial - Foto por: Secom-MTReconhecimento facial

Desde o último dia 11 de novembro o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) está habilitado para o novo sistema de Validação Facial, que consiste na coleta de foto e biométrica dos condutores. A Validação Facial é usada no momento da captura de imagens para os processos de Habilitação como renovação, alteração de dados, adição e mudança de categoria.

O sistema foi estabelecido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em maio deste ano, e as imagens são enviadas ao banco de dados do órgão para averiguação de similaridade com as imagens já armazenadas, referente ao último requerimento iniciado pelo condutor, independente de qual Estado brasileiro o mesmo tenha realizado a captura de imagem.

Caso a similaridade da validação facial seja menor que 90%, o processo será encaminhado para análise manual do servidor do Detran-MT. Se ainda assim houver dúvidas quanto aos traços faciais do condutor, documentos complementares poderão ser solicitados, como o RG ou a CNH anterior, para comprovação da identidade do motorista.

O diretor de Habilitação, Alessandro Andrade, ressalta que se os documentos solicitados comprovarem que a pessoa que realizou a validação facial não seja o condutor, o processo será identificado como fraude.

“A validação facial deverá reduzir muito as fraudes em processos de renovação, alteração de dados, adição e mudança de categoria”, destacou Alessandro, lembrando ainda que o novo sistema não substitui a biometria, que continua sendo obrigatória em todos os processos de habilitação.

O sistema de validação facial já está em funcionamento na sede do Detran-MT, em Cuiabá, e também nas unidades da autarquia interior do Estado. “Nas unidades do interior, será realizada a coleta de imagem, escaneada e enviada para a sede do Detran para conferência da veracidade dos dados do condutor no sistema”.

O novo sistema foi desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), que cuida dos processos de dados do Denatran, e teve custo zero para o Detran-MT. (Sob supervisão da jornalista Lidiana Cuiabano)

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana