conecte-se conosco


Polícia

Suspeitos de homicídio são identificados

Publicado

em

Uma mulher de 49 anos e um homem de 61 anos foram identificados pelo Polícia Civil de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste), pelo assassinato do tratorista Adilson do Rosário Vieira, 55 anos, ocorrido no último domingo, 12 de maio. Ambos foram ouvidos nesta quarta-feira (15) e liberados por estarem fora do período de flagrante, mas devem responder por homicídio qualificado.

A vítima, conhecida como Valadares, foi encontrada sem vida nos fundos de um apartamento localizado em frente a um hotel, na Avenida Bom Jesus, no centro de Pontes e Lacerda. O corpo apresentava sinais de ferimentos com faca e queimaduras e não possuía nenhum documento de identificação.

A suspeita C.A.D, e 49 anos, e o suspeito L.F.S., 61 anos, conhecido por Mossoró, informaram que eles junto com a vítima estavam todos ingerindo bebida alcoólica na casa de C.A.D. Em determinado momento, a suspeita C.A.D que estava fazendo comida em um fogareiro, teria sido assediada sexualmente, e ela acabou arremessando um pote com álcool em Adilson, que pegou fogo provocando as queimaduras. Antes, o suspeito L.F.S também teria tomado partido a seu favor, entrando em luta corporal com a vítima.

Durante investigação, uma testemunha que mora no segundo piso do apartamento em que a vítima foi encontrada, relatou a polícia que a moradora do apartamento estava na noite de sexta-feira (10.05), ingerindo bebida alcoólica com a vítima e o outro suspeito.

A testemunha disse ter visto a briga entre eles e depois não viu mais a vítima. Policiais civis conseguiram identificar a vítima e os suspeitos foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda.

Mais ocorrências

No mesmo final de semana, foi registrado mais um homicídio, cuja vítima, identificada apenas por Fernando, foi encontrada ensangüentada com vários golpes de faca, no braço, pescoço, peito e barriga. O autor dessa morte, Marcos de Franca, 29 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar. O homicídio ocorreu nas primeiras horas de domingo (12), por depois da meia noite.

Na noite de sábado (11.05), por volta das 23h30, também foi registrada uma tentativa de homicídio contra A.R.M.S, 28 anos, ocorrida após briga generalizada em um bar. A vítima foi atingida por vários golpes de faca que atingiram a região do estomago, deixando as vísceras para fora. Ele foi socorrido e está hospitalizado. As investigações já estão avançadas para identificação da autoria.

As investigações são do delegado Clayton Queiroz Moura.

Fonte: Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

Operação apreende 1,5 milhão de carteiras de cigarros contrabandeadas

Publicado

em

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Federal (PF) e soldados do Exército estouraram na madrugada deste domingo (18) um depósito de cigarros contrabandeados do Paraguai, no município de Francisco Alves, região noroeste do Paraná.

No local, foram apreendidos cerca de 1,5 milhão de carteiras de cigarro, cujo valor de mercado corresponde a cerca de R$ 7,5 milhões. Segundo a assessoria da PRF, esta é uma das maiores apreensões de cigarro realizadas nos últimos anos no Paraná.

O material apreendido foi encontrado em um acampamento escondido em meio à vegetação, próximo ao Rio Piquiri. No local, havia uma estrutura de apoio formada por alojamento, espaço para estocar mantimentos e roupas, além de uma pequena horta.

Um rapaz de 21 anos de idade foi preso em flagrante e um adolescente de 15 anos, apreendido. De acordo com a PRF, os dois declararam ter sido contratados para descarregar embarcações e carregar veículos, além de vigiar a carga ilícita.

Do total de 1,5 milhão de carteiras apreendidas, 500 mil estavam no semirreboque de um caminhão frigorífico, que também foi apreendido. O restante ainda estava depositado no próprio acampamento.

O crime de contrabando prevê uma pena de dois a cinco anos de prisão. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra. O adolescente foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil, no mesmo município.

A ocorrência desta madrugada faz parte da Operação Hórus, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A operação, que reúne diversos órgãos de segurança pública, tem como objetivo impedir a entrada de drogas, cigarros, armas e munições pelas fronteiras do país.

* Com informações do portal de notícias da PRF

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana