conecte-se conosco


Cultura

III Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso

Publicado

em

O evento é realizado pelo Coletivo Audiovisual Negro Quariterê e começa nessa sexta (9.11) e vai até domingo (11.11), no Auditório do Centro Cultural da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá.

Na sexta, teremos a abertura oficial da Mostra as 19h e em seguida a Mostra Competitiva, no sábado a Mostra Competitiva inicia as 15h com um intervalo as 17h, voltando as 19h e no domingo inicia uma Mostra de Exibição de um longa-metragem com debate após o filme tendo intervalo as 17h e retonando as 19h onde se continua a Mostra de Exibição, as 21h30 começa o debate mais aguardado da Mostra, encabeçado por Adélia Sampaio (a primeira negra a dirigir um longa-metragem no Brasil e passar nos cinemas) e Joyce Prado (presidente da Associação de Profissionais do Audiovisual Negro – Apan).

Confira a programação completa:

9 de novembro (sexta-feira)

19 horas – Abertura.

 – Mostra Competitiva.

– Aborta o Machismo: Em Resistência Pela Subjetividade (MG), de Amanda Vitória e Thales Rodrigues. Documentário, 52 min., 2017.

– Mar de Elas (RJ), do Coletivo Mar de Elas. Experimental, 10 min., 2018.

– Carne (RJ), de Mariana Jaspe. Ficção. 12 min., 2018.

– Cartuchos de Super Nintendo em Anéis de Saturno (CE), de Leon Reis. Ficção Afrofuturista, 19 min., 2018.

– Hic (ES), de Alexander S. Buck. Ficção, 15 min., 2017.

– Como Ser Racista em 10 Passos (MT), de Isabela Ferreira. Ficção, 14 min., 2018.

– Gardênia (RJ), de Isabela Aquino. Ficção, 17 min., 2017.

10 de novembro (sábado)

15 horas – Mostra Competitiva.

– Cabelo Bom (RJ), de Swahili Vidal e Claudia Alves. Documentário, 15 min., 2017.

– Òpárá de Òsùn: quando tudo nasce (BA), de Pâmela Peregrino. Ficção, 4 min., 2018.

– Fábula de Vó Ita (SP), de Joyce Prado e Thallita Oshiro. Ficção, 5 min., 2016.

– Esconde-Esconde (RJ), de Don Felipe e Luciana Bollina Experimental, 6 min., 2016.

– Carta sobre o Nosso Lugar – Mulheres do Vila Nova (AP), de Rayanne Penha. Documentário, 13 min., 2017.

–. Maestrina da Favela (BA), de Falani Afrika. Documentário, 82 min., 2018.

17h – Intervalo

19 horas – Mostra Competitiva

– Giramundá: O Congo e a Diáspora (MT), de Cláudio Dias e Gilson Costa. Documentário, 52 min., 2018.

– Mandinga (RJ), de Wagner Novais. Ficção, 14 min., 2016.

– Bup (PE), de Dandara de Morais. Experimental, 3 min., 2018.

– Tia Ciata (RJ), de Mariana Campos e Raquel Beatriz. Documentário, 26 min., 2017.

– Eu, Oxum (SE), de Héloa e Martha Sales. Documentário, 22 min., 2017.

– Ana (SP), de Vitória Felipe. Ficção, 16 min., 2018.

– Terra Não Dita, Mar Não Visto (PE), de Lia Letícia. Experimental, 9 min., 2017.

– CorpoStyleDanceMachine (BA), de Ulisses Arthur. Documentário, 7 min., 2017.

11 de novembro (domingo)

15 horas – Mostra de Exibição.

– O Caso do Homem Errado (RS), de Camila de Moraes. Documentário, 77 min., 2017.

– Debate sobre O Caso do Homem Errado.

17 horas – Intervalo

19 horas – Mostra de Exibição

– Kbela (RJ), de Yasmin Thayná. Experimental, 22 min., 2015.

– 111 Tiros na Alma Negra (RJ), de Filó Filho e Pedro Oliveira. Documentário, 20 min., 2018.

– Antonieta (SC), de Flávia Person. Documentário, 15 min., 2016.

– O Mundo de Dentro (RJ), de Adélia Sampaio. Ficção, 9 min., 2017.

– Debate com Adélia Sampaio e Joyce Prado.

20h50 – Premiação

22h – Encerramento da III Mostra de Cinema de Mato Grosso.

Serviço:

Endereço: Auditório do Centro Cultura da UFMT – Av. Edgar Vieira, 513-549 – Boa Esperança, Cuiabá – MT, 78070-090

Horário: sexta-feira às 19h / sábado às 15h / domingo às 15h

Entrada: gratuita

Para mais informações:

https://www.facebook.com/3mostracinemanegromt/

Comentários Facebook

Cultura

Parque Das Águas recebe “Tangueiros In Concert” em show gratuito de tango

Publicado

em

Drama, paixão e sensualidade se misturam à trilha sonora do Parque das Águas no sábado (17). Na data, o trio Tangueiros in Concert apresenta um repertório refinado de tangos, que inclui desde os clássicos de salão até milongas e romanza. Ao longo show, promovido pela Prefeitura de Cuiabá, ganham destaque as composições do Maestro Astor Piazzolla, com as inovações do jazz.

De acordo com o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, esta é uma maneira de democratizar o acesso a diferentes manifestações culturais. “Além de ser um ritmo reconhecido mundialmente, o estilo é diferente do que escutamos rotineiramente e tem tudo a ver com o clima contemplativo do parque”, diz.

Mesclando intensidade a elementos sonoros tipicamente latinos, o ritmo envolve os ouvintes e reúne apaixonados pelos quatro cantos do mundo. Sua origem deu-se na região do Rio da Prata, entre as cidades de Buenos Aires e Montevidéu. O tango é considerado Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Em Cuiabá, o show do Tangueiros In Concert fará um percurso pelos tangos mais conhecidos no Brasil, interpretando obras de Carlos Gardel até a grande revolução, liderada pelo já mencionado Astor Piazzolla.

O trio é composto pelo Regente e Pianista Pedro Henrique Calhao que será acompanhado pelos argentinos Martin Lima, no bandoneon e Facundo Estefanell Rochon, no contrabaixo acústico. Todos os artistas são profissionais com formação musical em instituições reconhecidas no Brasil e no exterior.

No domingo (18), eles se apresentam no Cine Teatro Cuiabá. Os ingressos custam R$40 para as inteiras e R$ 20 para meias e podem ser adquiridos por meio do site www.ingressosmt.com.br. De acordo com os artistas, às 18h haverá uma sessão beneficente para o Movimento Sacerdotal Mariano da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, e às 20h sessão especial.

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana