conecte-se conosco



Várzea Grande

Vereadora diz que fiscalização não funciona e rebate declarações de secretária de Meio Ambiente

Publicado

em

A vereadora Gisa Barros (PSB), criticou a Secretária Municipal de Meio Ambiente de Várzea Grande, Helen Farias, pelas declarações concedidas a um veículo de comunicação, sobre a determinação da pasta em  prender empresários que promovem eventos com som acima  do permitido no município.

Segundo Gisa, a secretaria é ineficiente, pois não conta com número de fiscais necessários para fiscalizar todos os eventos, nas várias regiões da cidade, principalmente nos finais de semana.

A parlamentar relatou que o Meio Ambiente cancela eventos quando lhe é conveniente, mas por outro lado não consegue atingir suas metas e objetivos, muito menos fiscalizar. Para a vereadora,

“Falar até papagaio fala nesta cidade, quando perseguem um empresário, eles vão lá e fecham a casa, toda sexta-feira tem fiscalização, mas é só neste dia que tem festa aqui?”, indagou.

Outro ponto apontado como negativo, pela vereadora é a demora na liberação e regularização de documentos.

“Veja um exemplo, quando um empresário quer legalizar fica mais de dois anos sem solução, dai você protocola um requerimento em junho, já estamos chegando em dezembro e não foi liberado.”

Gisa “rasgou” o verbo e disse que todo mundo faz festa na maior anarquia e ninguém faz nada.

“É fácil tagarelar em site, tem que trabalhar, porque toda vez que a gente procura por ela na secretaria, sempre esta na Sema, nunca despacha em seu gabinete, ela é secretária de Várzea Grande, ou trabalha na Sema? É fácil falar, cadê os funcionários desta bendita secretaria, ainda tem o absurdo de vereador solicitar documento e eles afirmarem que não podem fornecer, isto é inadmissível, onde vamos parar deste jeito?”, questionou.

Fonte: Redação

Várzea Grande

Quatro são presos manipulando entorpecentes no Princesa do Sol

Publicado

em

Em mais uma ação de combate ao tráfico de drogas, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), prendeu quatro pessoas que atuavam com o comércio de entorpecentes em Várzea Grande. Além da prisão dos suspeitos, a ação resultou na apreensão de porções de maconha e pasta base de cocaína e também de apetrechos relacionados ao tráfico.

As diligências iniciaram logo que os policiais da DRE receberam informações sobre uma residência no bairro Princesa do Sol, em Várzea Grande, em que pessoas estariam manipulando entorpecentes. Em monitoramento do endereço, os policiais constataram a veracidade da denúncia, sendo visualizado os quatro suspeitos na área dos fundos da casa.A jovem Karina Letícia dos Santos, 19 e os suspeitos, Thiago da Silva Cruz,19, Altivan Calvario de Barros, 28, e Rafael Venicius Cruz Leite, 26, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Diante das evidências, os investigadores entraram na casa, onde foram apreendidas várias porções de pasta base de cocaína que eram manipuladas pelos suspeitos, além de diversos materiais para preparo do entorpecente, como ácido bórico, uma panela com farelos da substância, e talheres com resquícios da droga.

Na área da casa, também foi encontrado balança de precisão e envelopes plásticos utilizados para embalar o entorpecente, sendo dado voz de prisão aos quatro suspeitos que estavam no local. Em continuidade as diligências, os policiais seguiram para endereços indicados pelos suspeitos, em que estariam guardadas outras porções de drogas.

Em uma distribuidora, no bairro Santa Luzia, de propriedade de Altivan, foi apreendido mais um pedaço de pasta base de cocaína, dinheiro e envelopes plásticos para embalar a droga e na residência de Rafael, no bairro Jardim Alá, Várzea Grande, foi realizada a apreensão de uma porção de maconha.

No final dos trabalhos, os suspeitos foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana