conecte-se conosco



Várzea Grande

Prefeita anuncia a criação da coordenadoria da igualdade racial

Publicado

em

A criação da coordenadoria da igualdade racial, de âmbito municipal, para a promoção da igualdade racial foi anunciada nesta manhã (19), véspera do dia da Consciência Negra, pela prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos. A gestora participou da abertura do III Seminário ‘Diversidade e Relações Étnicos-Raciais’, realizado no Anexo II da secretaria municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, no bairro Jardim Marajoara.

A coordenadoria vai somar forças ao Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (CMPIR) a atuar em consonância com as diretrizes estabelecidas pela Lei nº 12.288, de 20 de julho de 2010, que Instituiu o Estatuto da Igualdade Racial, criando o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (SINAPIR).

O evento, promovido em parceria entre a secretaria de Educação e o CMPIR, tem como objetivo promover a conscientização para superação da desigualdade e discriminação racial, por meio de estratégias que possam ser difundidas, como por exemplo, por meio de políticas educacionais para as relações ético-raciais e de ações que promovam a saúde da população negra na escola. Apresentações culturais também fizeram parte da programação desse dia de debates.

“Tudo isso passa pela educação. Nada mais correto do que integrar a secretaria de Educação, o Conselho e essa nova coordenadoria, para que por meio da conscientização de nossas crianças possamos derrubar todas as barreiras de preconceito que possam existir, não apenas os relacionados à raça, mas também à religião, posição política, opção sexual e classe social. Aqui na Educação formamos cidadãos, e esse futuro precisa ser mais tolerante e aceitar que as diferenças existem e estão aí para diversificar o mundo, as opiniões e os conceitos e nos fazer aprender um pouco mais a cada dia”, disse a prefeita.

A presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Várzea Grande (CMPIR), Tacília Soares da Costa, lembrou que de acordo com dados do IBGE – mais recentes de 2010 – quase 70% da população local se autodeclarou negra e pouco mais de 28%, branca. “Dados como esses, demonstram que Várzea Grande apresenta uma diversidade multicultural rica e que é extremamente necessária a organização de momentos de estudo e reflexão dos profissionais da Educação. Pois eles têm o dever e o compromisso de recontar, valorizar e divulgar os conhecimentos oriundos pertinentes ao saber étnico-racial”.

Ainda como argumentou a presidente do Conselho, mesmo sendo maioria, a população negra segue tendo acessos cerceados, contabilizando os maiores percentuais de população analfabeta, “praticamente o dobro do total observado entre a população branca”, de desempregados e as maiores vítimas de violência. “Conforme o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a possibilidade atual de um adolescente negro ser vítima de homicídio é 3,7 vezes maior do que a de um branco. Mato Grosso está entre os oito estados brasileiros que ultrapassam a marca de 100 homicídios para cada grupo de 100 mil jovens negros. Acredito que dados como esses revelam a presença de uma racismo latente e necessidade urgente em se implantar políticas públicas voltadas à população negra”.

Tacília reforçou ainda que além do anúncio da prefeita de criação de uma coordenadoria, “o que atende a uma antiga reivindicação para promoção da igualdade racial em Várzea Grande”, em 2002, o então prefeito Jayme Campos, sancionou a Lei nº 2.425/2002, instituindo a Semana da Consciência Negra no mês de novembro.

O secretário de Educação, Silvio Fidelis, destacou que a escola pode e deve contribuir para desconstrução do racismo, por meio de práticas educacionais e de atividades inclusivas no ensino-aprendizagem de cada uma das mais de 80 unidades escolares municipais de Várzea Grande. “Os profissionais da Educação são a chave para essa desconstrução. O racismo, de qualquer natureza, leva à exclusão social, à intolerância e faz inúmeras vítimas diariamente. Por isso que momentos como esses, em que podemos fazer uma troca de experiência, adquirir conhecimentos, devem ser aproveitados e valorizados por cada um de nós que fazemos parte da educação pública de Várzea Grande. A excelência no ensino passa pela formação de cidadãos conscientes, livres de ‘pré-conceitos’ e cheios de conteúdo”.

O SINAPIR – O Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir) é uma forma de organização e de articulação voltada à implementação do conjunto de políticas e serviços destinados a superar as desigualdades étnicas existentes no País, prestados pelo poder público federal. Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios poderão participar do Sinapir mediante adesão.

São objetivos do Sinapir promover a igualdade étnica e o combate às desigualdades sociais resultantes do racismo, inclusive mediante adoção de ações afirmativas, formular políticas destinadas a combater os fatores de marginalização e a promover a integração social da população negra, descentralizar a implementação de ações afirmativas pelos governos estaduais, distrital e municipais, articular planos, ações e mecanismos voltados à promoção da igualdade étnica, garantir a eficácia dos meios e dos instrumentos criados para a implementação das ações afirmativas e o cumprimento das metas a serem estabelecidas.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Educação Municipal empossa 83 novos diretores e celebra Gestão Democrática

Publicado

em

Oitenta e três diretores foram diplomados no início da noite dessa quinta-feira, 12 de outubro, pela prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos e pelo secretário municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Silvio Fidelis. Os novos diretores comandarão nos próximos três anos os 22 Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs) e as 61 Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs). A cerimônia ocorreu no ginásio poliesportivo “Júlio Domingos de Campos” e reuniu grande público, estimado pela Guarda Municipal de Várzea Grande, em pelo menos 5 mil pessoas entre alunos, familiares dos empossados e comunidade escolar das unidades de ensino.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos agradeceu ao trabalho desempenhado pelos diretores que deixam o mandato e deu boas-vindas aos novos professores que foram diplomados. “Quero agradecer a todos os professores e funcionários da nossa rede de ensino que trabalham e cuidam das nossas crianças, pois elas são o nosso futuro. Parabéns por se empenharem a cada dia pela busca de uma Educação de excelência, essas crianças são o sonho e o bem mais precioso dos pais e famílias que depositam sua confiança em nós. Quero agradecer àqueles que estão saindo, pelo trabalho, dedicação e comprometimento que tiveram com a educação pública e recepcionar os que estão chegando, com a expectativa que terão pelo próximo triênio. Saibam que vocês têm nesta gestora uma amiga da Educação, que se empenhará para continuar aplicando os investimentos públicos necessários para uma merenda de qualidade, uniforme para todos os alunos, ambiente salutar de ensino, qualificação para o profissional da educação, salários em dia, e, para o ano de 2020 queremos concluir a entrega de um total de 16 novos CMEIs, que está proporcionando a oferta de vagas em creches municipais em mais 5 mil novas vagas. Garantindo assim a tranquilidade das mães que precisam trabalhar”, disse em seu discurso a gestora.

De acordo com secretário municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Silvio Fidelis, os novos diretores passaram por um processo rigoroso de eleição junto às comunidades escolares e ciclo de estudos, conforme estabelece a lei municipal 2.380/2001.

“Priorizamos uma gestão democrática na rede pública municipal de ensino de Várzea Grande onde o diretor é eleito pela comunidade escolar, através do voto direto e secreto de pais e alunos acima de 12 anos. Todos os eleitos são professores efetivos ou estáveis e terão um mandato de 2020 a 2022. Esses diretores eleitos também passaram por um ciclo de estudo que trabalhou pontos importantes como a Dimensão Administrativa, a Dimensão Pedagógica, a Dimensão Financeira e a Dimensão de Gestão de Pessoas. Dirigir uma escola não é uma tarefa fácil, é preciso muita dedicação e foco, pois todos os dias surgem demandas das mais variadas e o profissional tem que estar preparado, ter bom senso, equilíbrio e muita responsabilidade para a tomada de decisão, além de estar alinhado com a metodologia da gestão escolar disciplinar ”, explicou o secretário.

O senador Jayme Veríssimo de Campos prestigiou a diplomação e destacou em seu discurso os avanços alcançados pela gestão. “A atual prefeita Lucimar Campos, faz uma gestão exemplar. Aqui em Várzea Grande o contribuinte vê o dinheiro do seu imposto pago sendo aplicado em obras de qualidade e que beneficiam suas vidas. E, essa regra é aplicada em todos os setores, saúde, infraestrutura, assistência social, desenvolvimento econômico, esportes, lazer e educação. Temos em Várzea Grande escolas municipais premiadas nacional e internacionalmente pela educação de excelência que é uma exigência da prefeita Lucimar Campos. Quero destacar aqui também que a eleição direta para Diretor Escolar faz parte dos pilares e princípios da Gestão Democrática da Rede Pública Municipal de Várzea Grande, que reúne ainda a participação efetiva da população e da comunidade escolar. Hoje, a Gestão Democrática se consolida através do processo de transparência, pela participação de gestores, coordenadores, servidores, pais e alunos, em um esforço conjunto em busca de inovações e avanços no melhoramento do ensino e aprendizagem do município”, declarou o senador.

O presidente da Câmara de Vereadores, Fábio Tardin, falou em nome dos demais vereadores presentes enaltecendo os avanços da educação do município. “Recentemente visitei várias unidades municipais de ensino devido ao projeto aluno-vereador promovido pela Casa de Leis e constatamos que a merenda nas escolas é de qualidade, os alunos estão saudáveis. As unidades escolares estão reformadas dando aos alunos um ambiente de ótimo aprendizado. A educação de Várzea Grande está de parabéns, pelos avanços educacionais e locais de trabalho adequados, com obras e reformas das unidades escolares”.

Representando os diretores empossados, a professora Josiane Maria Campos, da Escola Municipal de Educação Básica “Emanuel Benedito de Arruda”, disse que cada educador da rede de ensino contribui para os bons índices educacionais das unidades escolares. “Nossa prefeita sabe que nós professores somos os pilares da educação, por isso temos investimentos maciços no setor e na nossa formação. Ela também se empenha em buscar parcerias e lançar projetos que trabalham a autoestima das nossas crianças, o que às mantém estimuladas em sala de aula. Só temos a agradecer à gestão da prefeita Lucimar Campos e do secretário Silvio Fidelis por confiar e investir em cada um de nós professores e diretores”.

Os diretores diplomados Gilmar Mussa da EMEB “José Estejo de Campos” e Edézia Domingas Curado da EMEB “Nair de Oliveira Correia” se disseram preparados e estimulados para o próximo triênio. “Dá gosto trabalhar em Várzea Grande. Tenho mais de 20 anos na rede municipal de ensino e utilizo minha experiência para desenvolver um bom trabalho como diretor. Também foco na formação de cidadãos conscientes e críticos. Nossas escolas em tempo ampliado também são exemplos da educação aplicada aqui no município. Hoje em nossa diplomação as comunidades escolares comparecem em peso, vemos as fanfarras, os corais. São fruto do nosso trabalho seja como professor ou diretor”, disse orgulhoso Gilmar Mussa.

A abertura da diplomação contou com a participação do coral da EMEB “Emanuel Benedito de Arruda” que foi acompanhado pela Banda Municipal da Prefeitura na execução do hino de Várzea Grande.

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana