conecte-se conosco


Cuiabá

Novo Pronto Socorro entra na reta final de ajustes para sua inauguração

Publicado

em

A Comissão Técnica criada especialmente para a implantação do Hospital Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC) – Dr. Leoni Palma Carvalho, reuniu-se na manhã desta quarta-feira (05) com o prefeito Emanuel Pinheiro para que cada equipe estratégica apresentasse o andamento de suas ações. De acordo com o gestor, os próximos 15 dias serão de ajustes, fechamentos e adequações para a abertura da unidade hospitalar.

“Eu estou muito feliz, pois todas as áreas cumpriram o prazo. As matrizes estão trabalhando em um ritmo intenso, frenético. A bem da verdade, estamos fazendo em quatro meses o que se faria normalmente em 18 meses. Estamos mostrando determinação, garra, comprometimento, um foco fora de série, que está impressionando técnicos do Brasil inteiro, inclusive o Governo Federal”, comemorou Pinheiro.

O prefeito comentou que continuará diariamente vistoriando a obra, a chegada de equipamentos e a instalação. “Vou continuar estabelecendo metas e prazos para todas as matrizes. O trabalho que já estava intenso terá o ritmo ainda maior, inclusive na cobrança dos prazos e metas. Não teremos fim de semana, feriado, não vamos parar. A saúde de Cuiabá não pode esperar”.

Ele disse ainda que a data combinada com o Palácio do Planalto para a vinda do presidente Michel Temer, estabelecida na reunião que aconteceu na última semana e que foi coordenada pelo ministro Carlos Marun, ficou entre 26 e 29 de dezembro. O prefeito enfatizou a satisfação por Cuiabá ter sido uma das poucas cidades que cumpriram o prazo de entrega da documentação para ter acesso ao recurso do Governo Federal. “Muitas cidades grandes e de médio porte e até mesmo capitais perderam o direito de serem contemplados no programa “Desafio Chave de Ouro” porque não cumpriram prazos, não tinham projetos ou os projetos foram indeferidos. Cuiabá foi uma referência. Entregamos a tempo todo o trabalho técnico, que teve a aprovação unânime dos técnicos do Ministério da Saúde e que não sofreu um questionamento sequer. Nenhuma inconsistência foi detectada no nosso projeto tanto que os recursos para os equipamentos já foram passados. Estamos agora focados em estar com o Pronto Socorro finalizado e equipado para a inauguração no fim deste mês, em benefício da população cuiabana e mato-grossense”, revelou.

Emanuel fez questão de ressaltar novamente seu contentamento em relação ao processo de licitação dos equipamentos, que teve um resultado altamente satisfatório. “Nossa licitação foi um exemplo de transparência, lisura, seriedade e de livre concorrência. Mais de 150 empresas e indústrias do Brasil inteiro participaram do certame e cerca de 50 ganharam. Isso sem nenhuma discussão judicial, sem impugnação, o que mostrou toda a lisura do processo”, finalizou.

Fonte: Roberta Penha

Cuiabá

Prefeito determina que secretário faça devolução de pagamento

Publicado

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, determinou que o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, faça a devolução imediatamente dos valores recebidos em apenas uma parcela dos acertos de verbas retroativos que vinham sendo discutidos desde 2003.

Ao tomar conhecimento da situação, o prefeito determinou a devolução imediata do pagamento feito em apenas uma parcela. A partir dessa devolução, o secretário irá receber o valor de direito, mas de forma parcelada a partir do próximo mês.

“Na minha gestão, todos os servidores da Prefeitura de Cuiabá são iguais. Se o pagamento de um direito adquirido é feito de forma parcelada para todos os funcionários, um secretário, mesmo sendo servidor efetivo, tem que receber o mesmo tratamento de qualquer outro servidor. Por isso, determinei ao secretário de Mobilidade Urbana a devolução imediata do pagamento”, afirmou.

Conforme divulgado na imprensa nesta semana, o secretário Antenor Figueiredo recebeu subsídio de R$ 142,3 mil no mês de março, com dois pagamentos, sendo um de R$ 106,9 mi, e outro de R$ 35,3 mil. A Secretaria de Gestão explicou que o montante é referente ao pagamento do salário, 13° salário (o secretário faz aniversário no mês de março), além do valor de direito adquirido pelo gestor, que é auditor fiscal de carreira desde 1983. Porém, o pagamento deveria ser feito de forma parcelada.

Com a determinação do prefeito, o secretário terá que devolver imediatamente, somente o valor do direito adquirido de acertos de verbas

HISTÓRICO

Desde 2018, a administração tem regularizado a vida funcional dos servidores, dando andamento a processos suspensos e/ou interrompidos por questões administrativas, e garantindo o pagamento de direitos já reconhecidos. Centenas de servidores já foram beneficiados pela ação, que conta com o trabalho de um setor específico e hoje pode ser feita eletronicamente, dando celeridade aos pagamentos.

Os pagamentos são feitos por meio de parcelamento ou em parcela única, a depender de seus valores. Neste caso, contudo, uma falha no trâmite da Secretaria de Gestão resultou na liquidação em apenas uma vez. “É importante destacar que os procedimentos passam pela Procuradoria Geral do Município (PGM) e Controladoria Geral, que reconhecem o direito de recebimento dos servidores”, explicou a secretária de Gestão, Ozenira Félix.

O objeto do pagamento para o secretário corresponde a acertos de verbas retroativas de direitos que vinham sendo discutidos desde 2003. Este número, portanto, decorre de quase 15 anos retroativos, somados ao seu salário atual e ao 13° salário.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana