conecte-se conosco



Várzea Grande

Polícia indicia associação criminosa por furtos de mais de R$ 350 mil no Cristo Rei

Publicado

em

Uma associação criminosa responsável por vários furtos qualificados em comércios de Várzea Grande foi identificada em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG). O inquérito policial, coordenado pelo delegado Afonso Monteiro da Silva Júnior, concluído na última sexta-feira (08.03), identificou oito pessoas envolvidas nos crimes, que resultaram no prejuízo de mais de R$ 350 mil somente a empresa Ricardo Eletro.

De acordo com o delegado da Derf-VG, o grupo criminoso possivelmente é responsável por furtos a outros estabelecimentos comerciais de Várzea Grande e Cuiabá e é investigado em outros procedimentos instaurados na Derf-VG.  Na conclusão do inquérito, todos os suspeitos foram indiciados pelos crimes de furto qualificado, associação criminosa e receptação.

Três dos identificados, Eduardo Gonçalo dos Santos, o “Gonçalo”, Vinícius Alexandre de Queiroz, conhecido como “Mussum” e Evandro Fernando de França Dias, o “Vandinho”, tiveram mandados de prisão cumpridos, na operação “Maktub”, deflagrada pela Def-VG, no dia 27 de fevereiro . Entre os outros cinco indiciados, três estão com ordens de prisão preventiva decretadas pela Justiça com base nas investigações.

O trabalho investigativo que desarticulou a associação criminosa iniciou para apurar três ocorrências de furtos contra a empresa Ricardo Eletro, localizadas no Centro e no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande. Os furtos ocorridos entre os meses de setembro e outubro de 2018, eram realizados durante a madrugada, ocasião em que os criminosos faziam buracos nas paredes para entrar nos estabelecimentos. Nas ações criminosas, foram subtraídos vários aparelhos eletrônicos, entre eles, centenas de celulares, televisores e eletrodomésticos, avaliados em mais de R$ 350 mil.

“O inquérito policial foi instaurado e através de minuciosas diligências foi possível verificar que os furtos eram cometidos sempre da mesma forma. Com a análise de imagens, checagens de veículos, oitivas formalizadas, relatórios policiais e demais elementos contidos nos autos, chegamos aos indícios que comprovam o envolvimento dos sete suspeitos identificados”, destacou Afonso.

Diante das evidências, o delegado representou pelos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão contra  os integrantes da associação criminosa, sendo deferidas 12 ordens judicias (6 mandados de prisão e 6 de buscas) pela 4ª Vara Criminal de Várzea Grande, que foram cumpridas na operação da Derf-VG.

Na ação, além  do cumprimento as ordens de prisão contra os suspeitos,Eduardo Gonçalo dos Santos, Alexandre de Queiroz e Evandro Fernando de França Dias, foram apreendidos diversos aparelhos celulares, possivelmente produto dos roubos, que passarão por perícia.

“É de suma importância as prisões, bem como a identificação das autorias dos suspeitos, os quais possuem diversas passagens policiais, deram grandes prejuízos a estabelecimentos comerciais de Várzea Grande e tinham como meio de vida a prática de todo tipo de ilícitos”, destacou o delegado.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Quatro são presos manipulando entorpecentes no Princesa do Sol

Publicado

em

Em mais uma ação de combate ao tráfico de drogas, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), prendeu quatro pessoas que atuavam com o comércio de entorpecentes em Várzea Grande. Além da prisão dos suspeitos, a ação resultou na apreensão de porções de maconha e pasta base de cocaína e também de apetrechos relacionados ao tráfico.

As diligências iniciaram logo que os policiais da DRE receberam informações sobre uma residência no bairro Princesa do Sol, em Várzea Grande, em que pessoas estariam manipulando entorpecentes. Em monitoramento do endereço, os policiais constataram a veracidade da denúncia, sendo visualizado os quatro suspeitos na área dos fundos da casa.A jovem Karina Letícia dos Santos, 19 e os suspeitos, Thiago da Silva Cruz,19, Altivan Calvario de Barros, 28, e Rafael Venicius Cruz Leite, 26, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Diante das evidências, os investigadores entraram na casa, onde foram apreendidas várias porções de pasta base de cocaína que eram manipuladas pelos suspeitos, além de diversos materiais para preparo do entorpecente, como ácido bórico, uma panela com farelos da substância, e talheres com resquícios da droga.

Na área da casa, também foi encontrado balança de precisão e envelopes plásticos utilizados para embalar o entorpecente, sendo dado voz de prisão aos quatro suspeitos que estavam no local. Em continuidade as diligências, os policiais seguiram para endereços indicados pelos suspeitos, em que estariam guardadas outras porções de drogas.

Em uma distribuidora, no bairro Santa Luzia, de propriedade de Altivan, foi apreendido mais um pedaço de pasta base de cocaína, dinheiro e envelopes plásticos para embalar a droga e na residência de Rafael, no bairro Jardim Alá, Várzea Grande, foi realizada a apreensão de uma porção de maconha.

No final dos trabalhos, os suspeitos foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana