conecte-se conosco



Polícia

Polícia Civil prende cinco suspeitos de integrar quadrilha de roubo de gado

Publicado

em

Foto Ilustrativa

Durante operação foram cumpridos mandados de buscas e apreensões resultado em quatro veículos apreendidos, R$ 14 mil em espécie e R$ 20 mil em cheques e armas de fogo

A Polícia Judiciária Civil de Barra do Garças deflagrou na segunda-feira (18.11) a Operação Boi Bandido 2 para cumprimento de mandados de prisões e de buscas e apreensões contra alvos suspeitos de roubo de gado. A operação conduzida pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças tem como base as investigações do furto de 41 cabeças de gado bovino, ocorrido no mês de outubro em uma fazenda do município.

Cinco suspeitos L.P.M., N.S.S., N.R.K. e J.I.M.V. e N.C.S.J. tiveram as ordens de prisões cumpridas, após terem a participação identificada na ação criminosa.
O gado furtado da fazenda em Barra do Garças foi recuperado logo após o crime, em outra propriedade também na região, ocasião em que foram realizadas as prisões em flagrante de dois suspeitos, que na época foram liberados em audiência de custódia.

Segundo o delgado da Derf Barra do Garças que coordenou as investigações, Nelder Pereira Martins, as provas colhidas durante a investigação trouxeram evidências de que os suspeitos compunham uma quadrilha de roubo, com crimes reiterados e modus operandi similar na prática criminal. Dentre os suspeitos identificados, está um funcionário da propriedade. O delgado representou pelos pedidos de prisões dos envolvidos, inclusive dos que foram detidos em flagrante na ocasião do furto.

Os mandados de buscas e apreensões foram cumpridos em uma fazenda onde foram localizadas as reses e em comércios suspeitos da venda de gado abatido clandestinamente. Foram apreendidos também veículos dos suspeitos do crime, sendo duas caminhonetes e dois veículos de passeio.

Nas residências dos suspeitos, os policiais apreenderam outros materiais como duas armas de fogo (um revólver e uma espingarda calibres 38); R$ 14 mil em espécie, não declarados e sem comprovação da origem; mais de R$ 20 mil em cheques e documentos diversos.

O crime

Em 21 de outubro, 41 cabeças de gado bovino foram furtadas de uma propriedade rural do município de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá) e recuperadas pela Polícia Judiciária Civil com apoio da Polícia Militar, poucas horas após o crime.

A ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtosde Barra do Garças com apoio da Delegacia de General Carneiro resultou em dois homens presos e na apreensão de vários objetos utilizados para abate clandestino de gado. Os suspeitos, N.R.K. e V.V.A., foram autuados em flagrante por furto qualificado (abigeato) e associação criminosa.

O furto ocorreu na Fazenda Agropecuária de Barra do Garças SA. Na ocasião, os autores usaram um veículo tipo caminhão para o transporte dos animais.

O rebanho confinado foi localizado na Fazenda Jatobá.

Redação

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

PM prende homem que atraiu menina para dentro de carro oferecendo dinheiro

Publicado

em

Em uma ação rápida, policiais do 4º Batalhão de Várzea Grande identificaram e prenderam, no final da manhã de hoje(13), o homem que por duas vezes consecutivas tentou obrigar uma menina de 7 anos a entrar em seu carro.

A prisão ocorreu no bairro Figueirinha, região do bairro Vila Artur, onde ocorreu o fato, depois da denuncia da avó da vítima. A menina contou que quando se dirigia para o supermercado vizinho da casa de sua família o suspeito se aproximou e lhe ofereceu R$ 50. Ele queria pagar para que ela entrasse no veículo, um Kia Soul. A criança recusou e voltou para casa. A avó relatou que saiu na porta e chegou a ver o carro deixando o local.

Minutos depois, quando estava indo a padaria, também próxima de onde mora, o mesmo homem, no mesmo carro, novamente a importunou com a mesma proposta e ainda sugeriu que entrasse rápido no carro para que a avó não pudesse ver. Dessa vez ele fugiu ao perceber que algumas pessoas que estavam na panificadora saíram na rua para verificar o que estava acontecendo.

Ao ser localizado pelos policiais militares, F.M.C.(35), negou que tivesse abordado a criança. Todavia, reconhecido pela menina acabou confessando a oferta de dinheiro, mas argumentou “não fiz nada”.

O homem foi conduzido à Central de Flagrantes de Várzea Grande. O carro dele acabou sendo apreendido porque estava com o licenciamento(CRLV) vencido.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana