conecte-se conosco


Polícia

Três integrantes de quadrilha atuante com tráfico de drogas são presos

Publicado

em

Três homens suspeitos de integrarem uma facção criminosa envolvida com tráfico de drogas, foram presos ela Polícia Judiciária Civil, no município de Paranatinga (373 km ao sul), no final da tarde de terça-feira (07.08). As prisões ocorreram durante ações consecutivas, sendo apreendidas duas armas de fogo, munições e certa quantidade de droga.

Fernando Passos dos Reis, 28, Idalicio Rosa Pio Neto, 24, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito ou proibido, e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. O terceiro suspeito, Eric Clayto Botelho de Freitas, 23, foi autuado por tráfico de drogas.

As investigações iniciaram após denúncia feita a Polícia Civil, sobre dois integrantes de uma organização criminosa armada, que estariam na região com intuito de abastecer o comércio de drogas em Paranatinga.

Com base nas informações, os investigadores coordenados pelo delegado Pablo Borges Rigo, começaram a apurar os fatos. No decorrer das diligências, foi identificado dois rapazes hospedados em um hotel no centro da cidade.

Diante das suspeitas, os policiais civis passaram a monitorar o local sendo constatada uma grande movimentação de pessoas, entrando e saindo do estabelecimento. Em ato contínuo, a equipe entrou no hotel e abordou inicialmente dois jovens.

Com eles foi encontrada considerável quantidade de maconha, cocaína e pasta base de cocaína, além de um revólver calibre .357, um revólver calibre .32, dezessete munições, uma balança de precisão, celulares, dinheiro, entre outros objetos.

Durante abordagem, um dos detidos não portava documento de identificação, e afirmou se chamar Fernando Passos dos Reis. O segundo, Idalicio Rosa Pio Neto, apresentou a carteira de identidade, a qual será periciada por indicativos de ser falsa. Os dois suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia, interrogados e autuados em flagrante delito.

Dando continuidade na investigação, foi descoberto um terceiro suspeito, o qual pertencia a mesma organização criminosa, e era responsável por fazer a distribuição dos entorpecentes repassados pela dupla presa, nas bocas de fumo do município de Paranatinga.

Eric Clayto Botelho de Freitas, de 23 anos, era investigado pela Polícia Civil, por envolvimento com tráfico de drogas, e foi surpreendido em uma residência na Rodovia MT 020, saída para cidade de Gaúcha do Norte. No local foi encontrado drogas, como maconha e pasta base de cocaína, e uma balança de precisão.

O jovem foi levado à Delegacia de Polícia, interrogado e autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

 

Por  Assessoria de Comunicação Social/PJC 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Corretor que atuava ilegalmente na venda de imóveis é conduzido em operação

Publicado

em

A Delegacia Especializada do Consumidor (Decon), da Polícia Judiciária Civil, em parceria com o Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 19ª Região (Creci-MT) e Procon Municipal de Cuiabá, deflagraram no início da tarde de quinta-feira (18.10), a 4ª operação “João de Barro”, com objetivo de averiguar condutas irregulares na venda de imóveis.

A ação resultou na condução de A.W.F., 58, que atuava no comércio de imóveis de forma ilegal, sem a devida formação para a função e sem possuir registro junto ao Creci. Ele foi autuado em flagrante, em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por exercício ilegal e propaganda enganosa.

A quarta fase da operação foi deflagrada a pedido do Conselho Regional de Corretores de Imóveis com objetivo de confirmar uma denúncia de exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis, sem habilitação exigida conforme a Lei Federal nº 6530/78, assim como sem registro junto ao Creci.

As equipes foram até a residência do suspeito, no bairro Jardim Renascer, onde foi constatado que ele trabalhava como corretor de imóveis, realizando anúncios de casas, apartamentos e terrenos, através de um site de compra e venda pela Internet. Questionado, o investigado apresentou uma carteira de estagiário do Creci, que estava vencida há mais de 2 anos.

Diante da situação, o falso corretor foi conduzido a Decon, onde formalmente interrogado pelo delegado Antônio Carlos de Araujo, disse que trabalha na função de corretor há aproximadamente 4 anos e que possui contrato com um site, onde divulga as propagandas de venda e locação de imóveis. O suspeito disse ainda que chegou a iniciar um curso técnico em transações imobiliárias, mas não terminou por problemas de saúde.

Constatada a atuação irregular, o acusado responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por exercício ilegal de profissão ou atividade (conforme Lei das Contravenções Penais – 3.688/41 – relativas à organização do trabalho) e propaganda enganosa previsto no artigo 67 da Lei 8078/90.

O Procon Municipal de Cuiabá realizou auto de infração de prestação de serviço em desacordo com as normas expedidas pelo órgão oficial competente, caracterizando exercício ilegal da profissão, por não ser registrado junto ao Creci-MT.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana