conecte-se conosco



Variedades

Tenente Ledur busca promoção pela quinta vez

Publicado

em

Menos de um mês após ser barrada para promoção, tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur, acusada de tortura com resultado morte do aluno Rodrigo Claro, 21, volta a compor lista dos aptos para ascensão de cargo. A medida foi publicada no boletim da Corporação, do dia 1º de agosto. Esta é a quinta vez que a tenente entra na “fileira” concorrendo ao cargo de capitã. Na última, em julho passado, foi desqualificada pelo conceito moral, por estar respondendo ao Conselho de Justificação no caso do aluno Claro.

 

A promoção está programada ainda para este semestre. Na nova tentativa, é reforçado que Ledur e mais 11 oficiais, não precisarão passar pela primeira etapa, que é a de saúde. Isso porque, os mesmos já realizaram, em ocasião anterior, e o resultado vale até 2020. Somados aos 32 que passam pela fase de inspeção de saúde, ao todo, são 44 oficiais bombeiros aptos à promoção.

 

No mês passado a tenente foi desclassificada da promoção pelo quesito “conceito moral”, apesar de ter sido aprovada nas etapas de saúde e condicionamento físico. A corporação decidiu que por responder a crime de tortura e ao Conselho de Justificação, ela não se enquadra na promoção. Ledur enfrenta junto à Corporação um processo pela morte do aluno Claro.

 

Em fevereiro o Conselho decidiu inocentar a tenente de 4 das 5 acusações, entre elas omissão de socorro e tortura. Agora o processo está no Tribunal de Justiça que pode indicar a demissão de Ledur caso verifique configuração do crime. Na esfera criminal, a continuidade da audiência de instrução está marcada para 16 de setembro. Serão ouvidos dois bombeiros pela defesa de Ledur, o perito que fez o laudo da morte de Rodrigo Claro e a acusada.

 

Caso

Rodrigo morreu no dia 15 de novembro de 2016 após participar de treinamento e atividades aquáticas. Segundo denúncia do Ministério Público, a vítima foi submetida a sessões de afogamento durante a travessia na lagoa, sob o comando da tenente Ledur, o que resultou na morte.

Por Gazeta

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

Mais de 1,5 mil vagas de trabalho estão abertas em Mato Grosso

Publicado

em

O Sistema Nacional de Emprego (Sine-MT), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), abre nesta semana mais de 1,5 mil vagas de emprego. Há oportunidades nos 28 municípios que possuem o Sine. Os interessados devem procurar os postos de atendimento, portando documentos pessoais, carteira de trabalho e currículo.

Conforme o painel, na capital mato-grossense e em Várzea Grande são 89 vagas disponíveis. Para o público em geral são 58 vagas e para as Pessoas com Deficiência (PCD) são 31.

No município de Lucas do Rio Verde (334 quilômetros de Cuiabá) são 261 vagas abertas nas áreas de operador de processo de produção, repositor em supermercados, vendedor em supermercados, auxiliar mecânico de ar condicionado, auxiliar de linha de produção, carpinteiro, dentre outros.

Em Sapezal (529 quilômetros de Cuiabá) os números de vagas chegam a 202. As oportunidades são para safrista, operador de máquina agrícola, auxiliar de linha de produção, almoxarife, analista de recursos humanos, assistente administrativo, trabalhador agrícola polivalente.

Já para os moradores da cidade de Rondonópolis (219 quilômetros de Cuiabá) são 162 oportunidades. Entre as áreas estão: auxiliar técnico de montagem, operador de empilhadeira, operador de máquina agrícola, soldador, pintor de obras, servente de limpeza, pedreiro, operador de caixa, montador.

A coordenadora do Sine, Simone Koehller, ressalta a importância de que as pessoas fiquem atentas ao balcão de vagas disponibilizado semanalmente. “As vagas são preenchidas diariamente então é preciso atenção dos candidatos que estão em busca de um emprego. E quem já tem o cadastro é preciso sempre atualizar para não perder uma oportunidade”, esclarece.

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana