conecte-se conosco


Política MT

TSE nega recurso de Gilmar Fabris por unanimidade e Allan Kardec será empossado

Publicado

em

O Tribunal, por unanimidade, negou provimento ao recurso ordinário interposto por Gilmar Donizete Fabris, a fim de manter o indeferimento de seu pedido de registro ao cargo de deputado estadual, durante julgamento na tarde desta quarta-feira (05).

Votaram com o Relator os Ministros Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, Luís Roberto Barroso, Luiz Edson Fachin, Jorge Mussi, Og Fernandes e Rosa Weber (Presidente).

Fabris obteve 22.913 votos que estavam congelados, o deputado, concorreu a reeleição sob judice, pois teve seu registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

 

Veja como foi a votação no TSE:

 

PLACAR

VOTO QTD VOTANTES
Nego provimento 7 Ministra Presidente Rosa Weber Ministro Luiz Edson Fachin Ministro Luís Roberto Barroso Ministro Jorge Mussi Ministro Og Fernandes Ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto
Impedimentos 0
Omissos 0

 

Comentários Facebook

Política MT

TRE aciona Polícia Federal e Ministério Público Eleitoral para investigar denúncia feita por senadora eleita

Publicado

em

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Márcio Vidal acionou a Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral para investigar a veracidade das informações transmitidas pela candidata eleita ao Senado, Selma Arruda, na tarde desta quinta-feira (14/12) em sua rede social.

Em vídeo veiculado no Facebook, a candidata eleita afirma ter sido extorquida três vezes para obter uma sentença favorável no TRE-MT.

O presidente do TRE ressalta que nenhuma denúncia envolvendo servidores ou magistrados da Instituição passará incólume. Se comprovada a veracidade da mesma, todos os envolvidos serão responsabilizados nos termos da lei. A mesma regra se aplica à eleita, se comprovada que as informações por ela repassadas são inverídicas.

O Tribunal reafirma o compromisso de adotar todas as medidas necessárias para garantir a transparência, a lisura e a integridade de suas ações na condução processual.

Todas as prestações de contas dos candidatos estão sendo analisadas com rigor técnico e de acordo com os trâmites legais. A Justiça Eleitoral destaca a importância desse procedimento, uma vez que é nessa ocasião que se afere a legalidade e legitimidade dos recursos utilizados na campanha, como forma de combater o abuso do poder econômico e político, bem como das condutas de falsidade ideológico eleitoral (caixa dois).

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana