conecte-se conosco


Cuiabá

Sinfra cria três turnos, conclui 92% da trincheira e prevê liberação de trânsito

Publicado

em

Com trabalhadores atuando em três turnos, o Governo do Estado aumenta o ritmo da construção da trincheira de 365 metros que está sendo erguida entre as rodovias Helder Cândia (Estrada da Guia / MT-010) e Emanuel Pinheiro (Estrada da Chapada / MT-251). A mudança na jornada de trabalho foi necessária para aproveitar a “trégua” dada pelas chuvas intensas que atingem a capital, que em novembro registrou as maiores médias dos últimos 57 anos.

Até o momento, 92% da obra da trincheira foi concluída, conforme dados oficiais do Governo do Estado. Nesta semana, as obras seguem em ritmo acelerado e serão finalizadas: a pavimentação das pistas, que passam por dentro da trincheira, e também o futuro heliponto – área destinada exclusivamente a pouso e decolagens de helicópteros.

Responsável pela gestão da obra, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) trabalha para liberar, nos próximos dias, o tráfego de veículos por cima da trincheira para os condutores que seguem no sentido Estrada da Chapada/Av. República do Líbano, passando pela a alça lateral em frente ao prédio da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Os trabalhos para construção da trincheira entraram na reta final e a obra será entregue ainda em 2018. “A trincheira vai mudar a realidade da mobilidade urbana de Cuiabá, tornando o trânsito mais seguro e eficiente para quem mora na região e para quem vem dos municípios do norte e sul do estado”, frisou o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte.

Chuvas intensas

As constantes chuvas dos últimos dias desaceleraram o trabalho de construção na semana passada. Por esse motivo, os serviços se estenderam até às 22h de terça-feira (04), quando os operários aproveitaram os dois dias de sol consecutivos para compensar as interrupções.

Ao todo, o Governo do Estado de Mato Grosso está investindo R$ 25 milhões na construção da trincheira de 365 metros. Os recursos são oriundos do Pró-Turismo, programa ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Duplicação

Paralelo à construção da trincheira, o Governo está duplicando o perímetro urbano da rodovia da Estrada da Guia até o trevo de acesso ao Rodoanel, no total são 4,9 quilômetros, com investimentos de R$ 35 milhões. A rodovia terá uma ciclovia no canteiro central, três pistas de rolamento e iluminação em LED, assim como os serviços realizados na Estrada da Chapada.

   
Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) 

Cuiabá

Prefeito determina que secretário faça devolução de pagamento

Publicado

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, determinou que o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, faça a devolução imediatamente dos valores recebidos em apenas uma parcela dos acertos de verbas retroativos que vinham sendo discutidos desde 2003.

Ao tomar conhecimento da situação, o prefeito determinou a devolução imediata do pagamento feito em apenas uma parcela. A partir dessa devolução, o secretário irá receber o valor de direito, mas de forma parcelada a partir do próximo mês.

“Na minha gestão, todos os servidores da Prefeitura de Cuiabá são iguais. Se o pagamento de um direito adquirido é feito de forma parcelada para todos os funcionários, um secretário, mesmo sendo servidor efetivo, tem que receber o mesmo tratamento de qualquer outro servidor. Por isso, determinei ao secretário de Mobilidade Urbana a devolução imediata do pagamento”, afirmou.

Conforme divulgado na imprensa nesta semana, o secretário Antenor Figueiredo recebeu subsídio de R$ 142,3 mil no mês de março, com dois pagamentos, sendo um de R$ 106,9 mi, e outro de R$ 35,3 mil. A Secretaria de Gestão explicou que o montante é referente ao pagamento do salário, 13° salário (o secretário faz aniversário no mês de março), além do valor de direito adquirido pelo gestor, que é auditor fiscal de carreira desde 1983. Porém, o pagamento deveria ser feito de forma parcelada.

Com a determinação do prefeito, o secretário terá que devolver imediatamente, somente o valor do direito adquirido de acertos de verbas

HISTÓRICO

Desde 2018, a administração tem regularizado a vida funcional dos servidores, dando andamento a processos suspensos e/ou interrompidos por questões administrativas, e garantindo o pagamento de direitos já reconhecidos. Centenas de servidores já foram beneficiados pela ação, que conta com o trabalho de um setor específico e hoje pode ser feita eletronicamente, dando celeridade aos pagamentos.

Os pagamentos são feitos por meio de parcelamento ou em parcela única, a depender de seus valores. Neste caso, contudo, uma falha no trâmite da Secretaria de Gestão resultou na liquidação em apenas uma vez. “É importante destacar que os procedimentos passam pela Procuradoria Geral do Município (PGM) e Controladoria Geral, que reconhecem o direito de recebimento dos servidores”, explicou a secretária de Gestão, Ozenira Félix.

O objeto do pagamento para o secretário corresponde a acertos de verbas retroativas de direitos que vinham sendo discutidos desde 2003. Este número, portanto, decorre de quase 15 anos retroativos, somados ao seu salário atual e ao 13° salário.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana