conecte-se conosco



Cultura

Projeto de revitalização de bibliotecas de MT é único do Brasil contemplado em edital internacional

Publicado

em

O projeto RevitaBibliotecas, do Sistema de Bibliotecas Públicas de Mato Grosso, foi o único do país contemplado no edital do 7º Concurso de Ajudas 2019, conduzido pelo Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas (Iberbibliotecas). Com a premiação, quatro bibliotecas públicas receberão investimentos de R$ 127,9 mil para promover ações de revitalização que incluem melhorias de infraestrutura, capacitação de agentes, inclusão e engajamento social nas comunidades.

Desse total de R$ 68,68 mil serão destinados pelo Iberbibliotecas e R$ 59,24 mil serão de contrapartida da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). O concurso é realizado anualmente, e as bibliotecas mato-grossenses contempladas foram: Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça (Cuiabá), Biblioteca Pública Municipal Antídia Coutinho (Araguaiana), Biblioteca Pública Municipal Sebastiana Falone (Cocalinho) e Biblioteca Pública Municipal Aquarela (Salto do Céu).

O prazo para execução do projeto é de 12 meses, a partir do recebimento do recurso. Além do projeto RevitaBibliotecas, foram contempladas outras 12 iniciativas que envolvem iniciativas desenvolvidas em bibliotecas da Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Equador, Paraguai, Costa Rica, México e Espanha.

A coordenadora do Sistema de Bibliotecas Públicas de Mato Grosso, Wadineia Almeida, explica que as bibliotecas de Araguaiana, Cocalinho e Salto do Céu foram escolhidas por estarem fechadas na época da inscrição do concurso e por serem os únicos equipamentos culturais dessas cidades. Dessa forma, o projeto mantém a proposta de oferecer e/ou ampliar o acesso à cultura para a população desses municípios. Em relação à Estevão de Mendonça, em Cuiabá, a instituição entrou na lista por ser a maior do Estado e a referência para os municípios do interior.

O projeto contemplado no edital prevê, ainda, a oferta de capacitações para todos os municípios do Estado, contemplando as 154 bibliotecas públicas inscritas no Sistema Estadual. O cronograma inclui a realização de um encontro com os seguintes temas: ‘Diretrizes e Orientações Básicas: Organização e gestão de biblioteca pública’, ‘Organização de acervo: classificação e sinalização’ e ‘Democratização da Informática’. Além disso, serão oferecidas as oficinas ‘Mediação de Leituras em Bibliotecas Públicas’, ‘Contação de histórias’ e ‘Leitura e Escrita em Braille’.

O RevitaBibliotecas é um projeto do Sistema Estadual e tem um planejamento anual de ações nas bibliotecas de Cuiabá e interior de Mato Grosso. A equipe vai até o local, promove o engajamento da equipe, realiza capacitações, faz orientação técnica sobre o correto funcionamento das bibliotecas e executa os procedimentos de revitalização e modernização das bibliotecas.

“É um trabalho de ressignificação dos espaços, não apenas na estrutura física, mas principalmente na gestão. Como resultado, hoje os agentes municipais reconhecem o papel de transformação social das bibliotecas e atuam com foco nesse objetivo principal”, destaca o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec Benitez.

O RevitaBibliotecas foi criado em 2017. Desde então, 17 instituições em Mato Grosso já foram contempladas pelo projeto, com recursos da Secel, prefeituras e comerciantes locais. Atualmente, o Sistema Estadual de Bibliotecas de Mato Grosso é composto por 154 bibliotecas públicas, sendo uma estadual, 142 públicas municipais e 11 comunitárias.

 

Assessoria de Comunicação 
Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT)

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

“Casas Cuiabanas” são reconhecidas pelo Senado em entrega da Comenda Zilda Arns

Publicado

em

O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges, foi agraciado nesta terça-feira, 10, com a Comenda Zilda Arns, condecoração do Senado destinada a reconhecer indivíduos e organizações que se destacam na área da proteção à criança e ao adolescente. A indicação de Borges foi feita pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) que, em seu pronunciamento, destacou o trabalho do promotor pela viabilização, construção e funcionamento de casas lares em Cuiabá.

Conhecidas como “Casas Cuiabanas”, as casas lares acolhem crianças e adolescentes em situação de risco (ou seja: abandono, negligência, violência) e vulnerabilidade social.  Com uma filosofia moderna, as ‘Casas Cuiabanas’ começaram a ser implementadas em 2014, e apresentam uma nova abordagem aos antigos abrigos das crianças, ofertando atendimento humanizado e individualizado.

Segundo o senador Fagundes, esse projeto “mudou o cenário da proteção infanto-juvenil” em Cuiabá. Hoje, já são sete casas lares em funcionamento. “Uma experiência que vai ganhando notoriedade nacional e que deve ser consignada a outras capitais e cidades brasileiras” – ele frisou.

Em seu pronunciamento, o senador mato-grossense disse o Brasil ainda precisa avançar muito em ações e, sobretudo, na conscientização que cerca os interesses da primeira infância. Ele citou dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância, que fala das desigualdades e mostra que o país ostenta o maior número absoluto de adolescentes assassinados no mundo. “Sem dúvida, uma das mais trágicas violações de direitos que afetam meninos e meninas no Brasil. A cada dia, segundo a UNICEF, 31 crianças e adolescentes são assassinados no País, quase todos meninos, negros, moradores de favelas” – lamentou.

Em uma solenidade altamente concorrida, com a presença inclusive do tenista Gustavo Kuerten, cuja mãe, Alice, foi uma das homenageadas, Borges destacou o trabalho que vem sendo desenvolvido na Capital e em defesa do Estatuto da Criança e do Adolescente, o ECA, e lamentou o que chamou de ‘demonização das ONGs’ perante a opinião pública. Para ele, o reconhecimento é importante para que seja positivada a imagem de organizações que desenvolvem trabalhos de extrema importância social.

“Esse país não está pior do que poderia estar graças à sociedade civil organizada. Então, essa homenagem não é para mim. Essa homenagem é principalmente para o terceiro setor, que sempre foi companheiro do Ministério Público” — afirmou.

Além do procurador-geral de Justiça, receberam a comenda Alice Thümel Kuerten, Associação de Diabetes Infantil, Casa Azul Felipe Augusto, Catedral de Nossa Senhora da Conceição de Campina Grande, Divaldo Pereira Franco, Evanguelia Kotzias Atherino dos Santos, Hospital Pequeno Príncipe, Miguel Antônio Orlandi, Núcleo de Amparo ao Menor e Tânia Mara Garib.

 

Da assessoria

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana