conecte-se conosco


Polícia

Policial de Mato Grosso salva mulher que se jogou de ponte

Publicado

em

No final da tarde deste sábado (09.02), enquanto compartilhava momentos de lazer com amigos à margem do Rio Taquari, em Coxim, Mato Grosso do Sul, o soldado da Polícia Militar mato-grossense Ricardo Silva de Oliveira não pensou que teria de entrar em ação para salvar uma vida.

Lotado na Companhia de Polícia Militar Ambiental de Rondonópolis, unidade do Batalhão Especializado Ambiental, Ricardo, 26 anos, acostumado à rotina de fiscalização da pesca e resgate de animais silvestres, foi surpreendido pela cena de uma mulher se atirando da ponte do mesmo rio.

No ato seguinte, lá estava ele em um barco de amigos para alcançar a vítima e retirá-la da água. Ricardo conta que entrou no rio, mergulhou, mas a mulher submergiu por duas vezes antes que ele conseguisse segurá-la e mantê-la com a cabeça fora da água. “Cheguei a pensar que ela já estava morta”, relata.

Ainda dentro do barco o soldado começou a fazer massagem cardíaca até que a vítima recobrasse a consciência e começasse a eliminar a água que havia engolido. O salvamento também contou com a ajuda dos amigos Leandro Farias e Paulo Sérgio.

Logo depois, conta o policial, chegou uma equipe o Corpo de Bombeiros que a levou para o Hospital Álvaro Fontoura. Na manhã deste domingo (10.02), Ricardo recebeu a notícia de que a mulher está bem, recebeu alta hospitalar e encontra-se sob os cuidados de familiares.

O caso

De acordo com o soldado Ricardo, a vítima é uma mulher de pouco mais de 30 anos. Ela teria saído do bairro Senhor Divido em um mototáxi e teria como destino o bairro Piracema. Quando solicitou a corrida pediu ao piloto que a levasse até o Piracema, mas antes, quando passavam sobre a ponte do Rio Taquari, pediu para fazer uma parada. Logo depois de descer a motocicleta entregou o capacete ao piloto e se jogou no rio.

Polícia

Mulher é baleada e atropelada pelo marido de 71 anos

Publicado

em

Mais um caso de feminicídio foi registrado em Mato Grosso neste final de semana. Uma mulher identificada como Magna Alves Gabriel, de 31 anos morreu após ser atingida por vários disparos de arma de fogo e ainda ser atropelada no início da noite de domingo (18), na residência do namorado dela, apontado como autor do crime, em Primavera do Leste (MT).

 

De acordo com as informações, ela chegou a ser socorrida, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu no pronto-socorro. O suspeito encontra-se foragido e foi identificado como José de Carvalho, 71 anos.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que escutaram disparos de arma de fogo. Após ligarem para PM, as testemunhas foram até a rua e presenciaram quando o suspeito atropelou a namorada com a própria caminhonete. Em seguida, o suspeito fugiu com o veículo em alta velocidade.

Imagem: Suspeito de matar a mulher em Primavera do Leste
Suspeito de matar a companheiro em Primavera do Leste – Foto – Rede Social

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e encaminhou a vítima para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Foi constatado ainda pelos militares, que dentro da casa do suspeito havia diversas marcas de tiro no chão e muito sangue. A Perícia Oficial Técnica (Politec) foi acionada e deu início aos trabalhos de investigação.

Magna deixou um casal de filhos, um de 11 anos de idade outro de 13. A Polícia Civil agora trabalha na intenção de prender o suspeito do crime

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana