conecte-se conosco



Esportes

Torneio de Tiro abre programação de aniversário do Gefron

Publicado

em

Em comemoração ao aniversário de 17 anos, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) promove neste sábado (16), em Cáceres (a 234 km de Cuiabá), o 5º Torneio de Tiro. Participam do evento militares, autoridades estaduais e municipais e convidados. A programação esportiva é uma dinâmica que alia força, concentração e técnica.

O Torneio de Tiro é a primeira programação de aniversário do Gefron. No dia 23, será realizado a 1º Corrida Kids do Gefron, na praça Barão do Rio Branco, também em Cáceres. Para os adultos, a 2º Corrida do Gefron – “O Desafio da Fronteira” será realizada a partir das 7 horas do dia 24 de março, na Praça de Eventos da Sicmatur, com o trajeto de 7 km.

As inscrições para a corrida já estão abertas. O valor é de R$ 75 e R$ 40, para adultos e crianças, respectivamente. Na categoria geral serão premiados os cinco primeiros lugares com valores de R$ 2 mil a R$ 500. Para mais informações e inscrições consulte o site http://www.morromt.com.br

A programação de aniversário se encerra no dia 2 de abril, com a solenidade de Imposição de Medalha do Mérito Policial de Fronteira. Serão homenageadas 57 pessoas que contribuem para a atividade do Gefron.

Atividade operacional

O Gefron passou a operar na repressão aos crimes transfronteiriços em 13 de março de 2002. Os 140 policiais realizam patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações, barreiras fixas e volantes na repressão ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho de bens e valores, evasão de divisas e roubos de veículos.

A base operacional do Grupamento fica no município Porto Esperidião. Outros pontos de fiscalização estão distribuídos na região do Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso, Avião Caído (em Cáceres), Canil Integrado (Cáceres), além da sede administrativa que fica na Sesp, em Cuiabá.

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Ex-jogador da seleção é preso durante jogo no Mané Garrincha, em Brasília

Publicado

em

Uma operação da Polícia Civil no Distrito Federal prendeu durante a tarde deste sábado (25) o ex-jogador do Fluminense e da Seleção Brasileira, Roni. A prisão foi durante o jogo entre Botafogo e Palmeiras, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Também foi detido o presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal, Daniel Vasconcelos. As prisões ocorreram após dois anos de investigação sobre um grupo criminoso especializado em fraudar o erário na realização de jogos de futebol.

Há suspeitas de inclusão de dados falsos no borderô, que são os boletins financeiros das partidas. Os advogados dos suspeitos não quiseram falar sobre as prisões.

Segundo os investigadores, o grupo informava um valor de arrecadação menor para pagar menos impostos e um aluguel menor pelo estádio Nacional Mané Garrincha, na capital. A prisão, comandada pela Coordenação Especial de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil do DF, envolveu cerca de 150 policiais e foi feita em um dos camarotes do estádio.

Fraude pode envolver outras cidades

De acordo com o delegado Leonardo de Castro, da Coordenação Especial de Repressão ao Crime Organizado, à Corrupção, aos Crimes contra a Ordem Tributária e aos Crimes contra a Administração Pública, o alvo da investigação é um grupo de empresários, funcionários de empresas e pessoas ligadas ao esporte que, segundo a polícia, fraudava o fisco e recolhia menos impostos.

O ex-jogador Roniéliton Pereira dos Santos, o Roni, é dono de uma empresa que promove jogos e vende os ingressos. Roni teria comprado partidas dos clubes e levado para “outras praças”, como Brasília.

No Mané Garrincha, conforme o delegado, o ex-jogador tinha o apoio do presidente da Federação de Futebol do DF, Daniel Vasoncelos.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana