conecte-se conosco


Interior

Mulher resgata neto das mãos de vizinho que o abusava em Juína

Publicado

em

Na tarde desta quinta-feira dia 07, a polícia militar foi acionada para atender uma ocorrência de estupro de vulnerável no bairro módulo 06.

A guarnição foi até o local e se deparou com uma senhora muito aflita, relatando aos policiais que seu neto de apenas 05 anos de idade brincava com outras crianças, e a mesma os observava, sendo que saiu por um momento para desligar um aparelho de eletrodoméstico e quando voltou não encontrou mais o menino.

Rapidamente a avó da criança se deslocou até uma residência de um vizinho, que segundo os coleguinhas, havia chamado a criança até sua casa.

Ao chegar à casa do suspeito encontrou seu neto, onde o mesmo relatou que o senhor Vilson Gonçalves Torres, de 53 anos, havia dado ordens para que a criança tirasse a bermuda e lhe tocou em seu órgão genital, a criança acatou a ordem do suspeito que também lhe ordenou que não contasse nada do que havia ocorrido a ninguém, a criança aceitou tirar somente a roupa desde que não fosse tocada em seus órgãos pelo suspeito, momento em que a avó da criança chegou e o retirou de dentro da casa do acusado.

A polícia militar conduziu o suspeito e da avó da criança até a delegacia municipal para a confecção do boletim de ocorrências.

O suspeito Vilson aparentava visíveis sinais de embriaguez, foi preso e entregue à delegacia de polícia.

Flagrante

O delegado de polícia doutor Marco Remuzzi informou ao Juína News que o suspeito foi autuado em flagrante delito no artigo 241-D da lei 8.069 que diz: aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso

A pena para este crime varia de 1 a 3 anos de reclusão, e multa.

Foi arbitrada uma fiança de 8 salários mínimo.

Fonte: Juína News

Interior

​​​​Ponte na BR-163/MT recebe vigas de concreto a partir de amanhã

Publicado

em

De amanhã (20) a quinta (22), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) reterá pontualmente o fluxo de veículos na BR-163/MT na altura do km 360. O objetivo é realizar o içamento de vigas estruturas na nova ponte de concreto que está sendo construída sobre o Rio Aricá-Mirim.

Cada movimentação da viga leva de meia-hora a uma hora, e durante esse tempo o tráfego de veículos é suspenso totalmente nas duas pistas da rodovia. Assim que a viga é colocada na ponte, o fluxo é restabelecido.

A operação já foi feita em julho para a instalação de vigas na ponte sobre o rio Aricá-Açu. A obra faz parte da duplicação da BR-163/MT, que também tem etapas em curso na região do Distrito Industrial de Cuiabá e em vários pontos no segmento entre Cuiabá e Rondonópolis.

A previsão é de que as pontes sejam liberadas para tráfego de veículos em setembro. O fluxo médio ao longo do segmento que inclui a ponte sobre o Rio Aricá-Mirim é de cerca de 7 mil veículos por dia.

A operação irá abranger o trecho que vai do km 359 ao km 361 da BR-163/MT, localizado antes do posto fiscal da Sefaz, no sentido Cuiabá/Rondonópolis. Os trabalhos começam às 7h. A partir das 17h20, o tráfego volta ao fluxo normal.

A orientação aos motoristas é de que fiquem atentos à sinalização viária e às instruções das equipes que estarão no local.

Foto: http://bit.ly/2NHaeHH (Edson Rodrigues)

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana