conecte-se conosco



Várzea Grande

Motorista embriagado é preso após bater carro em motociclista em Várzea Grande

Publicado

em

Um motorista de 39 anos foi preso após bater o carro em uma moto com dois adolescentes de 17 anos na madrugada desta quinta-feira (7), na Rua Pedro Pedrossian, no Bairro Jardim Aeroporto, em Várzea Grande.

Segundo a Polícia Militar, Márcio Lemos de Lima estava embriagado e dirigia em alta velocidade.
Após o acidente, ele tentou fugir sem prestar socorro, mas foi preso em flagrante.

Os adolescentes foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados ao Pronto Socorro de Várzea Grande.

A unidade de saúde informou que eles estão internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave.

O motorista teve apenas alguns ferimentos e foi levado ao pronto-socorro pela polícia para receber atendimento médico.

A moto ainda foi arrastada por alguns metros até parar em um poste de iluminação pública, que ficou destruído após a batida.

Depois do acidente, o motorista tentou pular o muro das casas para fugir.

De acordo com a polícia, o motorista estava em alta velocidade e com sinais de embriaguez.

Márcio já tem sete passagens pela polícia, sendo a maioria por tráfico de drogas e roubo. Ele também é monitorado por tornozeleira eletrônica.

Agora o suspeito deve responder por embriaguez ao volante, lesão corporal grave e omissão de socorro.

Devido a queda do poste, os moradores da região estão sem energia.

 

Redação

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Problema na rede elétrica da Câmara de Várzea Grande causa pânico em servidores

Publicado

em

Já virou rotina nos gabinetes dos vereadores de Várzea Grande, desligar o ar-condicionado para evitar sobrecarga na rede elétrica, que pode ocasionar incêndio.

Somente na última semana, os servidores foram obrigados a deixar o local de trabalho por três vezes, desligar a energia e ficar a espera de uma solução que ainda não foi tomada.

O prédio onde funciona provisoriamente o legislativo várzea-grandense, custa aos cofres públicos, R$ 44 mil mensais, segundo o Portal Transparência e não possui estrutura adequada para atender  demanda.

Segundo a assessoria de imprensa da Câmara,  a pedido da Energisa,  a senhora Maria Luiza, está fazendo levantamento de carga para possível mudança de transformador da empresa, situada em frente ao prédio.

O que preocupa servidores, principalmente os idosos é que o problema se arrasta há mais de 8 meses e nenhuma providência concreta foi tomada até o momento.

A falta de acesso a pessoas com necessidades especiais, o espaço não tem saída de emergência, apenas uma entrada por uma escada, já que os gabinetes ficam no segundo piso e administração fica no terceiro.

 

O presidente da Câmara, vereador Fábio Tardin, o Fabinho (DEM), explica que não encontra no município um prédio que acomode todos os gabinetes e o setor administrativo

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana