conecte-se conosco



Cultura

Pantanal Shopping inaugura mostra cultural interativa em celebração aos 300 anos de Cuiabá

Publicado

em

A cultura popular cuiabana e os 300 anos da capital mato-grossense serão destaque na mostra de artes integradas “Casarão 300 anos” do Pantanal Shopping. O centro de compras em celebração ao aniversário de Cuiabá preparou um espaço cultural interativo e gratuito que contará a história cuiabana por meio de música, artes visuais, fotografia, literatura, audiovisual e cultura popular. A abertura acontecerá nesta sexta-feira (15.03), às 19h, no segundo piso e contará com apresentação de Siriri e Cururu do Grupo Flor do Campo.

Durante 30 dias o Casarão 300 Anos contará um pouco da história da capital mato-grossense por meio de exposições permanentes (artesanato, cerâmica e artes plásticas), e apresentações de músicas, literatura e filmes regionais.

Segundo a curadora da mostra, Alessandra Barbosa da Silva, o objetivo é de preservar, divulgar e homenagear a diversidade cultural cuiabana, em suas várias formas de expressão, em especial, as comemorações dos 300 anos da capital, alicerçada pela sua cultura popular.

“O Casarão 300 Anos será uma vitrine no shopping, que dará oportunidade para que artistas, criadores, promotores, agentes, produtores de cultura, interajam com o movimento urbano do centro de compras, estreitando os laços entre os moradores cuiabanos natos ou de coração”, pontua.

A gerente de marketing do Pantanal Shopping, Ticiana Pessoa, complementa ainda que o evento será uma oportunidade dos clientes do mall terem acesso a diversidade cultural cuiabana. “Além de homenagear nossa linda Cuiabá, queremos ao mesmo tempo, levar a cultura cuiabana para as diversas pessoas que passam diariamente no empreendimento. Esperamos que todos aproveitem esses 30 dias de programação para conhecerem mais sobre a rica cultura da nossa cidade”, afirma.

EXPOSIÇÃO DE ARTE – No casarão estarão expostas obras de artistas cuiabanos em diversos segmentos. Nas artes visuais, haverá obras, em sua fase sacra, do artista Clóvis Irigaray, obras do arquiteto e desenhista urbano ou “urban sketchers”, Carlos Pina, fotos do fotógrafo, Raí Reis e as peças da artista Rosylene Pinto.

ARTESANATO – No artesanato serão expostos relicários do “Bendito Santo” da artista, Adriana Millano e as peças em cerâmica da Associação Ceramistas do Mato e do São Gonçalo Beira Rio.

MÚSICA – Está previsto ainda que em todas as sextas-feiras haverá atrações musicais. No dia 15 de março, abertura da mostra contará com a apresentação de Siriri e Cururu comandada pelo Grupo Flor do Campo. No dia 22 de março será a vez do Grupo regional Os Originais. No dia 29 de março a apresentação será do cantor Roberto Lucialdo. Em abril, no dia 05, a cantora Vera Capilé e o violonista André Balbino se apresentam. No dia 12 de abril acontecerá o sarau literário com as poetisas Bia Correia, Janete Manacá, Maria Clara Bertulio e o escritor e performer Neneto de Arruda e Sá e convidados.

 Ainda no dia 08 de abril – Aniversário de Cuiabá – haverá apresentação do cantor Guapo com o melhor do rasqueado e música de fronteira, que fará referências à capital cuiabana antes da divisão do Estado. O artista ainda lançará seu livro de contos e poesia chamado “Um pé de verso… E outro de cantiga”.

LITERATURA – A programação também prevê todos os sábados – 16, 23, 30 março e 06 de abril – a partir das 16h, Contação de Histórias com a artista, Alice Oliveira, que trará um repertório de histórias, lendas e contos de Cuiabá, que promete agradar todas as idades.

CINEMA – Todos os domingos serão exibidos filmes de ficção, animação e documentário de realizadores mato-grossenses, produzidos desde a década de 1990. As exibições são resultado de parceria entre os realizadores, Cineclube Coxiponés/PROCEV/UFMT e MISC. Na programação teremos filmes dos realizadores, Glória Albuês, João Manteufel, Marcelo Okamura, Severino Neto, Danielle Bertollini, Luiz Marchetti, Leoniê Vitorio, J. Astrevo, Carol Araújo e Fabrício Carvalho.

O Casarão 300 Anos ficará em exposição até o dia 15 de abril no Pantanal Shopping.

SERVIÇO

O quê: Abertura Casarão 300 Anos com apresentação de Siriri e Cururu do Grupo Flor do Campo.

Quando: sexta-feira (15.03)

Horário: às 19h

Onde: 2 piso do Pantanal Shopping

ÍconePress Assessoria de Imprensa e Agência de Conteúdo

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Orquestra CirandaMundo exibe a Sinfonia do Novo Mundo nesta quinta-feira (30)

Publicado

em

A | A

A Orquestra Sinfônica CirandaMundo, sob regência do maestro Murilo Alves, sobe ao palco do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros no próximo dia 30 de maio, às 20h, para mais um concerto da Série Cerrado. A entrada é 1kg de alimento, entregue no dia da apresentação.

O repertório reserva a Sinfonia Nº. 9 em Mi menor (Op. 95), popularmente conhecida como Sinfonia do Novo Mundo, do compositor checo Antonín Dvorák, obra composta no ano de 1893 quando Dvorak já vivia nos Estados Unidos.

Organizada em quatro movimentos – Adagio, Allegro Molto; Largo; Scherzo: Molto vivace; Allegro con fuoco – a Sinfonia do Novo Mundo é a mais conhecida de Dvorák, tendo sua estreia no Carnegie Hall de Nova York, no mesmo ano em que foi composta, em comemoração ao quarto centenário da descoberta da América, fato que deu nome à obra.

“É curioso salientar que Dvorák escreveu essa obra-prima quando vivia nos EUA. Mesmo muito encantado com a América, é possível notar traços de suas raízes tchecas. Essa abundância de influências fica evidente em vários momentos, quando temas americanos dialogam com os eslavos e a obra apresenta um tom mais trágico. Não por acaso a escolha de um tom menor (mi menor) para dar base à sinfonia”, explica Murilo Alves.

Formada por professores e estudantes proeminentes do Instituto Ciranda – Música e Cidadania, A Orquestra Sinfônica Ciranda Mundo integra os jovens que mais se destacam durante as aulas e os proporciona experiências profissionais e práticas coletivas.

“Hoje, a Orquestra Sinfônica CirandaMundo é uma das mais ativas do Estado. Com temporadas pré-definidas e repertórios sinfônicos bem elaborados, sua qualidade técnica e artística vem superando as expectativas a cada temporada. Estamos no caminho certo”, ressalta Murilo.

Instituto Ciranda

“Tocando vidas”, este é o lema adotado pelo Instituto Ciranda – Música e Cidadania que, há 16 anos ininterruptos, desenvolve um programa de educação musical dedicado a crianças e adolescentes em idade escolar. Em 2019, serão aproximadamente mil jovens atendidos em polos de ensino distribuídos pelo Estado. São eles: A sede em Cuiabá (bairros Boa Esperança), João Carro e Água Fria (zona rural de Chapada dos Guimarães), além do novo polo na cidade de Chapada, Rondonópolis (vale ressaltar que nesse polo já existe uma orquestra atuante no município), Poconé (em parceria como Sesc Pantanal) e o polo Prounim Unimed (em Cuiabá).

Parte das primeiras gerações de instrumentistas formada pelo Instituto Ciranda, hoje, ensina para novas gerações de músicos teoria e técnicas, leitura de partituras e prática em conjunto. “Acreditamos muito na música como instrumento de transformação social e, pensando assim, já estamos no 16° anos de atividades. Desde sua criação, em 2003, a instituição vem transformando vidas ao tempo em que forma novas plateias, novos instrumentistas, professores e cidadãos”, comemora o maestro Murilo Alves, presidente do Instituto.

O Instituto Ciranda – Música e Cidadania é um dos 32 Pontos de Cultura apoiados pelo Governo de Mato Grosso via Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer.

Serviço

Tema: Orquestra Ciranda Mundo exibe a Sinfonia do Novo Mundo

Local: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros

Quando: 30/05 (quinta-feira)

Horário: às 20h

Quem pode participar: Livre para todas as idades/ Entrada 1Kg de alimento entregue no dia do concerto

Outras informações: (65) 3623-1239

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana