conecte-se conosco


Várzea Grande

Polícia indicia associação criminosa por furtos de mais de R$ 350 mil no Cristo Rei

Publicado

em

Uma associação criminosa responsável por vários furtos qualificados em comércios de Várzea Grande foi identificada em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG). O inquérito policial, coordenado pelo delegado Afonso Monteiro da Silva Júnior, concluído na última sexta-feira (08.03), identificou oito pessoas envolvidas nos crimes, que resultaram no prejuízo de mais de R$ 350 mil somente a empresa Ricardo Eletro.

De acordo com o delegado da Derf-VG, o grupo criminoso possivelmente é responsável por furtos a outros estabelecimentos comerciais de Várzea Grande e Cuiabá e é investigado em outros procedimentos instaurados na Derf-VG.  Na conclusão do inquérito, todos os suspeitos foram indiciados pelos crimes de furto qualificado, associação criminosa e receptação.

Três dos identificados, Eduardo Gonçalo dos Santos, o “Gonçalo”, Vinícius Alexandre de Queiroz, conhecido como “Mussum” e Evandro Fernando de França Dias, o “Vandinho”, tiveram mandados de prisão cumpridos, na operação “Maktub”, deflagrada pela Def-VG, no dia 27 de fevereiro . Entre os outros cinco indiciados, três estão com ordens de prisão preventiva decretadas pela Justiça com base nas investigações.

O trabalho investigativo que desarticulou a associação criminosa iniciou para apurar três ocorrências de furtos contra a empresa Ricardo Eletro, localizadas no Centro e no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande. Os furtos ocorridos entre os meses de setembro e outubro de 2018, eram realizados durante a madrugada, ocasião em que os criminosos faziam buracos nas paredes para entrar nos estabelecimentos. Nas ações criminosas, foram subtraídos vários aparelhos eletrônicos, entre eles, centenas de celulares, televisores e eletrodomésticos, avaliados em mais de R$ 350 mil.

“O inquérito policial foi instaurado e através de minuciosas diligências foi possível verificar que os furtos eram cometidos sempre da mesma forma. Com a análise de imagens, checagens de veículos, oitivas formalizadas, relatórios policiais e demais elementos contidos nos autos, chegamos aos indícios que comprovam o envolvimento dos sete suspeitos identificados”, destacou Afonso.

Diante das evidências, o delegado representou pelos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão contra  os integrantes da associação criminosa, sendo deferidas 12 ordens judicias (6 mandados de prisão e 6 de buscas) pela 4ª Vara Criminal de Várzea Grande, que foram cumpridas na operação da Derf-VG.

Na ação, além  do cumprimento as ordens de prisão contra os suspeitos,Eduardo Gonçalo dos Santos, Alexandre de Queiroz e Evandro Fernando de França Dias, foram apreendidos diversos aparelhos celulares, possivelmente produto dos roubos, que passarão por perícia.

“É de suma importância as prisões, bem como a identificação das autorias dos suspeitos, os quais possuem diversas passagens policiais, deram grandes prejuízos a estabelecimentos comerciais de Várzea Grande e tinham como meio de vida a prática de todo tipo de ilícitos”, destacou o delegado.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Taxistas e representantes dos aplicativos de transportes se reúnem com vereadores

Publicado

em

Os vereadores de Várzea Grande se reuniram na manhã dessa quinta-feira (21.03), para debater as emendas apresentadas pelo vereador Ícaro Reveles (PSB), no Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo, que regulamenta o serviço de Uber e outros transportes executados por meio de plataformas tecnológicas, no município.

Reveles relatou que a reunião contou com a presença dos representantes da Associação dos Motoristas por Aplicativos do Estado de Mato Grosso (AMA-MT), e o Sindicato dos Taxistas de Várzea Grande (Sintavag). Segundo ele, ambas as categorias debateram e chegaram a um consenso sobre as emendas apresentadas na sessão da última quarta (20).

“Reunimos para discutir as emendas que eu apresentei. Então, chegamos a um consenso. Acredito que o projeto agora ficou muito melhor do que estava antes”, afirmou o parlamentar, garantindo que o projeto será colocado em votação na sessão ordinária, prevista para ocorrer na próxima quarta-feira, dia (27.03).

O líder do Executivo na Câmara Municipal, o vereador Pedro Paulo Tolares – Pedrinho (DEM), destacou que os representantes do transporte por aplicativos são favoráveis a regulamentação.

“Os taxistas e os motoristas do transporte por aplicativo concordaram com todos os pontos que foram apresentados. O projeto original dizia que era um carro para 1,5 mil habitantes, com a emenda, retirou essa limitação. Foi discutido também a taxa sobre o TGO que é das operadoras, onde estava no valor de 15 UPFs, ficou para 5 UPFs por veículo. Houve também, a retirada da restrição que impedia servidor público de fazer o serviço de Uber. Já a questão do tempo de uso dos veículos, ficou acordada para 8 anos. Esses foram os pontos mais relevantes da reunião”, apontou.

Também participaram da reunião os vereadores, Rogério França Martins – Rogerinho da Dakar (PV), Gisele Aparecida de Barros – Gisa Barros (PSB), Joaquim Antunes (PSDB), Nilo Campos (DEM), vereador Miguel Angel (PSDB), Claido Celestino Batista, popular Ferrinho (Avante), e os secretários municipais de Governo, Kalil Baracat e de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana de Várzea Grande, Breno Gomes.

Fonte: Assessoria/Adriana Assunção

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana