conecte-se conosco


Várzea Grande

Abraço Rosa mobilizou cerca de mil pessoas em Várzea Grande

Publicado

em

Neste mês, em comemoração ao Outubro Rosa, como forma de conscientizar a população sobre a importância de prevenir o câncer de mama, a Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Saúde, promove uma série de atividades relacionadas à prevenção dos cânceres. O marco das ações é o “Abraço Rosa”, evento alusivo ao mês Outubro Rosa que abre as ações do mês nas Unidades de Saúde Básica (UBS), Policlínicas, Centro Integrado da Mulher (CIM) e Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Abraço Rosa” é um evento já histórico que reúne milhares de pessoas, servidores públicos, autoridades e ainda mulheres que foram acometidas pela doença e com muita garra e determinação venceu a doença. O objetivo do “Abraço Rosa” é de intensificar as recomendações para o diagnóstico precoce e rastreamento do câncer de mama indicadas pelo Ministério da Saúde. “A prevenção é o melhor caminho para combatermos o câncer de mama. Essas ações que acontecem durante o Outubro Rosa são um complemento do trabalho preventivo que realizamos durante todo o ano no município em nossas unidades de Saúde. E, em breve, vamos ampliar ainda mais essas ações com a Rede de implantação da Estratégia Saúde da Família. Outubro Rosa, apesar de já existir há muito tempo, em Várzea Grande, o “Abraço Rosa”, a cada edição, o movimento tem maior impacto direto na vida das mulheres várzea-grandenses. O número de mulheres participando do “Abraço Rosa”, mostra o quanto o evento conseguiu levar sua mensagem, conscientizando-as para a importância da prevenção, por meio da informação e do autoexame”, frisou a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

Lucimar Sacre ressaltou que conhecer o próprio corpo é a maneira mais eficaz para combater o câncer de mama e garantiu mais melhorias ao atendimento público de saúde para as vítimas dessa doença. “Queremos que as políticas públicas sejam moduladas, desenhadas e implementadas visando à dignidade e o reconhecimento das usuárias desses serviços. O câncer de mama é o câncer que mais mata mulheres”, alertou.

O secretário de Saúde, Diógenes Marcondes destacou a importância do movimento e o empenho da gestão municipal no combate ao câncer de mama. “Creio que o combate ao câncer de mama exige não apenas o posicionamento do estado, governo municipal  e instituições ligadas a área da saúde, mas também o esclarecimento e a consciência das mulheres que são fundamentais nessa luta”.

Várzea Grande aderiu a causa nacional

De acordo com secretário de Saúde, durante o mês, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS/VG) irá realizar uma série de ações em comemoração ao movimento como, por exemplo, a intensificação da oferta de mamografias para investigar a doença. “Esta ação atenderá gratuitamente mulheres de 40 a 69 anos de idade que não fizeram o exame nos últimos dois anos”.

Diógenes Marcondes disse que o objetivo do Outubro Rosa é conscientizar sobre a importância da prevenção ao câncer de mama. “A prevenção é realizada através do exame clínico feito pelo ginecologista e a mamografia. Quanto mais cedo for detectado o câncer de mama, mais chances a paciente terá de se curar”, informou, acrescentando que o ideal é fazer o exame de mama aos 40 anos, mas se a pessoa tiver um caso de câncer de mama na família. Neste caso, a recomendação é fazer a mamografia aos 35 anos de idade.

A dona de casa, Vicentina de Paula, 49 anos, do bairro São Simão disse que recebeu o diagnóstico em fevereiro de 2015. “Senti um nódulo na mama esquerda. Para mim era inacreditável. Fiz os testes e a biópsia, que confirmou a suspeita. Segui o protocolo de tratamento com cirurgia de mastectomia radical, seguida de sessões de quimioterapia e radioterapia. Sigo com remédios. Meus exames estão tranquilos. Minha vida é outra, mais tranquila. Só vivo e nada mais”, detalhou.

Em janeiro do ano passado, Maria das Graças recebeu o diagnóstico de câncer de mama. A primeira reação foi de desespero, pois o tumor tinha um tamanho de diâmetro expressivo, com risco de se espalhar para outras partes do corpo. “A vontade de viver, fé e a esperança da cura foram fundamentais para a superação da doença. “Hoje comemoro a cura e meu testemunho de superação permite que minha história sirva de inspiração para outras pacientes neste Outubro Rosa”.

Durante este mês, o prédio público Paço Couto Magalhães terá iluminação especial em alusão ao Outubro Rosa, a iluminação externa será cor-de-rosa para alertar sobre os riscos e a necessidade de diagnóstico precoce do câncer de mama. Também durante a campanha, as mulheres que procurarem as Unidades de Saúde serão orientadas a se prevenir com consultas de rotinas e exames clínicos. As com idade acima de 40 anos terão o exame de mamografia agendado, caso o mesmo não tenha sido feito nos últimos 2 anos. A solicitação será feita na hora por enfermeiros das unidades para liberação do procedimento e agendamento do paciente.

OUTUBRO ROSA – O Movimento Outubro Rosa foi criado em 1997 nos Estados Unidos e atualmente é comemorado em todo o mundo. O objetivo é dar visibilidade e estimular a participação da população e entidades na luta contra o câncer de mama, bem como sensibilizar o poder público sobre a importância de dar atenção adequada à doença. A marca principal do Outubro Rosa é a iluminação de monumentos históricos com a cor rosa.

Por: Cláudia Joséh – Secom/VG

1 comentário

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Anônima Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Anônima
Visitante
Anônima

É tudo muito lindo, mas na prática essa campanha não funciona em VG.Tenho 45 anos e estou na fila de espera pra fazer o exame desde o começo do ano e quando voltei na policlinica do Marajoara na segunda-feira,visto que começou a campanha “Outubro rosa”,a funcionara que marca o exame me falou que ainda não começaram a chamar nem as mulheres da campanha do ano passado.Revoltante…

Várzea Grande

Mulher é presa por vender ecstacy por aplicativo de mensagem no 23 de Setembro

Publicado

em

A Polícia Militar prendeu uma mulher de 22 anos, nesta quinta–feira (25), suspeita de vender drogas sintéticas por meio de um aplicativo de mensagens. A suspeita foi detida com 18 comprimidos de ecstasy  no bairro 23 de Setembro, em Várzea Grande.

A droga apreendida com L. G. R.A (22) foi encontrada no interior da casa da suspeita, em uma das gavetas do guarda–roupa. A mãe que cuida da suspeita disse à polícia que a filha reiecidente na prática do tráfico ilícito de drogas. A suspeita foi presa meses atrás com 10 kg de maconha comprada na cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

Ao ser interrogada pela guarnição sobre como adquiriu os comprimidos de drogas sintéticas, a mulher contou que o entorpecente pertence a um reenducando da Penitenciária Central do Estado Pascoal Ramos, em Cuiabá.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana