conecte-se conosco


Várzea Grande

Ponto de venda de drogas é fechado pela Polícia Civil em VG

Publicado

em

Em trabalho investigativos contínuos desenvolvidos pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) mais um ponto de tráfico de drogas foi desarticulado pela Polícia Civil. A boca de fumo funcionava no bairro Jardim Paula II, em Várzea Grande.

A ação policial ocorreu por volta das 16h, de terça-feira (09), e resultou de apuração de denúncia anônima recebida informando sobre a atividade ilícita que ocorria no local.

A equipe da DRE, ao entrar na residência, realizou a apreensão de diversas porções de entorpecentes, além de uma arma de fogo (revólver calibre 32) e sete munições de igual calibre.

Conduzido à delegacia, o suspeito Paulo Bernardes de Campos, conhecido como “Homem de Horta”, foi autuado em flagrante nos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e munições de uso permitido.

O traficante já era monitorado por tornozeleira eletrônica em razão de homicídio praticado anteriormente.

Após os procedimentos de praxe, o suspeito será apresentado ao Judiciário, encaminhado para unidade prisional, para deliberação futura resultante de audiência de custódia.

Denúncia – Além do Disque-denúncia via 197, a Polícia Civil disponibiliza canais de comunicação direta e exclusiva para denúncias de tráfico de drogas. Por meio do whatsapp (65) 99989-0071 e email: denunciasdre@pjc.mt.gov.br qualquer pessoa pode passar informações que auxiliem os trabalhos de investigação. O sigilo é absoluto.

 

Por ASSESSORIA

Comentários Facebook

Várzea Grande

UFMT assina e entrega ordens de serviço a construtoras e garante retomada das obras do Câmpus de Várzea Grande

Publicado

em

Foram entregues e assinadas na manhã desta sexta-feira (14) as ordens de serviço que garantem a retomada das obras do Câmpus de Várzea Grande da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A contratação das empresas foi feita a partir de uma concorrência que englobou quatro lotes, totalizando um valor de contrato de R$ 7.908.194,89.

“Esse momento só foi possível devido ao trabalho de articulação entre a Administração da UFMT junto ao MEC para demonstrar a necessidade de retomada da obra para a efetiva implantação do Câmpus”, apontou a reitora da UFMT, professora Myrian Serra.

A construtora Kayabi venceu três lotes e dará sequência às obras da biblioteca, laboratórios, blocos de salas de aula e duas áreas de convivência. Já a LM Engenharia fará obras de um lote, referente a um bloco de salas de aula e duas áreas de vivência.

“A retomada das obras é de suma importância para a consolidação do Câmpus de Várzea Grande e também para o desenvolvimento dos nossos cincos cursos de engenharia, que formarão profissionais altamente qualificados para o mercado nacional”, afirmou o Pró-reitor do Câmpus de Várzea Grande, professor Mauro Lucio Naves Oliveira.

A reitora pontuou também que a retomada das obras é uma grande conquista, uma vez que elas já estão em estágio avançado. “Além disso, ela é muito importante para que os cursos de engenharia, que funcionam provisoriamente no Câmpus de Cuiabá, tenham as instalações próprias para o desenvolvimento acadêmico. Apesar da situação provisória, a Universidade tem envidado esforços para que consiga dar qualidade de ensino aos estudantes. No entanto, é visível que a identidade de discentes, professores e técnicos administrativos do Câmpus só será efetivada com a implantação do Câmpus de Várzea Grande”, prosseguiu a professora Myrian Serra, destacando que a UFMT definiu um projeto pedagógico diferenciado para que as engenharias e áreas estratégicas contempladas pelas graduações contribuam para o desenvolvimento de Mato Grosso.

Retomada

Segundo o secretário de Infraestrutura, Adriano Aparecido de Oliveira, na oportunidade também foi realizada uma reunião de início de obra que apresentou os procedimentos adotados pela Sinfra. “Tendo em vista que o prazo para início das obras é de até cinco dias após o recebimento da Ordem de Serviço, está previsto que os serviços de mobilização e construção do canteiro se iniciem já na próxima semana”, destacou. “A Secretaria de Infraestrutura tem trabalhado para a retomada das obras paralisadas e rescindidas. Através da Reitoria, vice-reitoria e Pró-reitoria de Planejamento [Proplan] tem havido um grande esforço para liberação de recursos de capital junto ao Ministério da Educação”, acrescentou.

O coordenador de Engenharia e Arquitetura, José Guilherme da Silva Moura, setor responsável pela elaboração do Plano de Trabalho para a solicitação dos recursos para conclusão das obras, realização do levantamento dos serviços necessários e projetos complementares, comentou que a coordenação acompanhou de perto o processo licitatório, inclusive dando suporte técnico para a análise das propostas. “Agora, além da fiscalização das obras, a CEA também trabalhará com a elaboração do projetos de arruamento, estacionamento e iluminação externa do Câmpus, obras necessárias e que estão previstas para serem licitadas em 2019”, finalizou.

Jornalista: Michel Lacombe

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana