conecte-se conosco


Política MT

Jayme Campos lidera pesquisa de intenção de votos nos maiores colégios eleitorais

Publicado

em

SEGUNDO INSTITUTO MT DADOS QUE REALIZOU 3.100 ENTREVISTAS, JAYME CAMPOS LIDERA É O PREFERIDO PARA O SENADO

Pré-Candidato a uma das duas vagas de Senador da República, Jayme Campos (DEM), lidera pesquisa de intenção de votos nos dois principais colégios eleitorais de Mato Grosso, Cuiabá com aproximadamente 440 mil e Várzea Grande com 190 mil eleitores somando 630 mil pessoas aptas a votarem nas próximas eleições.

Ambas as pesquisas foram realizadas pelo Instituto MT Dados que foi um dos principais institutos de pesquisa de Mato Grosso que acertou os resultados das duas últimas eleições, as municipais de 2016 e as gerais de 2014, entre outras.

Em Várzea Grande, Jayme Campos tem 36,34% das intenções de votos na estimulada, aquela em que o eleitor recebe os nomes dos candidatos que disputam. Já em Cuiabá que tem o maior contingente eleitoral ele atinge 20% dos votos.

Na Capital de Mato Grosso foram 1.600 entrevistas e em Várzea Grande foram 1.500.

Ex-prefeito de Várzea Grande, por três mandatos, ex-governador de Mato Grosso e ex-senador, Jayme Campos obtém expressivos 21,27% das intenções de votos espontâneas na segunda maior cidade de Mato Grosso, um percentual acima da média nacional e uma referência.

“É gratificante você perceber que a maioria da população reconhece minha vida pública como sendo pautada pelo atendimento aos seus anseios”, disse Jayme Campos apontando ainda que estes mesmos eleitores tem sinalizado pela escolha do pré-candidato Mauro Mendes também do DEM como favorito ao Governo do Estado.

Jayme enfatizou ainda que acredita na chance da coligação eleger também o outro candidato ao Senado, Carlos Fávaro (PSD), além de uma base de sustentação para o eventual e futuro Governo do Estado na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

O pré-candidato reforçou seu compromisso com importantes agendas para Mato Grosso, como o Pacto Federativo com uma melhor distribuição do produto da arrecadação de impostos para os municípios e Estados, uma logística eficiente para o transporte potencializando a produção do agronegócio e também o reforço a políticas públicas e sociais como saúde, educação, social e segurança pública.

“O brasileiro já pagou R$ 1,5 trilhão em impostos em todo o Brasil, sendo que em Mato Grosso essa cifra chega a R$ 19 bilhões, portanto, o que se percebe é que o problema não é falta de recursos públicos, e sim a má distribuição e principalmente a falta de zelo de alguns gestores na correta aplicação destes valores arrecadados em prol de sua gente.

Fotos: Diego Almeida

Comentários Facebook

Política MT

TRE aciona Polícia Federal e Ministério Público Eleitoral para investigar denúncia feita por senadora eleita

Publicado

em

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Márcio Vidal acionou a Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral para investigar a veracidade das informações transmitidas pela candidata eleita ao Senado, Selma Arruda, na tarde desta quinta-feira (14/12) em sua rede social.

Em vídeo veiculado no Facebook, a candidata eleita afirma ter sido extorquida três vezes para obter uma sentença favorável no TRE-MT.

O presidente do TRE ressalta que nenhuma denúncia envolvendo servidores ou magistrados da Instituição passará incólume. Se comprovada a veracidade da mesma, todos os envolvidos serão responsabilizados nos termos da lei. A mesma regra se aplica à eleita, se comprovada que as informações por ela repassadas são inverídicas.

O Tribunal reafirma o compromisso de adotar todas as medidas necessárias para garantir a transparência, a lisura e a integridade de suas ações na condução processual.

Todas as prestações de contas dos candidatos estão sendo analisadas com rigor técnico e de acordo com os trâmites legais. A Justiça Eleitoral destaca a importância desse procedimento, uma vez que é nessa ocasião que se afere a legalidade e legitimidade dos recursos utilizados na campanha, como forma de combater o abuso do poder econômico e político, bem como das condutas de falsidade ideológico eleitoral (caixa dois).

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana