conecte-se conosco


Polícia

Após festa, tenente da PM ‘surta’ e mata colegas

Publicado

em

Um sargento e um cabo da Polícia Militar morreram e um major e um borracheiro ficaram feridos na madrugada desse sábado (5) ao serem baleados dentro de um carro na rua Monte Horebe , no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte.

O autor dos disparos seria um tenente, identificado como Joselito Pessoa Anselmo que estava com o grupo no Voyage, de cor prata e placa PHO-2296, que pertence à PM.

Segundo a polícia, os cinco ocupantes voltavam de uma festa, na casa de show “Alambique”, quando houve o tiroteio. Conforme depoimento de Robson Almeida, um dos sobreviventes, o tenente teria surtado, sacado a arma e atirado contra os colegas.

Robson travou luta corporal e conseguiu desarmar Pessoa, jogando a arma para um terreno no próximo, mas não antes de eles atingir os PM’s. No confronto ele acabou sendo baleado na mão, mas conseguiu correr e pedir ajuda.

O condutor do veículo, o sargento Edzandro Santos Lousada, 40, foi baleado na nuca e morreu no SPA do Galileia. O cabo Grasiano Monteiro Negreiros que levou um tiro na cabeça e outro no tórax e morreu no local. E o major Lurdenilson De Paula, 40, foi atingido na coluna cervical e pode ficar tetraplégico. Ele está no Pronto-socorro João Lúcio.

Joselito foi preso e na delegacia apresentou outra versão para o crime. O tenente contou que enquanto estava com as vítimas, um Honda Civic apareceu e começou a atirar contra eles, porém, uma perícia realizado no carro derrubou a história dele.

De acordo com Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o laudo mostrou que nenhum tiro foi disparado de fora para dentro, todos ocorreram de dentro pra fora, o que confirma a versão de Robson.

Diante dos fatos, Anselmo deve permanecer detido e vai responder por quatro crimes, sendo homicídio qualificado consumado por motivo torpe e homicídio tentado doloso.

Polícia

Mulher leva 3 tiros ao chegar em casa; filho de empresário é principal suspeito

Publicado

em

 

Uma moradora do bairro São José em Nobres sofreu tentativa de homicídio, na noite desta quarta-feira (20), quando chegava em sua residência.

Maria Mendes Pedrosa  da Silva, foi alvejada por cinco disparos de arma de fogo, três tiros atingiram a mulher, que foi socorrida e encaminhada ao Hospital Laura de Vicunã.

A vítima trabalhou na Cadeia Pública de Nobres e confirmou aos policiais a identidade do atirador.

Segundo testemunhas, os suspeitos estavam em uma moto e o garupa atirou.

A guarnição está em diligências pela região para localizar o suspeito e Maria Mendes, será transferida em uma ambulância com semi UTI  para um hospital em Cuiabá, onde deve passar por cirurgia.

Mais informações em instantes.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana