conecte-se conosco


Política MT

TRE-MT convoca reunião para definir operação do horário eleitoral gratuito das Eleições 2018

Publicado

em

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) convoca os representantes de partidos e coligações, emissoras de rádio e televisão, para definição dos processos operacionais do horário eleitoral gratuito das Eleições 2018. A reunião será realizada nesta segunda-feira (13.08) na sala de reuniões do tribunal, 14 horas. Os participantes da agenda foram oficiados pelo juiz auxiliar coordenador de Propaganda Eleitoral, Paulo Cézar Alves Sodré.

 

O juiz destaca que serão debatidos os prazos para entrega de mídias e mapas de mídias as
emissoras – rede e inserções; as especificações técnicas de formato das mídias; e a forma de entrega – meio físico ou eletrônico. Outros temas de interesse dos partidos e emissoras também poderão ser abordados na reunião.

 

Cabe destacar que as definições que venham a ser acordadas na reunião serão apresentadas e validadas na cerimônia de geração do plano de mídia e sorteio ao ordem de

veiculação da propaganda em rede, programada para ocorrer no dia 23 de agosto.

 

“Aos partidos que optaram nas recentes convenções partidárias por concorrer coligados, recomendo indicar um representante da coligação para participar do referida reunião”, sugere o magistrado no ofício.

 

Matéria: Daniel Dino

Assessoria TRE-MT

Comentários Facebook

Política MT

TRE aciona Polícia Federal e Ministério Público Eleitoral para investigar denúncia feita por senadora eleita

Publicado

em

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Márcio Vidal acionou a Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral para investigar a veracidade das informações transmitidas pela candidata eleita ao Senado, Selma Arruda, na tarde desta quinta-feira (14/12) em sua rede social.

Em vídeo veiculado no Facebook, a candidata eleita afirma ter sido extorquida três vezes para obter uma sentença favorável no TRE-MT.

O presidente do TRE ressalta que nenhuma denúncia envolvendo servidores ou magistrados da Instituição passará incólume. Se comprovada a veracidade da mesma, todos os envolvidos serão responsabilizados nos termos da lei. A mesma regra se aplica à eleita, se comprovada que as informações por ela repassadas são inverídicas.

O Tribunal reafirma o compromisso de adotar todas as medidas necessárias para garantir a transparência, a lisura e a integridade de suas ações na condução processual.

Todas as prestações de contas dos candidatos estão sendo analisadas com rigor técnico e de acordo com os trâmites legais. A Justiça Eleitoral destaca a importância desse procedimento, uma vez que é nessa ocasião que se afere a legalidade e legitimidade dos recursos utilizados na campanha, como forma de combater o abuso do poder econômico e político, bem como das condutas de falsidade ideológico eleitoral (caixa dois).

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana