conecte-se conosco



Várzea Grande

13.651 inscrições foram pré-aprovadas para os residenciais Colinas Douradas I e II

Publicado

em

O prefeito em exercício de Várzea Grande, José Hazama, anunciou a publicação da relação de 13.651 inscrições pré-aprovadas para participarem do sorteio definitivo de 1.000 casas dos Residenciais Colinas Douradas I e II, construídas através da Caixa Econômica Federal – CEF pelo Programa Minha Casa, Minha Vida.

Com a publicação oficial em Diário Oficial dos Municípios (www.diariomunicipal.org/mt/amm) e no site da Prefeitura de Várzea Grande (www.varzeagrande.mt.gov.br) na aba VG Habita, abre-se entre amanhã, 10 até o dia 16, prazo de recurso para aquelas inscrições que não foram aprovadas.

“Essa é mais uma etapa vencida pela administração da prefeita Lucimar Sacre de Campos que desde 2015 quando assumiu a prefeitura de Várzea Grande se empenhou para tirar as mais de 5 mil obras de habitações paralisadas pelos mais diversos problemas relacionadas com as empreiteiras responsáveis pelas mesmas”, disse o prefeito em exercício, José Hazama ao receber do secretário de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo de Várzea Grande, José Roberto Amaral de Castro Pinto, a relação dos pré-aprovados.

Hazama determinou que fosse estritamente cumprida à determinação da prefeita Lucimar Sacre de Campos de transparência total em todas as etapas que envolvem as inscrições e o sorteio das referidas casas, apontando que ainda neste ano, mais residenciais terão suas obras de casas concluídas e novamente realizado o processo de inscrição, escola e sorteio dos contemplados.

“Já encaminhamos ao Ministério Público Federal e a Caixa Econômica Federa pré-aprovados, lembrando que os recursos serão recebidos na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo e que pode alterar a relação de pré-aprovados como está previsto no ordenamento”, explicou o secretário.

Do total de 29.646 inscrições realizadas na primeira etapa, 15.995 após análise técnica deixaram de ser pré-aprovados por não estarem no Cadastro Único, o CADUNICO de Várzea Grande; por não serem responsável familiar; por terem renda familiar superior a R$ 1.800,00; por serem menor que 18 anos; por estar sem atualização de dados pessoais de dois anos e por duplicidade de NIS – Número de Inscrição Social.

O secretário assegurou que alguns que tiveram suas inscrições rejeitadas ainda podem, desde que comprovado o saneamento das irregularidades, passar a condição de pré-aprovados, precisando comparecer a sede da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Econômico, próximo à prefeitura, na Av. Castelo Branco para as devidas providências.

“Encerrada essa fase, iremos para o sorteio definitivo que habilitará 1.000 inscritos sorteados e outros 500 substitutos. Aí estes sorteados terão que passar pelo crivo da Caixa Econômica Federal e do Ministério Público Federal para saber se todas etapas e obrigações foram atendidas. Posteriormente se passa a sorteio de ruas e quadras para então até o final do primeiro semestre deste ano os novos moradores receberem suas chaves”, disse José Roberto Amaral

José Hazama pontuou que Várzea Grande vive um novo momento de prosperidade e de efetiva melhoria na qualidade de vida das pessoas graças ao empenho e determinação da gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos que humanizou a atuação do Poder Público e está resgatando a credibilidade da gestão com muito trabalho e criatividade, mesmo em tempo de crise econômica.

“Várzea Grande e sua população estão vivenciando um novo momento aonde o Poder Público existe na busca de melhorar a qualidade de vida de todos e de ter a cidade que todos nós queremos”, disse o prefeito em exercício.

Desde 2015 quando assumiu a administração municipal em Várzea Grande a prefeita já fez a entrega de 1.281 casas do Residencial São Benedito e se prepara para entregar mais 1.000 dos Residenciais Colinas Douradas I e II.

“Também trabalhamos para entregar as casas dos residenciais Santa Barbara, Izabel Campos, Padre Aldacir e Jequitibá, sendo que algumas já estão em obras e outras a prefeita Lucimar Campos e o senador Jayme Campos estão fazendo as injunções para que as obras sejam retomadas e entregues para diminuir o déficit habitacional na segunda maior cidade de Mato Grosso”, disse José Hazama.

 

Fonte: Secom/VG

Por Marianna Peres

Várzea Grande

Buracos deixam ruas do São Benedito em VG intransitáveis

Publicado

em

Moradores do  conjunto habitacional São Benedito, no Bairro São Mateus em Várzea Grande, encaminharam ao MT de Fato, imagens que mostram a situação de calamidade, das principais vias do bairro.

Segundo a comunidade,  os enormes buracos, prejudicam o trânsito de ônibus e veículos dos moradores. Em algumas situações, motociclistas  utilizam as calçadas das residências para trafegar no bairro

1.281 famílias que vivem no residencial desde maio de 2017, reclamam da falta de infraestrutura e cobram do poder público, ação emergencial para solucionar o problema.

Outro lado

Segundo o secretário de Comunicação, Marcos Lemos, a Secretaria de Viação e Obras já notificou a empresa Aurora responsável pela construção do conjunto habitacional e o Banco do Brasil e vai realizar obras de tapa buraco na via expressa do ônibus até que seja encontrada uma solução.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana