conecte-se conosco


Política MT

Janaina atribui parte da sua votação à liderança de oposição a Taques

Publicado

em

Na primeira sessão plenária após as eleições que renovaram 58% da Assembleia Legislativa, realizada na noite desta terça-feira (09.10), a deputada estadual reeleita Janaina Riva (MDB), usou a tribuna para parabenizar os novos deputados eleitos, externar respeito aos companheiros que não conseguiram se reeleger e disse que o resultado das urnas comprova que aquele que não se adequar à uma nova forma de política, será expurgado da vida pública.

“Por várias vezes tentei alertar os meus colegas parlamentares sobre o perigo de fazer parte da base de um governo que excluiu grande parte da sociedade, um governo de exclusão e antidemocrático, ditador, centralizador e desrespeitoso com as pessoas. Imagine só, um governador que assim que assume o mandato, tenta barrar uma das maiores heranças que a Assembleia Legislativa deixa aos municípios de Mato Grosso, que é a destinação de  parte do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), que para a maior parte das cidades é a redenção para os problemas das estradas”, disse.

Janaina agradeceu os 51.546 mil votos recebidos e disse acreditar que parte dessa vitória que à fez entrar para a história de Mato Grosso como a primeira mulher a receber a maior votação ao parlamento estadual, deva aos servidores públicos estaduais e curiosamente ao governador Pedro Taques, rejeitado por mais de 50% da população. Ela explicou que como líder da oposição, acabou ganhando a simpatia desses mato-grossenses que, assim como ela, não aceitaram a forma ditadora, desrespeitosa e arrogante do governador Pedro Taques governar.

“A bandeira dos servidores públicos foi uma defesa muito importante para que eu pudesse ser reconhecida nos 141 municípios do estado e desta vez, nestas eleições, eu fui votada em todos os municípios de Mato Grosso. Tenho que reconhecer uma parcela desta minha vitória ao governador Pedro Taques, à falta de habilidade dele, à falta de diálogo, à alta rejeição dele de mais de 50% dos mato-grossenses, à falta de humildade, que formou um governo de exclusão, antidemocrático, ditador, centralizador e desrespeitoso.  Ao longo desses 4 anos, Taques me tratou como inimiga, mas tudo que eu fiz, cada fala e crítica feita foi para contribuir e apontar o que estava errado nesta gestão, uma espécie de consultoria grátis com alternativas de como solucionar os problemas que Mato Grosso tinha, e que ele acabou levando para o lado pessoal. Diferente do que o governador Pedro Taques fez ao longo desses 4 anos, a partir de 2 de fevereiro que é quando ele deixa o governo do estado, eu não mais ficarei olhando para o retrovisor. Nós temos que olhar Mato Grosso para frente, para o futuro do nosso estado, um estado que abandou o cidadão mato-grossense, e aqui quero renovar o meu compromisso com meu estado, de continuar lutando de forma independente para que Mato Grosso cresça. Para que Mato Grosso seja realmente um estado rico, mas que seja rico para todos”, externou.

Janaina avalia que ser líder da oposição ao governo Pedro Taques fez toda a diferença na carreira política dela e fez com que ela crescesse e evoluísse muito. “É apanhando como eu apanhei que a gente aprende como lidar com as diversidades, com as adversidades e das dificuldades. Eu acredito que isso tenha sido fundamental para o meu crescimento. Eu imprimi a minha personalidade, a minha capacidade. Mostrei enquanto única mulher na Assembleia que nós temos condições e todas as ferramentas para ocuparmos os espaços que são nossos, e que só cabe à nós mulheres preenchermos esses espaços.  Mesmo se eu vier a compor a base do governo, eu jamais vou deixar de lado a vontade do povo. A forma mais importante de contribuir com qualquer governo é falar a verdade quando a verdade precisa ser dita. É não jogar os problemas para baixo do tapete porque uma hora eles vêm à tona, e foi isso que aconteceu com nosso estado”, finalizou.

 Por Laura Petraglia

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Vereador critica opositores e apresenta projetos realizados em apenas dois anos de mandato

Publicado

em

O vereador Gidalti Ferreira de Jesus, o Gida (PP), usou a tribuna da Câmara Municipal de Nobres, durante a sessão ordinária desta sexta-feira (15), para fazer um balanço de sua ações ao longo dos dois primeiros anos de mandato e mandou um recado direto aos críticos e opositores de plantão.

Com inúmeros serviços realizados durante os dois anos do mandato, o vereador disse que inicia  terceiro ano do primeiro mandato, agradecendo a Deus por ter concedido o privilégio de chegar até onde está. Utilizando um versículo bíblico, ele parafraseou o profeta Samuel e repetiu : “Até aqui o senhor me sustentou”.

Ferreira agradeceu a família, pelo apoio, aos amigos e parceiros e ao prefeito Leocir Hanel, que segundo ele, tem lutado arduamente para melhorar a qualidade de vida da população.

“Chego aqui, neste momento, mas não chego de mãos vazias, e isto muito me orgulha, tive ao longo dos dois primeiros anos, um grande amigo, companheiro, o ex-deputado federal Ezequiel Fonseca, que não mediu esforços para destinar emendas para nossa cidade”.

Lembrou da infância e dos avanços tanto na cidade, como na zona rural.

“Nasci e cresci na comunidade sela dourada, na zona rural do município,  e nunca uma autoridade havia olhado para aquele local com carinho, em dois anos, conseguimos garantir patrulha mecanizada, água tratada, com a estação de tratamento, temos na associação hoje, curso de línguas, com uma professora de inglês do IFMT”, relatou.

Sem vender “ilusões” e promessas para um futuro que há de vir,  Gida apresentou projetos concretos que já foram executados nos dois anos de seu mandato.

Ele reforçou que  ao lado do prefeito, com respaldo incondicional do secretário de turismo Daniel Martins, a comunidade em breve terá mais 16 novos atrativos abertos que fomentarão a geração de emprego e renda, todos regularizados, devidamente registrados, com a excelente consultoria do Sebrae.

“Isto sim é mudança, isto sim é realização e me sinto realizado, como cidadão e muito mais como vereador. Não esquecemos de comunidades como o assentamento Bonanza, onde também conseguimos implantar  a Salta z , que abastece as casas com água tratada, um sonho antigo dos moradores. Na saúde trouxemos, junto de Ezequiel recursos para reforma do centro de reabilitação, reformas de unidades e custeio. 50 Kits de irrigação e recursos para reforma do Centro de Referência e Assistência Social, já foram garantidos pelo parlamentar.  Sou entusiasta das atividades esportivas e com intuito de ofertar praticas esportivas e competições sadias, lançamos a copa Sela Dourada, que já é um sucesso.

 

Rebatendo criticas de ex-vereadores, ele disse que tem uma metodologia diferenciada de trabalhar, e desafia os antigos legisladores a apontar mais projetos dos que o que ele conquistou com dois anos.

“Penso que um mandato legislativo deve ser utilizado em favor do povo, por isto visito minhas bases, converso com eleitores, reúno com todos que me procuram, entendo que indicar ao executivo é salutar e uma de nossas atribuições, mas decidi desde o inicio agir diferente e correr atrás de recursos para ajudar a administração municipal, que não consegue realizar, obras, ações e projetos sem apoio e verba. Minha postura é diferenciada, vocês nunca me verão expondo obras do executivo, como minhas, jamais me verão por ai me lamuriando, meu objetivo é buscar o máximo de parcerias que puder, para solucionar as demandas, que não são poucas e trazem preocupação ao prefeito.

Ferreira encerrou destacando que vai continuar nestes dois anos, fazendo o que sempre fez, atendendo o povo, colaborando com a gestão para que melhore cada dia mais e reivindicando com as autoridades estaduais e federais aquilo que for necessário em todos os setores, para minimizar os problemas enfrentados pela sociedade  nobrense.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana