conecte-se conosco


Várzea Grande

Univag abre inscrições para o primeiro semestre do vestibular geral 2019

Publicado

em

Já estão abertas as inscrições para o vestibular 2019/1 do Univag- Centro Universitário de Várzea Grande. As provas presenciais acontecem em datas programadas, no campus da instituição. As inscrições são gratuitas e seguem até fevereiro. As aulas terão início no dia 18 de fevereiro.

Para o primeiro semestre de 2019, o Centro Universitário dispõe de 4.680 vagas distribuídas em mais de 40 cursos de graduação nas modalidades de Bacharelado e Licenciatura nas áreas: Ciências Agrárias, Biológicas e Engenharias, Ciências Humanas, Ciências da Saúde e Ciências Sociais Aplicadas (exceto Medicina) e Graduação Tecnológica.

 Dois novos cursos de Graduação Tecnológica foram inseridos na grade curricular da instituição. Os cursos de Negócios Imobiliários e Gestão de Serviços Jurídicos e Notariais. A novidade deste semestre é o curso superior de Tecnologia em Produção de Grãos, com 70 vagas ofertadas. E também o curso de Odontologia, que terá o período noturno, além do integral.

O Univag está entre os 12% das melhores instituições de ensino superior do país, com o melhor Índice Geral de Cursos (IGC). Em Mato Grosso, tornou-se destaque nas avaliações do Ministério da Educação, com cursos ofertados recebendo notas 4 e 5, sendo conceito 5 a nota máxima possível.

Inscrições

Os candidatos interessados em ingressar no Univag devem efetuar a inscrição para o vestibular pelo site www.vemserunivag.com.br, ou no próprio campus Univag, na Central de Atendimento ao Estudante (CAE), de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 8h às 13h. Os candidatos poderão se inscrever até a véspera da realização de cada uma das provas. As inscrições seguem até o dia 16 de fevereiro de 2018.

Provas

As provas presenciais acontecem em datas e horários programados. No ato da inscrição o candidato poderá optar por dois cursos considerados, na ordem de sua preferência, como primeira e segunda opção. Para a classificação, o candidato deve obter no mínimo 30% do total de pontos possíveis na prova de Redação.

Os candidatos devem se atentar ao horário da prova e chegar pelo menos com uma hora de antecedência, munidos de documentos pessoais (carteira de identidade com foto atualizada) e caneta esferográfica azul ou preta.

Condições

O Univag possui programas para ajudar a financiar a sua graduação, são eles: Bolsa Brasil e Crédito Educativo Univag. Ambos valem para todos os cursos (exceto Medicina).

No caso do Crédito Educativo Univag, o aluno paga 50% da mensalidade durante o curso. Os outros 50% serão financiados pela instituição e o acadêmico paga após a conclusão da graduação pelo mesmo prazo do curso. Este programa exige um fiador e possui nível de renda mínimo.

Já o Bolsa Brasil oferece descontos de 30% a 50% dependendo do curso oferecido pela instituição.

Confira as datas das provas programadas, sujeitas a alteração:

Ø  10 de novembro – das 13h às 15h30

Ø  24 de novembro – das 13h às  15h30

Ø  02 de dezembro – das 08h às 10h30

Ø  09 de dezembro – das 08h às 10h30

Ø  15 de dezembro – das 13h às 15h30

Ø  13 de janeiro – das 08h às 10h30

Ø  20 de janeiro – das 08h às 10h30

Ø  26 de janeiro – das 13h às 15h30

Ø  03 de fevereiro – das 08h às 10h30

Ø  17 de fevereiro – das 08h às 10h30

As oportunidades para novos alunos serão de acordo com as vagas disponíveis em cada curso. Para mais informações (65) 3688-6006.

Comentários Facebook

Várzea Grande

Vereador Rogerinho é favorável a redução de número de vereadores e do duodécimo para Câmara de Várzea Grande

Publicado

em

O vereador por Várzea Grande, Rogério França Martins, o Rogerinho da Dakar (PV), usou a tribuna durante a sessão ordinária na Câmara Municipal, na manhã da última terça-feira (13), para propor uma emenda ao projeto do vereador Fábio Tardin, o Fabinho (DEM), eleito no mês passado para comandar a Câmara de Vereadores pelo próximo biênio (2019/2020), que visa reduz o número de vereadores da Cidade, de 21 para 17.

Rogerinho explicou que com a redução haverá uma economia considerável, que pode ser devolvida ao município. Segundo o parlamentar o recurso deve ser destinado à Saúde, principalmente para custear mamografias, para isto os vereadores precisam especificar no projeto e aprová-lo.

Martins frisou que hoje o legislativo recebe de duodécimo de 6% do valor total da arrecadação municipal e que a redução do número de vereadores permitirá sobra. Ele sugeriu que a prefeitura faça o repasse de 5% e 1% seja direcionado para a Saúde, um dos setores que mais necessita de recursos.

“Vamos formatar o projeto e já solicitar a redução do repasse no duodécimo e garantir para a Saúde o que restar nos cofres do legislativo, está é minha opinião”.

 

O projeto visa alterar o artigo 16 da Lei Orgânica do Município. Na justificativa, Fabinho explica que a emenda constitucional nº 58/2009, que trata da recomposição das câmaras municipais, impõe como limite máximo de 21 vereadores nos municípios que tiverem mais de 160 mil e até 300 mil habitantes, mas que esse teto não é obrigatório.

“Acredito que 15 vereadores já contemplam a necessidade de nossa Cidade, até porque a lei não estipula obrigando um número X de vereadores”, argumenta.

 

Para o presidente eleito, Fábio Tardin, o gasto com vereadores engessou o orçamento da Casa de Leis, que não tem mais condições de fazer reforma administrativa ou discutir possibilidade de plano de carreira dos servidores.

Ele pede que os colegas votem favorável e atendam ao anseio popular de reduzir os gastos. Destaca ainda a importância da pressão dos cidadãos para que o projeto será aprovado e se diz otimista, apesar de alguns vereadores questionarem a constitucionalidade do projeto.

Fonte: Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana