conecte-se conosco


Cuiabá

Assistência Social fecha o ano com saldo positivo das ações

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (SMASDH) encerrou o segundo ano da gestão Emanuel Pinheiro com saldo positivo das ações. Os atendimentos na rede, formada por 60 unidades, chegaram a mais de 100 mil.

As ações previstas no plano de trabalho seguem com a realização da ampliação, revitalização e reforma completa nos 14 Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e nos 04 Centros de Convivência de Idosos (CCIs).  Além disso, as melhorias que também estão sendo realizadas nas 02 unidades dos Centros de Referência Especializados em Assistência Social (Creas) e dos 02 Albergues (Unidades de Acolhimento para Adultos).

Cotidianamente são desenvolvidos serviços que contemplam atividades individuais e coletivas, como: acolhimentos, visitas domiciliares, oficinas, palestras, abordagens sociais, participações em ações de cidadania aos sábados, entre outros.

Foram inúmeros projetos desenvolvidos, dentre eles o “Proteger” que tem como objetivo reduzir o número de crianças e adolescentes em situação de negligência, abandono, maus-tratos, exploração sexual, situação de trabalho infantil e envolvimento com uso de álcool e outras drogas. A equipe participou de eventos festivos como o Carnaval, Aniversário de Cuiabá e o Réveillon. Mais de 3 mil crianças foram atendidas pelo serviço.

“O ano de 2018, em especial, foi de muitos desafios, o que demonstra que mesmo diante de muitas dificuldades encontradas temos avançado na construção de Políticas Públicas que visem oferecer aos nossos usuários segurança social e efetividade nos serviços e programas no âmbito do Sistema Único de Assistência Social – SUAS”, disse o secretário municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Wilton Coelho.

Na busca de ofertar serviços de qualidade e que geram mais economia para as famílias de baixa renda, a Secretaria desenvolve também o Projeto Nossa Energia. Numa parceria com a Energisa é feito um levantamento nos bairros para a troca de lâmpadas comuns por lâmpadas de LED nos domicílios tendo como objetivo principal promover o uso consciente da energia elétrica por parte da população. Foram atendidas as comunidades de cinco unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) da Capital.

O Programa Siminina criado pela Prefeitura de Cuiabá e que tem como madrinha a primeira-dama, Márcia Pinheiro, merece destaque. As meninas são preparadas para um futuro em que elas sejam as protagonistas de suas histórias, sendo uma das características mais marcantes. Atividades lúdicas e desafiadores têm levado as pequenas participantes a se descobrirem de diversas formas, a partir da valorização da beleza particular de cada uma, bem como dos sonhos que almejam conquistar já na vida adulta.

Cerca de mil meninas são atendidas nas 16 unidades e uma série de atividades que foram implantadas: aulas de inglês, balé, reforço escolar, cuidados médicos e psicológicos reforçados, entrega de óculos. Agora, o programa conta também com o Jovem Siminina, trazendo o atendimento para as meninas na faixa etária acima dos 14 anos, preparando-as para o mercado de trabalho. “O trabalho desenvolvido com as ‘simininas’ tem frutos duradouros, ajuda a moldar o caráter delas e as prepara para um futuro promissor de possibilidades”, afirmou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

Com objetivo de Trabalhar a educação profissionalizante nas comunidades mais carentes, levando inclusão social e gerando profissionais qualificados para o mercado, foi lançado o projeto ‘Qualifica Cuiabá 300’ em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Foram entregues mais de 1,2 mil certificados.

Como encerramento das atividades, desenvolvida também pela primeira-dama Márcia Pinheiro, a campanha Natal sem Fome, que pelo segundo ano de realização, já se tornou sucesso e se concretiza no calendário de ações sociais. Foram entregues cerca de 15 mil cestas.

Metas 2019 – Entre as metas da Pasta para 2019, reforçou Wilton Coelho, está a ampliação dos projetos já executados, seja nos Programas Março Mulher, Declaração de amor à minha mãe, Proteger, Qualifica Cuiabá, dentre outros. “Sem falar é claro da continuidade das ações e da necessidade de implantação de novos projetos que possibilitem o acesso da população e garantam a execução da política de assistência social e do fortalecimento das ações da população em situação de rua. Lembrando ainda das revitalizações e reformas que estão sendo feitas nas unidades a fim de cada vez mais ofertar um atendimento de qualidade”.

“O sentimento é de dever cumprido, mas com a certeza de que ainda há muito que ser feito para essa faixa da população que precisa dos cuidados da administração pública. Entendemos que não é fácil, são vários caminhos a serem percorridos. É o bem comum que nos move a continuar lutando por melhorias e qualidade de vida”, finalizou Wilton Coelho.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Por Carolina Miranda

Cuiabá

Gestão sustentável delineia o caminho do desenvolvimento para Cuiabá

Publicado

em

A Prefeitura de Cuiabá tem trabalhado em práticas que coloquem a Capital como um exemplo a ser seguido

Sustentabilidade tem sido palavra-chave em Cuiabá. Em 2017, a Prefeitura de Cuiabá começou a dar passos dentro desse campo que, atualmente, é tendência nas regiões mais desenvolvidas do mundo. Desde então, a gestão tem trabalhado para que cada uma das ações planejadas ganhem efetividade na prática e coloquem a capital mato-grossense como um exemplo a ser seguido.

As medidas são trabalhadas em diferentes esferas, abrangendo atitudes simples no ambiente interno dos órgãos municipais, até as consideradas de macro dimensão nas obras executadas pela cidade. Pensando em um trabalho que perdure em longo prazo, o prefeito Emanuel Pinheiro sancionou, em fevereiro deste ano, a lei de criação do Plano de Desenvolvimento Sustentável, denominado Programa Cuiabá +300.

O documento fortalece a criação de novas políticas públicas voltadas para a preservação ambiente e ratifica aquelas que já vinham sendo realizadas. Compõem esse grupo, por exemplo, o estímulo às práticas sustentáveis entre os servidores, por meio da adesão da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), a melhoria nos serviços de zeladoria da cidade e a adoção de um conceito de obras que valoriza a execução de projetos ambientalmente corretos.

“O conceito de sustentabilidade é uma responsabilidade que nenhuma gestão pode fugir. E é exatamente isso que estamos desde o início implantando na Prefeitura de Cuiabá. A Estação Alencastro é um grande exemplo. Operando de maneira autossustentável, com energia solar, a estrutura segue padrões internacionais, garantindo conforto aos passageiros e a preservação do meio ambiente. O reaproveitamento de contêineres para transformação em abrigos foi outra medida acertada que, inclusive, despertou interesse de outras grandes cidades brasileiras”, conta o prefeito Emanuel Pinheiro.

Reconhecimento

O esforço contínuo tem recebido reconhecimento nacional e faz com que, por mais de uma vez, Cuiabá apresente resultados positivos em pesquisas dessa natureza. Já em 2017, a cidade apareceu entre as que obtiveram avanços significativos nos índices de sustentabilidade de limpeza urbana. Na época, Cuiabá saltou de uma avaliação baixa para o nível médio, no estudo desenvolvido pelo Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana no Estado de São Paulo (SELUR) e a empresa PwC Brasil.

“É um trabalho que depende de todos nós. Depende do poder público e também da participação efetiva da população. Estamos procurando fazer a nossa parte. Desenvolvemos programas de arborização, estamos criando novos parques e melhorando, gradativamente, o trabalho de limpeza da cidade. Na nova licitação da coleta de lixo, por exemplo, colocamos a necessidade da implantação coleta fluvial, coleta seletiva, instalação de contêineres subterrâneos”, completou Pinheiro.

Posteriormente, a Capital ainda ganhou 35 posições no Ranking Connected Smart Cities, saltando da 79ª posição para a 44ª. O estudo, elaborado pela empresa especializada em inteligência de mercado e geoprocessamento, Urban Systems, dentre outros indicadores, avaliou as ações de Prefeitura para as áreas de energia, tecnologia e inovação, vias pavimentadas, arborização e cobertura do serviço de coleta de resíduos.

No fim de 2018, Cuiabá foi inserida no grupo de cidades brasileiras que receberão uma certificação do Ministério do Meio Ambiente (MMA) pelo desenvolvimento de medias sustentáveis. O certificado é ofertado aos 100 municípios que têm se destacado no quesito gestão ambiental e entre as regras exigidas para o recebimento estão: ações de educação ambiental, adoção de compras públicas sustentáveis e existência de planos municipais de saneamento, de resíduos sólidos e de biodiversidade.

Fonte: Assessoria- BRUNO VICENTE

Foto: Luiz Alves

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana