conecte-se conosco


Cultura

Coral UFMT volta aos palcos da capital para novas apresentações do espetáculo “Claro Canto Cuiabá”

Publicado

em

Concerto de canto coral que celebra e homenageia a cuiabania da capital mato-grossense será realizado, nos dias 19 e 20 de julho, no Teatro da UFMT.
Assessoria de Comunicação | Coral UFMT
O espetáculo que celebra e homenageia músicas, artistas, autores e compositores mato-grossenses retorna aos palcos de Cuiabá para ganhar vida nas vozes do Coral UFMT. As apresentações acontecerão nos dias 19 e 20 de julho, às 20 horas no Teatro da UFMT. A entrada será 01 livro de literatura infantil ou infantojuvenil.
Para a diretora artística e maestrina do Coral UFMT, Dorit Kolling, a retomada do projeto se deve em virtude do grande apelo da comunidade cuiabana por outras oportunidades para assistir ao show.
“Por ser um espetáculo com elementos que mistura poesia, dança e música regional, o público cuiabano se identificou facilmente com a sua cultura, e os não cuiabanos que assistiram a apresentação, se encantaram por um pedacinho do que é Cuiabá”.
Inicialmente o espetáculo foi roteirizado e dirigido cenicamente pelo músico cuiabano, hoje residente em São Paulo, Maurício Detoni. Essas novas apresentações ganharam cenas e coreografias inéditas elaboradas por Danielle Batista e Watila Fernando. A direção geral está a cargo da maestrina Dorit Kolling.
O espetáculo
O espetáculo foi pensado para retratar os mais diversos grupos que constituíram, e ainda constituem, a cidade de Cuiabá.
Estão inseridos nesse cenário os índios, o rio Cuiabá, o luar, a fala típica cuiabana, a Cuiabá bucólica, religiosa e festeira, que será cantada nos versos e canções de autores como Guerra Peixe, Vera e Zuleica, Roberto Seror e Adriângelo, Estela Ceregatti, Jaime Ribeiro, Antônio P. de Figueiredo, Maurício Detoni, Tetê Espíndola e Carlos Rennó, Zelito e Zuto, entre outros.
As poesias e poemas da capital dos seus 300 anos estará presente nos versos de Lucinda Persona, Ivens Cuiabano Scaff, Manoel de Barros, Marilza Ribeiro e Sady Folch.
Os ingressos serão trocados por 01 livro de literatura e serão destinados ao Projeto Inclusão Literária. A troca ocorrerá dos dias 15 a 18 de julho, das 14 às 19h30 no Coral UFMT e nos dias dos espetáculos (19 e 20/07) na bilheteria do teatro, a partir das 18h.
O concerto é uma realização da UFMT/PROCEV, Agenda Tricentenária e Coral UFMT, com apoio cultural da Bellsom Iluminação e Sonorização.
Serviço
Coral UFMT apresenta “Claro Canto Cuiabá”
Quando: 19 e 20 de julho de 2019
Horário: 20h
Onde: Teatro UFMT
Entrada: 01 livro de literatura infantil ou infantojuvenil
Trocas dos ingressos: de 15 a 18/07 (segunda a quinta-feira), das 14h às 19h30 na sala do Coral UFMT (próximo ao Centro Cultural); dias 19 e 20/07, dias do espetáculo, a partir das 18h na bilheteria do Teatro UFMT.
Informações: (65) 3615-8307 e ou pela página Facebook (fb.com/coralufmt) e Instagram (instagram.com/coralufmt).
Fonte: Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Galeria Lava Pés recebe nova exposição coletiva que segue em cartaz até outubro

Publicado

em

Com obras de Vitória Basaia, Gonçalo Arruda, Junne Fontenelle, Marcelo Velasco e Miguel Penha, a exposição coletiva Sen[s]ação está em cartaz na Galeria Lava Pés, de segunda-feira à sexta-feira, sempre das 08h às 18h, com entrada franca e livre para todas as idades.

Entre pinturas, esculturas e instalações, os cinco artistas exibem seus trabalhos mais recentes, organizados num projeto de expografia que promete mexer com as sensações do público. A nova exposição da Galeria Lava Pés tem curadoria de Marcelo Velasco e segue em cartaz até o dia 15 de outubro.

“Sensação é um termo bastante utilizado por vários filósofos que tratam da arte. Nesta exposição trazemos uma reunião de cinco artistas que têm produções díspares. E como combinar trabalhos tão diferentes? Na galeria, todas juntas e organizadas, as obras se relacionam. Assim, queremos proporcionar para cada visitante uma sensação diferente. Nosso objetivo é provocar. A provocação, além de gerar sensações, leva a ações. O jogo de palavras, ‘Sen-ação’, vai gerar a reflexão. A arte serve para isso, para dar essa cutucada nas pessoas”, explica Marcelo Velasco.

Para o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, a Temporada 2019 da Galeria de Arte Lava Pés está sendo das mais produtivas. Até agora já foram duas exposições coletivas, que juntas reuniram mais de uma dezena de artistas de Mato Grosso, além de uma exposição internacional.

“A Galeria Lava Pés foi reinaugurada em fevereiro deste ano e já está na sua terceira exposição. Hoje, estamos em festa porque reunimos o que temos de melhor para apresentar para a comunidade. Este é um espaço aberto à comunidade e todos ganham com isso, os apreciadores da cultura, da arte, produtores, artistas e população. É a cultura a disposição de todos”, ressalta Kardec.

Na nova exposição, vale destacar a presença de Vitória Basaia, uma das mais inquietas e festejadas artistas de Mato Grosso. Quando indagada sobre o significado de sua obra, a artista, que trabalha com material reciclado, responde sem titubear.

“Ocupar os museus é obrigação do artista. Espero que seja sempre com qualidade, com uma boa curadoria e uma boa montagem. Já a leitura da obra de arte é função do espectador. Não adianta eu trazer definições. Trabalho com material de reciclagem, misturado com fogo e terra, é o que eu posso dizer. Já o significado, está no olhar de quem a recebe”, conclui Basaia.

Serviço

Tema: Exposição Sen[s]ação em cartaz

Quando: De segunda-feira à sexta-feira, em cartaz até dia 15 de outubro

Horário: sempre das 8h às 18h

Onde: A Galeria de Artes Lava Pés está localizada no piso térreo da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), na Avenida José Monteiro de Figueiredo (Lava Pés) nº 510, bairro Duque de Caxias, em Cuiabá

Informações: (65) 3613-0232

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana