conecte-se conosco


Cultura

Nos palcos do The Voice Brasil cuiabana ganha destaque

Publicado

em

A capital mato-grossense tem revelado diversos talentos nos últimos anos no reality show musical The Voice Brasil, da Rede Globo. Quando se fala em Cuiabá, a presença feminina nos palcos tem sido predominante e nesta 7ª temporada, não foi diferente.

Dona de uma técnica de canto inegável, com afinação e timbre únicos, a cuiabana Laís Yasmin é a personagem desta quinta-feira (13) da coluna “Orgulho Cuiabano”.

Lais Yasmin nasceu em Cuiabá, tem 27 anos e canta desde os 5 anos de idade. Em sua trajetória já gravou quatro álbuns com reportórios variados entre regravações de artistas consagrados e belas canções autorais, a mais conhecida “Eu só queria te amar” cantou em sua estreia no programa levando os jurados e o público ao delírio. Laís foi a primeira escolha do cantor Michel Teló, seu capitão na disputa.

A música escolhida para sua primeira apresentação tem mais de nove milhões de visualizações no Youtube e foi tema de abertura da novela turca “Mil e Uma Noites” – reproduzida em mais de 50 países -, veiculada no Brasil pela Band, em 2015.

Atento aos verdadeiros talentos regionais em todos os segmentos, o prefeito Emanuel Pinheiro elogiou a performance da cantora e a parabenizou por levar o nome de Cuiabá em rede nacional.

“Agora o Brasil tem a oportunidade de conhecer a encantadora voz de Laís e Cuiabá entra em evidência mais uma vez na diversidade de talentos sendo descobertos pelo programa. Para nós é motivo de orgulho saber que nossa gente vem sendo representada nacionalmente cada vez mais em programas de televisão. Esperamos que todo o mundo descubra o quão bom é a nossa Capital e que temos muito o que mostrar”, orgulha-se o prefeito.

Para representar bem a disputa, Laís garante que as referências adquiridas aqui fazem a diferença em sua performance nos palcos.

“Minhas raízes estão em Cuiabá, cresci ouvindo música sertaneja junto com minha família, a cidade e o estado sempre me acolheram. Tenho muito amor por essa cidade e por suas belezas naturais. Eu cresci pescando no Pantanal e lá é onde me imagino quando quero acalmar meu coração, naquele pôr do sol espetacular e um lindo céu estrelado que não existe em nenhum outro lugar do mundo”.

Mesmo morando em São Paulo, Laís leva a bandeira cuiabana pelos lugares onde passa e agradece aos cuiabanos por todo apoio em sua trajetória. ”Quero agradecer a todos da minha terra amada, obrigada pelo carinho e pela torcida, eu amo vocês! Está sendo a realização de um sonho, cada dia que subo naquele palco é uma experiência nova e meu coração se enche de gratidão por estar ali. Estamos juntos! Desejo um ótimo mandato ao prefeito Emanuel Pinheiro. Tudo que eu quero é que minha cidade cresça sempre mais em todas as áreas, segurança, saúde, educação. O futuro de Cuiabá promete ser lindo, com a graça de Deus”, conclui Laís.

 

 

Comentários Facebook

Cultura

Ciranda de Crioula leva sarau, música e dança ao Misc

Publicado

em

POR  ANDRÉ GARCIA SANTANA

 

Em consonância com o mês da Consciência Negra o Museu de Arte e do Som de Cuiabá (Misc), recebe o 10º encontro do Ciranda de Crioula, no sábado (17). Poesia, música, samba de roda, umbigada e oficina de dança compõe a programação do evento, realizado em paralelo a exposição coletiva “Bença”, que reverencia o saber popular por meio do resgate de sabedorias transmitidas de geração a geração.

É o que explica uma das participantes do encontro e curadora da mostra, Paty Wolff. “A Ciranda é um evento que já ocorre há pelo menos três anos, com encontros periódicos. O evento foi crescendo e hoje reúne poesia e oficinais.Todos esses elementos estão em conversa com a exposição, por isso decidimos trazê-la de volta pra cá, reforçando toda essa proposta”, explica.

De acordo com a organização, o samba de roda é reconhecido como Patrimônio Imaterial pelo Instituto Histórico e Artístico Nacional – IPHAN e pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Sendo uma expressão musical, poética e festiva das mais importantes e significativas da cultura brasileira.

Passada através de gerações, sobretudo através das mulheres para as crianças, a experiência primordial no samba proporciona bem-estar no corpo, na alma, em toda a nossa estrutura. Uma herança ancestral e cultural do povo negro, sua resistência aos padrões corporais hegemônicos e ainda um lugar em destaque à expressão do feminino.

 

Confira a programação:

17h – Abertura

18h – Poeta e cantora Pacha Ana – Sarau e Canto

20h30 – Poetas: Anderson Domingos, Bruno Rodrigues, Caio Augusto Ribeiro, Cao Benassi, Carlos Lisboa, Cássio Martins, Edilaine Duarte, Jantony Rá, Kyanaju Afropoetisa, Lindalva Alves, Luck Mamute, Luiz Renato, Moises Carlos, Naine Terena e Silviane Ramos – Roda da Benção; Cânticos Sagrados com Grupo Aguerê; Umbigada e Samba de Roda com Érica Salles e Natalia Ramires; Capoeira Angola UFMT

Serviço
Ciranda de Crioula – samba de benção

Data: Sábado, 17 de novembro

Horário: 17h

Local: Museu da Imagem e do Som

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana