conecte-se conosco


Esportes

Dudu Cuiabano se consagra campeão Sul-Brasileiro de Tênis

Publicado

em

Com sorriso largo, Livas Eduardo Damazio, oito anos, comemorou a conquista do primeiro lugar na 2ª etapa do Circuito Sul-Brasileiro de Tênis 2019, na categoria 09 anos, que ocorre de 09 a 13 de janeiro, no Londrina Country Clube, em Londrina (PR), e subiu ao ponto mais alto do pódio e ergueu, com as pequeninas mãos, o troféu de campeão Sul-Brasileiro de Tênis. E, entusiasmado com a vitória, foca nos próximos dois desafios: o Banana Bowl e a Copa Gerdau.

“Fiz o total de quatro jogos e minha estratégia foi sempre de tentar ir para a rede. E também trocar muita bola”, explicou um dos mais jovens campeões de MT, Livas Eduardo Damazio, um cuiabaninho de oito anos.

O Dudu, como o tenista kids é carinhosamente chamado pela família e amigos, começou com vitória sobre Henrique Vialle por dois sets a zero e placar parcial de 6/3 e 6/3. Vialle é um antigo oponente de Dudu, chegaram a se enfrentar nas semifinais da Copa Gerdau de 2018, na categoria 8 anos, na qual o cuiabano também levou a melhor e ganhou por 6/3 e 6/4. Na época, Dudu foi à final, venceu Victor Pignaton por 6/3, 4/6 e 10/4 e faturou o caneco da Copa Gerdau.

Voltando para o Sul-Brasileiro 2019, após vencer o curitibano Henrique Vialle, Dudu superou o maringaense Arthur Johann por 6/2 e 6/2, na sequência ganhou do marialvense Augusto Bergamo por 6/3 e 6/2 e então partiu à última partida e venceu o rolandense Gabriel Ueno (todos paranaenses) por dois sets a zero e placar de duplo 6/2. E, segundo o pai do Dudu, técnico e professor de tênis da academia Tennis Company, Livas Tarcílio, o menino ama Tênis e está confiante.

“Ele é apaixonado por esse esporte e tem se dedicado bastante para participar dos torneios. Está no processo de potencializar as habilidades motoras e tem evoluído. Hoje a categoria kids de Mato Grosso está muito forte ao se comparar com grandes centros do tênis nacional, algo que contribui para competirmos de frente com outras regiões”, comentou o pai-técnico, Livas Tarcílio, que conta que o filho fica dias contando sobre as amizades que faz no decorrer das viagens.

Próximas Paradas

Dudu viajará a Criciúma para disputar o 49° Banana Bowl Tennis Kids, de 14 a 16 de fevereiro, na categoria 9 anos, na Sociedade Recreativa Mampituba, em Santa Catarina. Depois viajará a Porto Alegre para o Brasil Juniors Cup Tennis Kids, a famosa ‘Copa Gerdau’, de 21 a 24 de fevereiro, na categoria 9 anos, na Associação Leopoldina Juvenil, no Rio Grande do Sul. E mais informações sobre os tenistas de MT estão disponíveis na página da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT) no Facebook.

Fonte: Assessor de Imprensa

Esportes

FMF consulta empresa especializada sobre as condições do gramado da Arena Pantanal

Publicado

em

A Federação Matogrossense de Futebol consultou a World Sports, empresa que construiu o gramado da Arena Pantanal, sobre as atuais condições do gramado para o recebimento de eventos culturais. Com perspectiva da realização do Cuiabá 300, shows em comemoração aos 300 anos de Cuiabá entre os dias 06 e 08 de abril, a empresa apontou, que caso aconteça os shows, serão necessários no mínimo 30 dias para a recuperação do gramado da Arena Pantanal.

A empresa ainda relata que corre o risco de intervenções necessárias que necessitem até a troca parcial do gramado, dependendo da mobilização e desmobilização das estruturas do evento que contará com o fechamento parcial do gramado entre 7 a 10 dias.

Com o prazo de 30 dias para a recuperação da única praça esportiva de Cuiabá, a reta final do Campeonato Mato-grossense e o início do Campeonato Brasileiro da Série B seriam comprometidos podendo os times do Mixto, Operário Várzeagrandense, Dom Bosco e Cuiabá serem obrigados a jogar o restante da competição em outras cidades. Já pelo Brasileiro da Série B, o Cuiabá poderia não ter o aval da CBF para estrear dentro de casa na revanche contra o Operário-PR.

Além dos danos, a empresa especializada em gramados, que realiza a manutenção nos estádios da Arena Corinthians, Allianz Park, Arena de Dunas, Arena do Grêmio e Beira Rio, não recomenda que o gramado em Cuiabá receba shows, pois mesmo com o uso de piso especial protetor que poderá minimizar o problema com pisoteio, existe programado a instalação de palco no centro do campo e não existe proteção que consiga proteger o gramado.

A FMF, que mantém o cultivo do gramado da Arena Pantanal nos últimos cinco anos, ressalta mais uma vez a sua posição contraria a realização de eventos culturais dentro do gramado da arena e destaca os danos irreparáveis para o nosso futebol, ainda mais neste momento de crescimento do esporte mais popular do Brasil em Mato Grosso.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana