conecte-se conosco


Polícia

Homem que matou irmã em Nossa Sra do Livramento é autuado em flagrante por feminicídio

Publicado

em

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) autuou em flagrante, no crime de feminicídio, o homem que assassinou a própria irmã, em Nossa Senhora do Livramento (42 km ao Sul). O crime ocorreu na segunda-feira (05), mas o corpo da vítima somente foi encontrado na terça-feira (06), na localidade do Distrito de Aguaçú de Cima.

O suspeito, Manoel Joadir de Arruda, 59 anos, foi conduzido pela Polícia Militar, nesta quarta-feira (07), após procurar atendimento médico no hospital de Nossa Senhora do Livramento. Ele havia tentado suicídio e apresenta lesões na garganta e na barriga.

A vítima, Daisy Beatriz de Arruda, 41 anos, foi encontrada nua em uma região de mata fechada com sinais de que foi atingida por cerca de menos nove perfurações por objeto perfurocortante, na região da cabeça. As roupas da vítima estavam a aproximadamente 20 metros de onde o corpo foi encontrado. A perícia estima que o corpo da vítima tinha entre 12 a 18 horas de rigidez cadavérica.

De acordo com informações preliminares, passadas pela mãe da vítima, a filha era alcoólatra e na noite anterior estava fazendo uso de bebida alcoólica na companhia de seu irmão.

O suspeito confessou estarem ingerindo bebida alcoólica (cachaça), mas negou ter usado faca para matar a irmã. Ele disse que empregou um pedaço de pau para desferir os golpes.

Na DHPP, Manoel Joadir confessou o crime, mas se omitiu em dar detalhes. Ele apenas relatou que na segunda-feira (05) estava na casa da irmã tomando cachaça, quando a  irmã disse que ia se separar do namorado. Ela pegou alguns objetos e ambos saíram em direção à casa da mãe, chegando próximo a um riacho, a mulher tirou a roupa e tomou banho. Mas adiante eles tiveram uma discussão que resultou na morte.

O suspeito também negou eventual abuso sexual, que deverá ser confirmado ou não em exame de conjunção carnal realizado pela perícia técnica.

O delegado Gustavo Belão, responsável pelo flagrante, informou que na versão da  família, o suspeito na noite em do dia que ocorreu o crime foi até a casa da mãe, confessou que matou a irmã e tentou o suicídio. O mesmo relato foi repassado aos policiais militares, que inicialmente atenderam a ocorrência.

“Na versão dele, nega que tenha ido até a casa da mãe e confessado o crime. Disse que tentou suicídio na própria casa. Ele está com lesão na garganta e barriga. “Realmente ele tentou o suicídio”, disse o delegado.

Comentários Facebook

Polícia

Cinco suspeitos são presos e dois veículos roubados de lava jato são recuperados

Publicado

em

Em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá), uma ação que empregou mais de 10 policias militares levou à prisão de cinco suspeitos em flagrante delito e à recuperação de dois veículos roubados (Strada e Saveiro) na tarde de quinta-feira (17) em um lava jato na área central.

Os suspeitos presos são D.A.M., 29, R.V.S.,19, e os adolescentes  F.O.G.,17, G.A.S., 17, J.C.S.,17,. Com eles a PM apreensão ainda uma motocicleta que ano passado havia sido tomada em assalto na cidade de Coxim, em Mato Grosso do Sul, e o carro que deu suporte ao roubo, um Chevrolet Celta.

A primeira prisão ocorreu no KM 10 da ‘Rodovia do Peixe’, onde circulava o Celta que deu apoio ao roubo. O condutor não respeitou os sinais de parada dados pelos policiais, de luz e sirene. Ele arrancou em alta velocidade e depois saltou do veículo em movimento e tentou fugir a pé, sendo capturado em seguida.

A partir dessa prisão, os policiais seguiram para o Jardim Rui Barbosa, onde prenderam três suspeitos, um deles apontado pelo condutor do Celta como um dos autores do roubo do lava jato. Lá também ocorreu a apreensão da motocicleta.

Em outros pontos da cidade diversas guarnições seguiam atrás de outros suspeitos. Na região da Cascalheira, ao final da Rodovia do Peixe, avistaram o Strada com dois ocupantes. Eles abandonaram o carro assim que perceberam a aproximação da PM e se embrenharam uma área de mata. Logo após, em outro ponto da mesma localidade, os PMs encontraram o Saveiro abandonado, escondido no meio da vegetação.

Os policiais seguiram nas buscas e pouco tempo depois obtiveram informações de que havia dois suspeitos pedindo carona na mesma rodovia, na altura do km 17. As equipes da PM viram dois rapazes na carroceria de uma caminhonete, um deles se rendeu e acabou preso, o outro saltou com uma arma em punho apontado para os policiais e fugiu para uma área de chácaras. Os policiais atiram e não sabem se o atingiram porque ele ainda está foragido.

Na delegacia, para onde os carros e os suspeitos presos foram levados, o dono do lava jato fez o reconhecimento dos suspeitos.

 

Por Alecy Alves

Fonte: PM-MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana