conecte-se conosco


Cuiabá

Policlínica do Verdão voltará a atender na noite desta quarta-feira (07)

Publicado

em

Em relação ao problema do não funcionamento da Policlínica do Verdão devido à falta de energia, ocasionada por uma pane no transformador, a Secretaria Municipal de Saúde informa que todas as providências já foram tomadas para a retomada dos trabalhos.

Na manhã desta quarta-feira (07), o coordenador da Policlínica do Verdão, Flávio Rangel, atendendo ao pedido do prefeito Emanuel Pinheiro, providenciou um novo transformador para ser instalado na unidade de saúde. De acordo com ele, a equipe de manutenção esteve no local e já efetuou a troca do aparelho. No momento estão verificando cada dependência da Policlínica para constatar se a energia já está funcionando normalmente em todas as salas. O abastecimento de água já foi regularizado com o religamento da bomba d’água.

A previsão é que os atendimentos na Policlínica sejam retomados a partir das 19h. “A equipe da manutenção está passando um pente fino na unidade, para que tudo esteja funcionando perfeitamente até a hora do início do plantão noturno, que começa às 19h. Até lá, se tudo andar como estamos prevendo, o atendimento será retomado ainda hoje”, explicou Rangel.

O problema começou na noite desta segunda-feira (05) e a coordenação da Policlínica acionou imediatamente a equipe da Energisa, que esteve no local para consertar o equipamento. Por volta das 2h da manhã o transformador estourou, deixando a unidade completamente sem energia.

Comentários Facebook

Cuiabá

Análise de proponentes ao Fundo Municipal de Cultura são abertas à sociedade

Publicado

em

Para dar mais transparência à seleção, os mais de 150 projetos proponentes ao edital do Fundo Municipal de Cultura terão a avaliação aberta à classe artística e toda sociedade em 2019. O processo, conduzido pelo Conselho Municipal de Cultura, teve início na quinta-feira (17), no Museu de Imagem e do Som de Cuiabá (MISC). Para este ano o aporte é de R$ 2,1 milhão, valor que supera em mais de três vezes os R$ 515 mil destinados ao setor em 2018.

O secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, destaca que a lisura no procedimento pôde ser observada desde as reuniões que definiram a aplicação dos recursos, realizadas com representantes da classe artística em outubro e novembro. Ele lembra que esta foi uma determinação do prefeito, Emanuel Pinheiro, com o propósito de democratizar o acesso aos recursos, escutando seus fomentadores desde o início do debate.

Outra novidade para este ano é que o trâmite também conta com a participação de técnicos convidados de cada um dos sete setores contemplados. “Nesta fase as pessoas podem apenas assistir ao trabalho. A análise fica a cargo dos conselheiros e técnicos exclusivamente. É uma maneira de dar transparência à avaliação, que também passa a ser mais objetiva”, diz Vuolo.

De acordo com ele, cerca 60 projetos serão escolhidos ao longo do processo seletivo, que se estende até o dia 31. O número corresponde a quase o dobro de beneficiários em 2018, quando 31 proponentes foram escolhidos. Deste total, 24 projetos foram realizados e tiveram contas aprovadas. Outros seis estão em andamento e apenas um ainda não prestou contas.

O edital abrange os segmentos de artes visuais, audiovisual, cultura popular, folclore e artesanato, literatura e humanidades, música e patrimônio histórico. A cada um destes, será destinado o valor de R$ 300 mil, dividido entre projetos individuais e de cunho coletivo. “Para este segundo caso uma das prerrogativas previstas no documento é que a proposta atenda a programação para os 300 anos da Capital. Serão eventos e atividades que contarão nossa história por diferentes formas de expressão.”

Neste contexto é importante destacar o papel do Conselho Municipal de Cultura, que, além de fazer a avaliação, dará suporte e orientação aos proponentes ao longo da execução dos projetos.  É o que explica a conselheira Zilda Barradas. “Os projetos serão escolhidos imparcialmente, já que o método de pontuação não deixa espaço para subjetividade. Portanto, a medida em que os projetos descumpram critérios, eles perdem pontos.”

Estão aptos a participar do processo seletivo proponentes, pessoas físicas ou jurídicas sem fins lucrativos, com atuação cultural comprovada, residentes em Cuiabá, que tenham apresentado propostas a serem realizadas no exercício de 2019, na Capital. O edital prevê ainda que os concorrentes exerçam função diretiva: de produção, gestão ou concepção artística; e/ou de relevância artístico-cultural no projeto.

Depois do fim das avaliações os candidatos terão até o dia 7 de fevereiro para entrar com recursos. Os vencedores do trâmite serão anunciados no dia 10 de fevereiro. Mais informações sobre os horários dos encontros no Misc podem ser obtidas pelo número (65) 3617-1261, da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo.

 

Por André Garcia Santana

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana