conecte-se conosco


Cuiabá

Ministro confirma presença e prefeito adia a entrega da 2ª etapa do HMC para o dia 22

Publicado

em

Luiz Alves

O prefeito Emanuel Pinheiro convidou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta para participar da entrega da 2ª etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) – Dr. Leony Palma de Carvalho. Por conta deO prefeito Emanuel Pinheiro convidou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta para participar da entrega da 2ª etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) – Dr. Leony Palma de Carvalho. Por conta de uma agenda apertada, o ministro pôde confirmar a presença em Cuiabá apenas no dia 22. O evento então foi remarcado para o dia 22 às 9h30 no HMC.

A entrega estava prevista para esta segunda-feira (15). Entretanto, de acordo com o gestor o ministro e o senador Wellington Fagundes fizeram questão de comparecer ao ato histórico para a Capital e para Mato Grosso.

A 2ª etapa consiste no funcionamento de 90 leitos de enfermaria. Sendo eles: 30 femininos, 60 masculinos, sendo desses, três leitos de estabilização.

 

“O ministro contatou com o deputado federal, Emanuel Pinheiro Neto e reforçou o desejo de estar presente. Além disso, o senador Wellington Fagundes que teve fundamental importância no aporte dos R$100 milhões para concluirmos a obra do HMC, também solicitou adiamento para o dia 22.  Esse alinhamento com o governo federal é fundamental para a virada de página que queremos fazer na Saúde. Por isso, resolvemos atender à solicitação e entregaremos esse importante marco histórico para a nossa Capital, como presente aos seus 300 anos no próximo dia 22”, explicou Pinheiro. uma agenda apertada, o ministro pôde confirmar a presença em Cuiabá apenas no dia 22. O evento então foi remarcado para o dia 22 às 9h30 no HMC.

A entrega estava prevista para esta segunda-feira (15). Entretanto, de acordo com o gestor o ministro e o senador Wellington Fagundes fizeram questão de comparecer ao ato histórico para a Capital e para Mato Grosso.

A 2ª etapa consiste no funcionamento de 90 leitos de enfermaria. Sendo eles: 30 femininos, 60 masculinos, sendo desses, três leitos de estabilização.

“O ministro contatou com o deputado federal, Emanuel Pinheiro Neto e reforçou o desejo de estar presente. Além disso, o senador Wellington Fagundes que teve fundamental importância no aporte dos R$100 milhões para concluirmos a obra do HMC, também solicitou adiamento para o dia 22.  Esse alinhamento com o governo federal é fundamental para a virada de página que queremos fazer na Saúde. Por isso, resolvemos atender à solicitação e entregaremos esse importante marco histórico para a nossa Capital, como presente aos seus 300 anos no próximo dia 22”, explicou Pinheiro.

Fonte: Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Prefeito determina que secretário faça devolução de pagamento

Publicado

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, determinou que o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, faça a devolução imediatamente dos valores recebidos em apenas uma parcela dos acertos de verbas retroativos que vinham sendo discutidos desde 2003.

Ao tomar conhecimento da situação, o prefeito determinou a devolução imediata do pagamento feito em apenas uma parcela. A partir dessa devolução, o secretário irá receber o valor de direito, mas de forma parcelada a partir do próximo mês.

“Na minha gestão, todos os servidores da Prefeitura de Cuiabá são iguais. Se o pagamento de um direito adquirido é feito de forma parcelada para todos os funcionários, um secretário, mesmo sendo servidor efetivo, tem que receber o mesmo tratamento de qualquer outro servidor. Por isso, determinei ao secretário de Mobilidade Urbana a devolução imediata do pagamento”, afirmou.

Conforme divulgado na imprensa nesta semana, o secretário Antenor Figueiredo recebeu subsídio de R$ 142,3 mil no mês de março, com dois pagamentos, sendo um de R$ 106,9 mi, e outro de R$ 35,3 mil. A Secretaria de Gestão explicou que o montante é referente ao pagamento do salário, 13° salário (o secretário faz aniversário no mês de março), além do valor de direito adquirido pelo gestor, que é auditor fiscal de carreira desde 1983. Porém, o pagamento deveria ser feito de forma parcelada.

Com a determinação do prefeito, o secretário terá que devolver imediatamente, somente o valor do direito adquirido de acertos de verbas

HISTÓRICO

Desde 2018, a administração tem regularizado a vida funcional dos servidores, dando andamento a processos suspensos e/ou interrompidos por questões administrativas, e garantindo o pagamento de direitos já reconhecidos. Centenas de servidores já foram beneficiados pela ação, que conta com o trabalho de um setor específico e hoje pode ser feita eletronicamente, dando celeridade aos pagamentos.

Os pagamentos são feitos por meio de parcelamento ou em parcela única, a depender de seus valores. Neste caso, contudo, uma falha no trâmite da Secretaria de Gestão resultou na liquidação em apenas uma vez. “É importante destacar que os procedimentos passam pela Procuradoria Geral do Município (PGM) e Controladoria Geral, que reconhecem o direito de recebimento dos servidores”, explicou a secretária de Gestão, Ozenira Félix.

O objeto do pagamento para o secretário corresponde a acertos de verbas retroativas de direitos que vinham sendo discutidos desde 2003. Este número, portanto, decorre de quase 15 anos retroativos, somados ao seu salário atual e ao 13° salário.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana