conecte-se conosco


Artigos

Gratidão, Prosperidade e Abundância

Publicado

em

Se tem uma coisa que todo mundo deseja e busca é a prosperidade, mas você já se perguntou o que é prosperidade pra você? Uma poupança gorda? Mesa farta? Carro novo? Viagens? Casa dos sonhos? Salário alto? Relacionamentos?
Observando bem, vemos que muitas pessoas têm pelo menos parte de tudo isso e mesmo assim vivem numa constante insatisfação que os impulsiona sempre a buscar cada vez mais. É como se tivessem um buraco interno infinito que nunca é preenchido.
Imagine que o Criador, Deus, Força Superior (como queira chamar) é um oceano energético e que você está dentro dele, que é parte dele. Se assim é, você também é oceano e, como tal, co-criador da sua realidade.
Se somos co-criadores porque vivemos algo tão diferente do que gostaríamos? A resposta é uma só: porque mantemos incutidas em nossa mente crenças limitantes adquiridas desde a nossa criação e que nos impedem de nos sentirmos plenos, deixando aquela sensação de que nada basta e que sempre precisamos de mais!
Todo mundo, de uma forma ou outra, já ouviu frases como: “é mais fácil um camelo passar no buraco da agulha que um rico entrar no reino  céu”; “Deus só ajuda quem cedo madruga”; “Dinheiro é sujo”; “O rio só corre pro mar”; “A vida é dura”… Ditos populares que ficam gravados inconscientemente e que passamos a reproduzir todos os dias pautando nossas ações e pensamentos.
Trabalhamos cada vez mais porque “precisamos de muito dinheiro”, afinal de contas “ o rio só corre pro mar” e “dinheiro chama dinheiro”. Acordamos cedo demais porque “Deus só ajuda a quem cedo madruga”. Quantas vezes já ouvimos alguém dizer que “quem dorme demais é vagabundo e não consegue prosperar”? Será? Por que dizemos que “dinheiro é sujo” se sabemos que “em certo grau” precisamos dele para adquirimos coisas que nos tragam “certo grau” de felicidade e satisfação?
Viu como estas crenças nos limitam e acabam criando uma realidade diferente daquela que desejamos? Se conseguimos perceber que criamos e permitimos que todas essas dificuldades se instalem em nossas vidas poderemos reconhecer nosso potencial de criação para o bem e para o mal, para a satisfação ou para a escassez. Cabe a cada um encontrar o equilíbrio.
Identificar as crenças que nos limitam faz toda a diferença nessa jornada chamada vida.  Observe suas falas, ações, medos… Se desejas algo, pergunte: o que me impede? Por que? Quando este medo de ir em busca do novo começou? Por que não crio a minha realidade para me satisfazer e ser feliz?
Prosperidade e abundância estão intimamente ligadas ao estado de espirito de cada Ser. Reconhecer o potencial Divino individual e ser Grato por tudo que se é, por toda e qualquer experiência, é ser próspero. Prosperidade nada tem a ver com o viu metal, mas com a satisfação individual. Eu agradeço por toda prosperidade e abundância em minha vida!
Lembre-se: crenças limitantes estão no consciente coletivo e nos impedem de encontramos a felicidade que há dentro de nós. Técnicas holísticas como o Thetahealing podem ajudar na identificação e transmutação destas crenças nos fortalecendo e ajudando a encerrar de vez ciclos limitantes permitindo sermos gratos, prósperos e abundantes em tudo.
Desejo que sua vida seja abundante em saúde, sorrisos e amor. Que seus relacionamentos sejam saudáveis e prosperem e que você sinta que quanto mais compartilhamos, mais temos. Aliás, um dos segredos da prosperidade é manter a harmonia entre dar e receber. Afinal, ninguém é tão pobre que não tenha o que compartilhar, nem tão rico que não tenha o que receber.
Todos Somos Um!
*Alessañdra V´ieíra é terapeuta holística certificada nas técnicas ThetaHealing, Barras de Access, Mesa Quântica Estelar e Gendai Reiki Ho. Facebook: @AleVieiraTerapias Instagran: @alevieirario  E-mail: alevieirario@gmail.com  WhatsApp:  (65) 99316-2387

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Artigos

Parabéns Barra do Bugres pelos seus 75 anos!

Publicado

em

 

Sou filho desta terra, nasci em 31 de março de 1976, em uma propriedade rural, na comunidade Santana D’Oeste, em Barra do Bugres. Sou filho do saudoso produtor rural Aureliano Francisco de Lima, e da professora Marilene Guarnieri de Lima. Muito cedo passei a morar na sede do município onde fui engraxate, vendi picolé, limpei lotes, trabalhei em serraria, fui guarda mirim, servente de pedreiro, trabalhei em mercearia, e hoje empresário. Tenho orgulho de minha trajetória e principalmente da minha cidade.

Podemos, dizer que o Estado de Mato Grosso é a Unidade Federativa de maior importância dentro do complexo de produção de proteínas e fibras, e a Região de Barra do Bugres e as cidades circunvizinhas, juntas, se transformam num pedaço considerável neste contexto. Com muito suor os barra-bugrenses são os responsáveis por isso, independente da atividade que cada um desenvolve.

Barra do Bugres é um lugar de muitas histórias e de homens corajosos. Desde a chegada, em 1878, de Pedro Torquato Leite Rocha, procedente de Cuiabá, acompanhado de seus familiares, passando por Nicolau Gomes da Cruz; Major José Cassiano Correa; Capitão Tiburcio Valeriano de Figueiredo, – que foi um dos Comandantes da Guerra do Paraguai; Manoel de Camois Borges e vários outros até os dias de hoje. Nestas paradas dos encontros das águas dos Rios Paraguai e Bugres, sempre habitou e ainda habitam pessoas fortes, trabalhadoras e de visão de futuro, tanto que desta região sempre se extraiu riquezas que contribuíram e ainda contribuem muito para a sustentação e prosperidade do nosso Estado de Mato Grosso e do Brasil.

Desde o final do século XIX e começo do século XX, com o ciclo da exploração vegetal, com a extração da poaia, da borracha nativa, de madeiras de lei, principalmente o cedro, mas também da extração de diamante e ouro, esta região contribui com a grandeza e a riqueza do nosso estado. Estes ciclos influenciaram na formação populacional do município e da região, por isso a grande diversidade étnica, quilombolas, indígenas, migrantes do sul, sudeste e nordeste do país, além dos mato-grossenses tradicionais que investiram no município e por aqui fincaram raízes. Também se contemplam nessa região muitas outras histórias de bravuras, pois, não podemos esquecer que em 1926, o lugar foi palco de batalhas. Os moradores locais enfrentaram “os revoltosos da Coluna Prestes” que, sob o comando de Siqueira Campos, invadiram a cidade e pelo menos “15 valorosos homens tentando defender a cidade, perderam a vida, bem aqui, às margens do Rio Paraguai com o Rio Bugres”, e apesar da história registrar que a vila foi saqueada e incendiada como uma fênix, a então Vila Barra do Rio Bugres renasceu maior e mais forte.

Barra do Rio Bugres que mais tarde viria a ser Barra do Bugres, com o Decreto n°. 545, se transforma neste importante município, com seu território desmembrado dos municípios de Diamantino, Cáceres e Rosário Oeste; e que mais tarde ainda dá origem a outros novos e importantíssimos municípios de Mato Grosso, que são os casos de Porto Estrela, Nova Olímpia, Denise e Tangará da Serra. Desde o primeiro prefeito, o professor Alfredo José da Silva, passando por todos que o sucederam até o atual, o senhor Raimundo Nonato de Abreu Sobrinho, muitas coisas mudaram, menos a bravura e coragem de seu povo.

Por conta da comemoração de seus 75 anos no dia 19 de abril, nos leva a refletir que o momento é de pensarmos no futuro, e que o nosso município precisa de novos investimentos (público e privado), para gerar emprego e renda para nossa gente. Precisamos de melhorias consideráveis na Saúde, na Educação e na Segurança Pública. Nossa logística também é outra questão que precisa ser levada em consideração, pois o nosso povo trabalha e produz, logo, ter estradas dignas é o mínimo que se exige. Não há milagre, é trabalho e investimentos. E, de trabalho a nossa gente não tem medo, por isso, neste momento que completamos 75 anos, venho aqui parabenizar nossa gente que fez e que faz por esta terra, e assim dizer: que mais que desejar dias melhores, devemos trabalhar com coragem e afinco para isso.

Francisco Guarnieri é empresário em Barra do Bugres/MT.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana