conecte-se conosco


Várzea Grande

Dupla é presa em VG por matar mulher em assalto em Chapada dos Guimarães

Publicado

em

Dois jovens de 18 anos foram presos nessa segunda-feira (10) por matar Adriana Vieira de Melo, de 45 anos, a tiros durante uma tentativa de assalto à residência dela, em Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá, em abril deste ano.

Maylson Ruller de Lima e Luiz Gustavo da Silva também são suspeitos de integrar uma organização criminosa.

Segundo a Polícia Militar, eles foram encontrados na Avenida Alzira Santana, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Em seguida, foram até a casa do irmão de Maylson, que informou que o irmão participou da tentativa de latrocínio, mas não morava mais no local e indicou a casa dele.

Na casa indicada, no Bairro Santa Terezinha 2, em Cuiabá, a polícia apreendeu várias porções de drogas e uma balança. A suspeita é de que eles também praticavam o tráfico de drogas.

Os suspeitos negaram a tentativa de latrocínio e disseram à polícia que os tiros foram disparados por um outro suspeito, que ainda não foi identificado.

Além disso, eles afirmaram que o veículo utilizado no crime foi encomendado por um detento, membro de uma organização criminosa que atua em Mato Grosso.

Os dois foram encaminhados à delegacia para prestar esclarecimentos.

O crime

Adriana foi morta na porta de casa, em abril deste ano. O marido dela, Paulo Sérgio do Amaral, disse à polícia que ele estava tomando banho quando ouviu os disparos e saiu para ver o que era.

Ele contou aos policiais que, ao chegar na porta da casa, viu dois homens no quintal, que disparam contra ele, mas não acertaram.

Segundo a polícia, Sérgio voltou para dentro da casa, pegou uma arma e disparou contra os suspeitos, que fugiram, em seguida.

A suspeita é de tentativa de latrocínio. No entanto, os criminosos fugiram do local sem levar nada.

Por G1

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Homem é preso no Residencial Jequitibá após agredir esposa e adolescente grávida

Publicado

em

A PM foi acionada para se deslocar até ao Residencial Jequitibá, onde segundo informações estaria ocorrendo uma confusão generalizada.

Chegando ao local, os policiais se depararam com o suspeito em frente a residência, assim que percebeu a  presença da guarnição, ele tentou fugir pelo matagal.

Após a fuga, os militares fizeram contato com a denunciante, que é menor de idade e está gestante de dois meses.

A menor relatou que foi agredida pelo padrasto, que com uma faca ameaçou raspar o cabelo e matá-la em seguida.

A briga começou assim que a adolescente tentou proteger a mãe das agressões de João Paulo.

As vitimas relatam ainda que não é a primeira vez que este fato ocorre e que temem pela vida, pois segundo elas, o suspeito faz parte de uma facção criminosa.

Em seguida, a viatura recebeu uma chamada  via Ciosp, avisando que o homem foi detido por populares na Rua 11, do residencial. Segundo os moradores, o agressor, teria invadido uma das residências da rua.

Ele foi reconhecido pelas vitimas. Diante dos fatos a guarnição conduziu o suspeito ate a Central de Flagrantes para registro de boletim de ocorrência.  Ele apresentava várias lesões pelo corpo provocada por populares no momento da sua detenção.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana