conecte-se conosco


Cultura

Audiência reúne setor para debater situação da Cultura em MT

Publicado

em

A Assembleia Legislativa realiza nessa quinta-feira (09), a partir das 14h, audiência pública para debater a situação da Cultura em Mato Grosso. O evento atende pedido do setor e foi requerido pelo professor e deputado Allan Kardec (PDT).

A audiência ocorrerá no auditório Licínio Monteiro. Contará com a presença de representantes do Fórum Permanente de Cultura, grupo de pessoas que atuam no setor e debatem o tema no Estado há anos, tendo sido o responsável por solicitar ao deputado Allan a realização do evento; além da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), Associação Mato-grossense de Letras (AML), Sesc Arsenal, Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

“Essa será uma grande oportunidade de reunir na mesma discussão trabalhadores do setor e da Secretaria de Estado de Cultura, o que não pode deixar de acontecer para o bem do segmento e de toda a nossa sociedade. A classe espera isso há muito tempo já”, afirma Allan.

Membro do Fórum Permanente de Cultura, o maestro Fabrício Carvalho avalia também que o evento será uma oportunidade de debater as ações do governo na área. “Na Assembleia, teremos uma chance de falar coletivamente, inclusive com a participação de artistas, produtores, trabalhadores, as pessoas que atuam com a economia criativa, gestores e onde a Secretaria poderá fazer uma prestação de contas e principalmente, ouvir o setor”.

Mais informações:

www.professorallankardec.com.br

Fonte: Téo Menezes-Assessoria

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Misc recebe Oficina de Desenho de Observação para adolescentes

Publicado

em

O Museu de Imagem e do Som de Cuiabá (Misc) recebe uma Oficina de Desenho de Observação No Centro Histórico de Cuiabá, no sábado (20). O encontro, promovido pelo Instituto de Preservação do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan), é destinado a adolescentes com idades entre 12 a 18 anos e tem por objetivo despertar o interesse pela educação patrimonial.

É o que explica a mestranda em Preservação do Patrimônio Histórico do órgão, Maria Bárbara Guimarães. “Queremos entender como essas pessoas que transitam diariamente pela região percebem o Centro Histórico, como se relacionam com ele. A partir daí é que se torna possível a sensibilização para a importância da educação patrimonial na formação do cidadão.”

A aula acontece de 13h30 as 17h30 e será dividida em duas partes. Na primeira, os alunos introduzidos ao assunto. Na sequência, caminharão pelo Centro Histórico da Capital para reproduzirem as obras no papel. Diante disso, a recomendação é de que todos estejam confortavelmente vestidos e levem garrafas de água e chapéus, para se protegerem do sol e do calor.

Membro da comunidade global Urban Sketchers, o arquiteto Carlos Pina estará à frente da turma. O grupo do qual participa reúne artistas que praticam o desenho em locações nas cidades, vilas e aldeias onde vivem ou viajam. A tarefa da organização é elevar o valor artístico, narrativo e educativo do desenho de localização, promovendo sua prática e conectando pessoas ao redor do mundo.

De acordo com Maria Bárbara 15 vagas foram disponibilizadas para o encontro, contudo, se houver demanda, o número pode ser ampliado. Ela lembra que o material será fornecido pelo Iphan e que não é necessária habilidade prévia com o trabalho, apenas interesse em aprender. Toda a produção dos participantes será utilizada posteriormente em uma exposição no Misc.

“Já havíamos realizado outros cursos com alunos de arquitetura, mas este é o primeiro voltado exclusivamente a esta faixa etária. A intenção é abranger o conhecimento sobre o assunto, não o limitando a grupos de acadêmicos, por exemplo, que já estão mobilizados em torno disso”, diz.

O titular da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, destaca a realização de diferentes atividades no Museu, pensadas para atrair um público variado. “Por meio de ações como essa nós conseguimos atrair os mais jovens para o Misc, dando vida a ele. Há diversas propostas nesse sentido que vem fomentando o acesso à cultura por meio desse espaço.”

Os interessados em se matricular devem entrar em contato com Maria por meio do e-mail maria.guimaraes@iphan.gov.br, ou pelo telefone (65) 3322-9904.

 

Por  ANDRÉ GARCIA SANTANA

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana