conecte-se conosco



Polícia

Polícia prende integrantes de quadrilha envolvida em roubos de caminhonetes na fronteira

Publicado

em

Quatro integrantes de uma quadrilha envolvida em roubos de caminhonetes na região de fronteira foram presos, pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (18.10), em ação das Delegacias de Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade (448 e 521 km a Oeste de Cuiabá).

Robson Costa de Araujo Vieira, 27, Jacinto Neto Barbosa dos Santos, 38, Anderson Mateus Pedroso Camargo, 26 e Daniel Gomes de Toledo, 24, foram flagrados em um ponto de venda de entorpecentes em Vila Bela e confessaram a participação no roubo de um veículo na cidade de Conquista D’Oeste.

As investigações iniciaram quando os policiais da Delegacia de Pontes e Lacerda entraram em contado com a equipe da Polícia Civil de Vila Bela comunicando o roubo de uma caminhonete Chevrolet S10, ocorrido na quarta-feira (16), em Conquista D’Oeste, em que os suspeitos estariam deslocando com o veículo com destino a Bolívia.

Durante as diligências para interceptar o veículo, os policiais receberam informações de que a caminhonete foi encomendada por um traficante da Vila Bela, para ser trocado por drogas no país vizinho.

Com base na informação, os policiais passaram a monitorar pontos conhecidos por atuarem como bocas de fumo na cidade, onde foram verificadas fundadas suspeitas na casa de dois traficantes da cidade.

Após mais de 24 horas de vigilância, os policiais flagraram o momento que três suspeitos, com características pessoais semelhantes às passadas pela vítima, chegaram a casa. Diante das evidências, os policiais civis solicitaram o apoio da equipe da Polícia Militar para entrar na residência, onde surpreenderam os quatro suspeitos.

Durante a abordagem, os investigados tentaram resistir a prisão, porém acabaram detidos pelos policiais. Questionados, os presos confessaram a participação no roubo da caminhonete e disseram que o veículo foi levado para Bolívia ainda no dia 16.

Em buscas na casa, os policiais encontraram documentos pessoais de outros dois integrantes da quadrilha, responsáveis pela boca de fumo e também por levar a caminhonete para a Bolívia. Também foi apreendido no endereço, um prato com resquícios de entorpecente, aparelhos celulares de origem duvidosa e dois botijões de gás produto de furto.

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos a Delegacia de Pontes e Lacerda, onde foi lavrado o flagrante pelos crimes de roubo e associação criminosa.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

Operação cumpre 16 mandados suspeitos de roubos a propriedades agrícolas

Publicado

em

Uma operação da Polícia Judiciária Civil, com apoio do Ministério Público Estadual e forças de segurança do estado, foi deflagrada nesta segunda-feira (11.11) para cumprimento de mandados de prisões e de buscas e apreensões contra suspeitos envolvidos em roubos a propriedades rurais, com foco especial na subtração de veículos e insumos agrícolas, em cidades de Mato Grosso. A operação Camuflagem II, coordenada pela Polícia Civil de Sorriso, teve mandados cumpridos nos municípios de Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, São José do Rio Claro, Sinop, Paranatinga e Cuiabá.

A operação é resultado da atuação integrada do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) de Sorriso, Polícia Militar, Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Ciopaer.

Nove pessoas tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos, deferidos pela Comarca da Justiça de Sorriso.

Foram apreendidos materiais utilizados pelo grupo criminoso, como armamento, munições, roupas camufladas semelhantes às usadas pelas forças armadas e equipamentos de vigilância para praticar roubos a propriedades agrícolas. Também foram apreendidos defensivos agrícolas, computadores e diversas anotações.

De acordo com o delegado André Eduardo Ribeiro, que coordena a operação, foram cumpridos 16 mandados de prisões e de buscas, sendo a maioria deles em Sorriso. “O grupo criminoso utilizava-se desses equipamentos apreendidos, roupas camufladas, para facilitar a movimentação e praticar os roubos nas fazendas, especialmente de camionetes e defensivos agrícolas”.

O material apreendido ainda será contabilizado pela Polícia Civil.

Todos os presos na operação serão encaminhados à audiência de custódia e permanecerão à disposição da justiça.

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana