conecte-se conosco



Polícia

Estelionatário que usava muletas volta a caminhar normalmente

Publicado

em

Em ação conjunta entre equipes da Polícia Militar (5º Comando Regional) e Polícia Civil (1ª Delegacia de Polícia Civil), foi realizada abordagem e prisão de D.R.P. de 36 anos que estava na rodoviária de Barra do Garças (509 km de Cuiabá) em atitudes suspeitas.

Segundo relatos, ele chegou na rodoviária com a perna enfaixada e usando muletas, porém foi ao banheiro e retirou a faixa da perna. Com a chegada da equipe policial, foi abordado, nesse momento ele levantou-se e andou normalmente, sem uso de muletas.

Durante abordagem ele se identificou por um nome diferente da CNH que portava. Ao checarem a CNH, foi constatado que se tratava de documento falso. Com ele, também foi encontrada uma carteira de trabalho falsificada.

A FRAUDE:

D.R.P. afirmou ser de Várzea Grande-MT, e está acometido de hanseníase, por isso faz jus a auxílio doença e que usa os documentos falsos para se passar por outras pessoas e, após perícia, receber benefício indevidamente, eis que pessoa saudável recebe como se estivesse com hanseníase e com dificuldade de locomoção, ele fica com parte do benefício auferido com a prática criminosa .

Foi apreendido ainda com estelionatário cerca de R$ 1.800 reais, benefício sacado em nome de outra pessoa beneficiada pela ação fraudulenta do suspeito.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

Sema apreende 108 kg de peixes e apetrechos proibidos

Publicado

em

A equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apreendeu 108 quilos de pescado e diversos apetrechos de pesca predatória nos municípios de Porto Alegre do Norte e Confresa. A Operação foi realizada na quinta-feira (17.10) pela equipe de Fiscalização de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e pela Diretoria de Unidade Descentralizada de Confresa, em parceria com a Policia Militar.

As espécies apreendidas são pirarucu, tucunaré, matrinxã, piranha, corvina, piau e tabatinga. Além dos peixes foram recolhidas três redes de captura de pirarucu, oito redes de pesca de diversos tamanhos e diversas malhas, uma tarrafa, cinco espinheis, 60 boias e 02 freezers.

Os fiscais aplicaram multas no valor total de R$ 6,1 mil. Os peixes foram doados a instituições filantrópicas de Porto Alegre do Norte e de Confresa.

Piracema

O período de defeso da piracema no Estado de Mato Grosso iniciou no dia 1º de outubro e segue até dia 31 de janeiro de 2020. A proibição à pesca, tanto amadora como profissional, abrange os rios das Bacias Hidrográficas do Paraguai, Amazonas e Araguaia-Tocantins.

Neste período é permitida apena a pesca de subsistência, desembarcada, que é aquela praticada artesanalmente por populações ribeirinhas ou tradicionais para garantir a alimentação familiar, sem fins comerciais.

Para os ribeirinhos é permitida a cota diária de três quilos e um exemplar de qualquer peso por pescador, respeitando os tamanhos mínimos de captura, estabelecidos pela legislação para cada espécie. O transporte e comercialização proveniente da pesca de subsistência também fica proibido.

Denúncias

O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana