conecte-se conosco


Cultura

Nos palcos do The Voice Brasil cuiabana ganha destaque

Publicado

em

A capital mato-grossense tem revelado diversos talentos nos últimos anos no reality show musical The Voice Brasil, da Rede Globo. Quando se fala em Cuiabá, a presença feminina nos palcos tem sido predominante e nesta 7ª temporada, não foi diferente.

Dona de uma técnica de canto inegável, com afinação e timbre únicos, a cuiabana Laís Yasmin é a personagem desta quinta-feira (13) da coluna “Orgulho Cuiabano”.

Lais Yasmin nasceu em Cuiabá, tem 27 anos e canta desde os 5 anos de idade. Em sua trajetória já gravou quatro álbuns com reportórios variados entre regravações de artistas consagrados e belas canções autorais, a mais conhecida “Eu só queria te amar” cantou em sua estreia no programa levando os jurados e o público ao delírio. Laís foi a primeira escolha do cantor Michel Teló, seu capitão na disputa.

A música escolhida para sua primeira apresentação tem mais de nove milhões de visualizações no Youtube e foi tema de abertura da novela turca “Mil e Uma Noites” – reproduzida em mais de 50 países -, veiculada no Brasil pela Band, em 2015.

Atento aos verdadeiros talentos regionais em todos os segmentos, o prefeito Emanuel Pinheiro elogiou a performance da cantora e a parabenizou por levar o nome de Cuiabá em rede nacional.

“Agora o Brasil tem a oportunidade de conhecer a encantadora voz de Laís e Cuiabá entra em evidência mais uma vez na diversidade de talentos sendo descobertos pelo programa. Para nós é motivo de orgulho saber que nossa gente vem sendo representada nacionalmente cada vez mais em programas de televisão. Esperamos que todo o mundo descubra o quão bom é a nossa Capital e que temos muito o que mostrar”, orgulha-se o prefeito.

Para representar bem a disputa, Laís garante que as referências adquiridas aqui fazem a diferença em sua performance nos palcos.

“Minhas raízes estão em Cuiabá, cresci ouvindo música sertaneja junto com minha família, a cidade e o estado sempre me acolheram. Tenho muito amor por essa cidade e por suas belezas naturais. Eu cresci pescando no Pantanal e lá é onde me imagino quando quero acalmar meu coração, naquele pôr do sol espetacular e um lindo céu estrelado que não existe em nenhum outro lugar do mundo”.

Mesmo morando em São Paulo, Laís leva a bandeira cuiabana pelos lugares onde passa e agradece aos cuiabanos por todo apoio em sua trajetória. ”Quero agradecer a todos da minha terra amada, obrigada pelo carinho e pela torcida, eu amo vocês! Está sendo a realização de um sonho, cada dia que subo naquele palco é uma experiência nova e meu coração se enche de gratidão por estar ali. Estamos juntos! Desejo um ótimo mandato ao prefeito Emanuel Pinheiro. Tudo que eu quero é que minha cidade cresça sempre mais em todas as áreas, segurança, saúde, educação. O futuro de Cuiabá promete ser lindo, com a graça de Deus”, conclui Laís.

 

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Mãe Bonifácia, Zé Bolo Flô e Massairo Okamura voltam a fechar às 18h

Publicado

em

Os Parques Estaduais Mãe Bonifácia, Zé Bolo Flô e Massairo Okamura, em Cuiabá, voltam a encerrar suas atividades às 18h devido ao fim do horário de verão. A alteração no horário de funcionamento nas unidades de conservação urbana é realizada todos os anos em respeito aos hábitos noturnos da fauna local. Dessa forma, as visitas aos três parques serão realizadas das 6h às 18h já a partir do próximo domingo.

Considerado o coração verde de Cuiabá, o Parque Estadual Mãe Bonifácia é um dos mais visitados. Para o gerente do Parque, Celso Benedito Pinheiro, é importante que os frequentadores já se organizem para a mudança que acontece neste final de semana. As alterações nos horários acontecem todos os anos seguindo o calendário do horário de verão e busca o equilíbrio entre a visitação e o respeito à natureza.

Proteção integral

As unidades de conservação Mãe Bonifácia, Zé Bolo Flô e Massairo Okamura são do tipo proteção integral. Nesses locais é permitido apenas o uso indireto dos recursos naturais; ou seja, aquele que não envolve consumo, coleta ou danos aos recursos naturais. Entre os usos indiretos dos recursos naturais podemos ter a recreação em contato com a natureza, turismo ecológico, pesquisa científica, educação e interpretação ambiental, entre outras.

Nesse sentido, uma série de regras precisam ser seguidas para que as unidades continuem cumprindo o seu papel biológico e social, entre elas, está a restrição quanto aos animais domésticos, por oferecerem risco à fauna local. Outro ponto importante: os animais não devem ser alimentados. Isso vale para os macacos, por exemplo, que não podem ingerir alimentos destinados a humanos. Também não é permitido o uso de skate, patins ou bicicletas no interior das unidades

Com relação às famílias com crianças, a Sema orienta para que supervisionem seus filhos, pois o espaço dos parques oferece diversos riscos, como galhos secos e pontiagudos, pedras, buracos, animais silvestres e outras situações que podem levar a quedas e ferimentos. Isso vale para as trilhas, parquinho e banheiros.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana