conecte-se conosco



Interior

Suspeito de estuprar netas, avô tem testículos cortados

Publicado

em

Dupla encapuzada invadiu uma fazenda em Itanhangá (494 km a Noroeste de Cuiabá) e cortou os testículos de um homem de 49 anos que, desde 2016, é investigado pelo estupro de duas netas, uma de 6 e outra de 15 anos.

 

A Polícia Civil de Sorriso, que está investigando o caso, acha que o ato é uma retaliação da população.

 

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, por volta das 18h30, a vítima identificada como A.C., estava em casa, uma propriedade rural, com a esposa e com o filho quando os suspeitos chegaram.

 

Eles levaram o homem para fora da casa, amarraram suas mãos e seus pés e em seguida, cortaram seus testículos e fugiram em seguida, levando o celular da esposa da vítima.

 

Socorrido, ele levado para um posto médico da cidade, mas, devido ao estado grave, foi transferido para o Hospital Regional de Sorriso.

 

À imprensa, o delegado Nilson Farias contou que ele foi responsável em abrir uma investigação contra o homem, suspeito de estuprar as netas em junho 2016, no município de Nova Maringá.

 

“Eu representei pela prisão dele, mas ficou foragido. Acreditamos que, por ser um crime que incita o ódio na população, esse ato seja uma forma de vingança”, disse.

 

O delegado alertou que, se for esse caso, os suspeitos também cometeram um crime. “Lembro, não é por ele ser um criminoso que a sociedade pode fazer vingança com as próprias mãos. Para isso, tem o Estado”, disse.

 

Farias, que abriu um inquérito para investigar o caso, informou que a lesão é grave, mas que o homem não corre risco de perder o órgão genital.

 

Denúncia de estupro

 

Consta na denúncia de 20 de junho de 2016 feita à Polícia Civil, que a irmã mais velha das crianças, na época com 15 anos, percebeu uma atitude estranha na menina, que apresentava vermelhidão nas partes íntimas.

 

Foi então que a menina de 6 anos disse que o avô “teria feito igual um homem faz com uma mulher”, que relatou ainda que ele a mandava abaixar a calcinha e ameaçava bater na menina.

 

Uma das crianças, de 5 anos, confirmou ter visto o avô estuprando a irmã.

 

A menina de 15 anos contou ainda que, quando morava na casa dos avós, acordou com o avô passando a mão em seus seios.

 

Ele a ameaçou de morte, dizendo que tinha várias espingardas em casa, caso ela contasse para alguém.

 

A mãe das meninas contou à polícia que o homem é padrasto dela, mas que as filhas o tratavam como avô.

 

Por GAZETA

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Interior

Vereador denuncia atendimento médico

Publicado

em

O vereador Adelian Messias (PSD), reclamou durante a sessão ordinária do atendimento de um médico que atende na rede municipal de saúde.

Messias explicou que pacientes denunciaram o péssimo atendimento do profissional. Segundo o parlamentar, a comunidade aponta demora excessiva durante a espera para consultas.

Indignado o vereador disse que não é permitido dormir durante o expediente, o que vem ocorrendo em alguns plantões. Adelian detalhou que o custo para manter os atendimentos é alto.

“Infelizmente são alguns casos isolados, vamos averiguar a conduta deste médico, para tomarmos juntos coma  diretoria desta unidade de saúde as medidas necessárias”, concluiu.

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana