conecte-se conosco



Polícia

Operação integrada combate crimes nas proximidades de rodovias federais

Publicado

em

 

A fase ostensiva da Operação Salutem, com foco no combate a crimes nas regiões próximas a rodovias federais, foi lançada nesta quinta-feira (16), no trevo da Rodovia Mario Andreazza com a Estrada da Guarita, em Várzea Grande. A ação integrada é realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), em parceria com outros órgãos estaduais e municipais, com o emprego total de 100 agentes, 45 viaturas policiais e dois helicópteros.

O objetivo é promover a prevenção e repressão imediata aos crimes de roubos e furtos de veículos e cargas, adulterações de sinais de identificação veicular, tráfico de entorpecentes, transporte irregular de cargas, porte ilegal de arma de fogo, descumprimento de medidas sanitárias, entre outros. Para isso, a Sesp conta com a parceria da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT).

São contemplados nesta operação os municípios da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) II: Várzea Grande, Nobres, Jangada, Rosário Oeste, Nossa Senhora do Livramento e Poconé.

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp-MT, coronel PM Victor Paulo Fortes, explica que as ações ocorrem tanto nos locais de acesso às rodovias federais quanto os bairros do entorno. “Serão feitos bloqueios, saturação, cumprimento de mandados, enfim, fiscalizações e combate a crimes diversos, contando com a integração de todas as forças de segurança e outros órgãos”.

O comandante da Polícia Militar (PM-MT), coronel Jonildo de Assis, afirma que a atuação em conjunto é fundamental para o sucesso da operação. “Queremos propiciar ao cidadão a presença da polícia nas ruas, e esta é uma iniciativa importante que contribui para o fortalecimento das ações policiais”. O superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Francisco Elcio, endossa. “Se não integrarmos as forças, não conseguiremos vencer o crime. Com a junção de esforços, os trabalhos se complementam e apresentam melhor resultado”.

Crimes envolvendo veículos automotores também serão focados pela Salutem, como explica o titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERFVA), Diego Martimiano. “O intuito é contribuir com a segurança pública e reduzir os índices criminais relacionados a roubos, furtos e receptação de veículos, além de constatar possíveis adulterações de sinais identificadores”.

Fiscalização de cargas

Agentes do Indea-MT também atuarão na operação. “Serão fiscalizadas cargas de produtos de origem animal e vegetal, e é uma oportunidade boa que temos de trabalhar a conscientização também dos condutores nesse sentido”, ressalta o assessor técnico da presidência, Max Campos.

O comandante do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), tenente-coronel Juliano Chiroli, fala sobre a eficácia do apoio que a equipe dará ao longo da operação. “Montamos uma estrutura nas aeronaves que disponibilizamos de filmagem, que possibilitará a visualização das áreas adjacentes aos bloqueios e fornecimento das informações para as equipes de solo”.

A importância da integração também foi frisada pelo comandante-geral adjunto do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), coronel BM Vanderlei Bonoto. “Dessa forma, conseguiremos atender as demandas e dar uma resposta à sociedade, e as equipes do CBM estarão de prontidão para atender as ocorrências necessárias”.

Capacitação

Os profissionais que atuam na Operação Salutem receberam capacitação, entre os dias 1º e 30 de abril, a respeito de identificação veicular e documental. Participaram desta primeira fase 92 pessoas, entre agentes de fiscalização de trânsito dos municípios, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da PRF e do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran). “Estão todos preparados para atuarem conosco na fiscalização de trânsito, checagem de documentação veicular e de condutores, visando à segurança de todos”, destaca a gerente de Fiscalização do Detran, Kerollain Pacheco.

A operação é realizada de forma integrada pelas Polícias Militar (PM-MT), Judiciária Civil (PJC-MT), Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Detran, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Indea, Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) e Guarda Municipal de Várzea Grande.

Nara Assis | Sesp-MT

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

PM desarticula organização criminosa e apreende 40 tabletes de droga

Publicado

em

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prenderam uma mulher na noite desta sexta-feira (24.05) e apreenderam três menores de idade durante uma abordagem no bairro São Mateus, em Várzea Grande. Com o grupo foeam apreendidos 41 tabletes de maconha, quatro  tabletes de pasta base de cocaína, cinco porções de maconha, uma porção de pasta base de cocaína, um rádio comunicador e duas balanças.

Os militares foram informados que havia um terreno abandonado com entorpecentes enterrados no local. A polícia flagrou um grupo de pessoas no local, os suspeitos tentaram fugir mas foram contidos.

Com a ajuda do cão policial, foi encontrado na mochila de  S.B.M., (29), três tabletes de pasta base de cocaína, duas balanças, caderno de anotações de venda de entorpecentes e material de acondicionamento de drogas. Ela disse que havia acabado de chegar para fazer uma entrega. Acrescentou que na sua residência teria mais drogas e que seria de organização criminosa. No local, os policiais encontraram a droga escondida embaixo da cama.

Com os menores I.T.A., (14), F.T.A., (17) e J.V.C.M., (17), foram encontrados entorpecentes que segundo o trio, seria vendida no bairro e região. Todos foram encaminhados à Central de Flagrantes de Várzea Grande.

Fonte: Assessoria

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana