conecte-se conosco


Variedades

Dia dos Pais tem pacote especial com aula de tênis, na Chapada dos Veadeiros

Publicado

em

Aqueles que buscam fugir da rotina no Dia dos Pais têm uma boa opção em meio aos encantos naturais da Chapada dos Veadeiros. Símbolo de sofisticação e conforto, a Pousada Boutique Inácia está com pacotes especiais no segundo fim de semana de agosto para quem quer aliar o melhor da natureza com alto nível em hospedaria. A programação inclui café da manhã, almoço especial e até aula de tênis durante a estadia no local.

A pousada preparou pacotes especiais para os pais aproveitarem ao máximo o que há de melhor em suas instalações. Divididos entre duas ou três noites, os pacotes incluem café da manhã, almoço para os pais (no sábado ou domingo), onde haverá menu especial, selecionado previamente pelo restaurante, com duas opções de entrada, duas de prato principal e duas de sobremesa, além de aula de tênis, inaugurada em julho.

Entre trilhas, cachoeiras, cânions, vales e morros, a pousada se apresenta como destino ideal para quem busca calmaria, conforto e aconchego em família. Uma das mais luxuosas pousadas de Goiás, a Inácia aposta em ambientes harmônicos, repletos de decorações artísticas e na gastronomia requintada para tornar a estadia de seus hóspedes uma experiência completa.

Vale lembrar que o local fica ainda mais interessante às crianças com o parquinho com escorregadores, balanços e redes de escalada. Na Inácia, não é preciso pagar a estadia para crianças de até sete anos de idade.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

Noivos serão indenizados por má prestação de serviço

Publicado

em

A lua de mel é um dos momentos mais esperados pelos noivos. Para um casal de Cuiabá, no entanto, a viagem dos sonhos acabou se transformando em um verdadeiro pesadelo. Os noivos adquiriram um pacote de viagem de 4 dias na ilha paradisíaca de San Andrés, na Colômbia, mas ao chegar ao local descobriram que o hotel, na verdade, ficava em outra ilha há 95 km do local esperado e com acesso só por avião ou barco.
Por conta disso, a agência de viagens foi condenada pelo juiz da sexta vara cível de Cuiabá, a pagar o montante de R$ 15 mil a título de danos morais. Inconformado com a decisão a defesa da agência recorreu e teve seu recurso negado pelos desembargadores da Terceira Câmara de Direito Privado.
De acordo com o relator do processo no TJMT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, a agência de viagens torna-se responsável pela falha na prestação de serviços. “Pois integra a cadeia de fornecedores, devendo ser responsabilizada, nos termos do que preceitua o art. 25, §1º, do CDC, não havendo que se falar na culpa exclusiva de terceiro na forma do art. 14, §3º”, pontuou em seu voto.
Conforme consta no processo, os noivos compraram o pacote de turismo que dava direito a 4 diárias em hotel com passagens aéreas de ida e volta inclusas, pelo valor de R$ 4.329. No dia da chegada, a cidade de San Andrés, ao desembarcar no aeroporto foram informados – pelo motorista do táxi – que o hotel contratado ficava em outra ilha chamada Providência. Com acesso exclusivo via catamarã (embarcação) ou voo fretado.
Depois de encontrar outros estabelecimentos que pertenciam a mesma rede hoteleira, conseguiram se readequar em um quarto totalmente diferente do contratado no pacote de viagem. O local estava em reforma e não contava nem com piscina. Segundo os relatos narrados, o teto do quarto aparentava que iria desabar. Mesmo entrando em contato com a agência de viagens no Brasil, por meio de parentes, os noivos descobriram que não haveria nada a ser feito.
Deste modo, os desembargadores decidiram por unanimidade manter a condenação por danos morais, pois “os contratantes do pacote de viagens foram levados até um hotel e local diverso do desejado e contratado, em plena viagem de lua de mel, fato que, sem sombra de dúvidas, gerou situação de enorme estresse, além da normalidade, ensejando o dever de indenizar pelos danos morais sofridos”, pontou o magistrado no processo.
Fonte: Assessoria- Ulisses Lalio

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana