conecte-se conosco


Artigos

O futuro é agora

Publicado

em

Chegamos aos 300 anos! Sob os ventos prósperos da renovação Cuiabá mira no futuro para escrever novos capítulos de sucesso em sua história tricentenária. De clima quente e povo acolhedor a Cidade Verde, ostenta sua riqueza cultural na vivência de mais de 600 mil cuiabanos, de chapa e cruz ou paus rodados. É esta gente que faz Cuiabá. Para além das riquezas, da cultura e da arquitetura que a caracterizam, a cidade vive daqueles que nela vivem. Daqueles que conhecem as delícias da terra mas que, sobretudo, entendem e respeitam sua importância. Avançamos sem perder o charme e os traços de outrora.

Foi assim que antiga e longínqua Vila Real do Bom Jesus de Cuiabá, ainda reverenciada, deu lugar a uma auspiciosa Capital. Terra dinâmica, berço da cultura mato-grossense e coração do agronegócio brasileiro, pulsante na mistura de tradição, novidade e oportunidade. E estamos preparados para mais. Prontos para moldar o futuro e deixar aos cuiabanos que ainda nascerão o legado do desenvolvimento.

Mérito alcançado pelas mãos trabalhadoras de nossa gente, que, sem perder o sorriso no rosto, se dispõe todos os dias a construir, acolher e compartilhar. Chegamos aos 300 anos. Três séculos perpassados pelos sabores de Maria Isabel, de farofa de banana, de chá co bolo. Três séculos testemunhados por Dom Aquino, Silva Freire, Rubens de Mendonça, Maria Taquara, Mestre Inácio, Dona Eulália e tantos outros que deram à cidade a cara que ela tem hoje. E é assim, sem esquecer a glória do passado, que nos projetamos para tempos ainda mais promissores.

Estes são os meus votos de aniversário. Viva Cuiabá! Viva os cuiabanos!

Emanuel Pinheiro, prefeito da Capital.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Artigos

Parabéns Barra do Bugres pelos seus 75 anos!

Publicado

em

 

Sou filho desta terra, nasci em 31 de março de 1976, em uma propriedade rural, na comunidade Santana D’Oeste, em Barra do Bugres. Sou filho do saudoso produtor rural Aureliano Francisco de Lima, e da professora Marilene Guarnieri de Lima. Muito cedo passei a morar na sede do município onde fui engraxate, vendi picolé, limpei lotes, trabalhei em serraria, fui guarda mirim, servente de pedreiro, trabalhei em mercearia, e hoje empresário. Tenho orgulho de minha trajetória e principalmente da minha cidade.

Podemos, dizer que o Estado de Mato Grosso é a Unidade Federativa de maior importância dentro do complexo de produção de proteínas e fibras, e a Região de Barra do Bugres e as cidades circunvizinhas, juntas, se transformam num pedaço considerável neste contexto. Com muito suor os barra-bugrenses são os responsáveis por isso, independente da atividade que cada um desenvolve.

Barra do Bugres é um lugar de muitas histórias e de homens corajosos. Desde a chegada, em 1878, de Pedro Torquato Leite Rocha, procedente de Cuiabá, acompanhado de seus familiares, passando por Nicolau Gomes da Cruz; Major José Cassiano Correa; Capitão Tiburcio Valeriano de Figueiredo, – que foi um dos Comandantes da Guerra do Paraguai; Manoel de Camois Borges e vários outros até os dias de hoje. Nestas paradas dos encontros das águas dos Rios Paraguai e Bugres, sempre habitou e ainda habitam pessoas fortes, trabalhadoras e de visão de futuro, tanto que desta região sempre se extraiu riquezas que contribuíram e ainda contribuem muito para a sustentação e prosperidade do nosso Estado de Mato Grosso e do Brasil.

Desde o final do século XIX e começo do século XX, com o ciclo da exploração vegetal, com a extração da poaia, da borracha nativa, de madeiras de lei, principalmente o cedro, mas também da extração de diamante e ouro, esta região contribui com a grandeza e a riqueza do nosso estado. Estes ciclos influenciaram na formação populacional do município e da região, por isso a grande diversidade étnica, quilombolas, indígenas, migrantes do sul, sudeste e nordeste do país, além dos mato-grossenses tradicionais que investiram no município e por aqui fincaram raízes. Também se contemplam nessa região muitas outras histórias de bravuras, pois, não podemos esquecer que em 1926, o lugar foi palco de batalhas. Os moradores locais enfrentaram “os revoltosos da Coluna Prestes” que, sob o comando de Siqueira Campos, invadiram a cidade e pelo menos “15 valorosos homens tentando defender a cidade, perderam a vida, bem aqui, às margens do Rio Paraguai com o Rio Bugres”, e apesar da história registrar que a vila foi saqueada e incendiada como uma fênix, a então Vila Barra do Rio Bugres renasceu maior e mais forte.

Barra do Rio Bugres que mais tarde viria a ser Barra do Bugres, com o Decreto n°. 545, se transforma neste importante município, com seu território desmembrado dos municípios de Diamantino, Cáceres e Rosário Oeste; e que mais tarde ainda dá origem a outros novos e importantíssimos municípios de Mato Grosso, que são os casos de Porto Estrela, Nova Olímpia, Denise e Tangará da Serra. Desde o primeiro prefeito, o professor Alfredo José da Silva, passando por todos que o sucederam até o atual, o senhor Raimundo Nonato de Abreu Sobrinho, muitas coisas mudaram, menos a bravura e coragem de seu povo.

Por conta da comemoração de seus 75 anos no dia 19 de abril, nos leva a refletir que o momento é de pensarmos no futuro, e que o nosso município precisa de novos investimentos (público e privado), para gerar emprego e renda para nossa gente. Precisamos de melhorias consideráveis na Saúde, na Educação e na Segurança Pública. Nossa logística também é outra questão que precisa ser levada em consideração, pois o nosso povo trabalha e produz, logo, ter estradas dignas é o mínimo que se exige. Não há milagre, é trabalho e investimentos. E, de trabalho a nossa gente não tem medo, por isso, neste momento que completamos 75 anos, venho aqui parabenizar nossa gente que fez e que faz por esta terra, e assim dizer: que mais que desejar dias melhores, devemos trabalhar com coragem e afinco para isso.

Francisco Guarnieri é empresário em Barra do Bugres/MT.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana